Obras de Antoni Gaudí

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


As Obras de Antoni Gaudí são as únicas coisas que um cara chamado Antoni Gaudí fez durante sua vida. Como ele gostava de desenhar casas, prédios e outras construções de maneira torta e escrota (dedicando todo o seu tempo para isso), essas obras se resumem a um monte de prédios com formatos esquisitos que só seriam feitos por um louco.

Essas coisas (são coisas, porque não se pode chamar essas coisas de obras) foram tombadas pela UNESCO como patrimônio mundial porque elas são obras coisas gigantes, mas não fazem a mínima diferença para a humanidade.

Todos os patrimônios ficam em Barcelona, já que ná época em que Gaudí vivia essa cidade era governada por prefeitos igualmente malucos que acreditavam que essas obras trariam benefícios para toda a população. Outra hipótese é que ele aproveitou as doações destinadas às obras para lucrar um pouquinho.

Obras[editar]

Parque Güell[editar]

O Parque Güell é um parque feito por Antoni. Ele na época estava desempregado e aceitou fazer uma coisa diferente de casas e torres. Ele foi feito para servir de jardim para um ricaço local. Esse parque tem muitas esculturas de animais mutantes, que foram inspirados em animais vistos por Gaudí durante uma viagem ao Acre (ninguém sabe como ele conseguiu retornar, ou mesmo se ele foi ao Acre). Uma escultura foi vandalizada por um bêbado que achou que a criatura era real e iria matar as pessoas em volta.

Palácio Güell[editar]

Uma das obras simples, práticas e úteis.

O Palácio Güell foi projetado por Gaudí para o mesmo cliente que pediu o parque. Esse palácio não é muito conhecido porque ele é menos escroto do que as outras obras desse arquiteto. Ele era um ponto de encontro das profissionais do séquiço dos ricos ou de gente que fingia ser rica.

Casa Milà[editar]

A Casa Milà (com esse acento mesmo) é um edifício muito famoso por ser uma das obras mais escrotas de Gaudí. Ele é formado por linhas tortas, parecendo um bolo de festa. No alto da casa existem várias chaminés bizarras, que mais parecem fantasmas, deixando um aspecto macabro ao lugar. O prédio foi comprado pelo dono da fábrica de cerveja Skol, já que ele não gosta de coisas quadradas, e sim coisas redondas.

Casa Vicens[editar]

A Casa Vicens foi a primeira obra, ou melhor, coisa feita pelo arquiteto. Ela é colrida a ponto dos olhos ficarem lacrimejando, de tantas cores.

Sagrada Família[editar]

A Sagrada Família é a obra mais maior de grande feita pelo cara. Ela era para ser a construção mais alta do mundo, mas depois que os sheiks de Dubai fizeram um prédio maior, os pedreiros desistiram do plano e até hoje as obras da Sagrada Família não foram completas.

Casa Batlló[editar]

A Casa Batlló foi feita para um serial killer que gostava de matar gente. Ela é feita praticamente de ossos das vítimas desse cara.