Oerba Yun Fang

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Aki-Sora.jpg Este artigo se trata de uma Hentai Girl

Ela é gostosa, mas nón ecziste. Ela participa de algum desenho, jogo ou quadrinhos e tem peitos maiores que a sua cabeça.

Oerba Yun Fang é mais uma dentre as várias mulheres gostosas que povoam a série Final Fantasy. Ela aparece no décimo terceiro game canônico da franquia, criativamente nomeado de Final Fantasy XIII, sendo uma das melhores personagens para jogar não somente por sua força, mas também por causa do grande apelo hentai que possui.

História[editar]

Uma apresentação[editar]

Fang no seu vaso sanitário invisível

Fang tem aproximadamente uns 20 e poucos anos de idade. Apesar de ter um nome aparentemente oriental, ela provavelmente é de alguma raça mestiça, pois como todo mundo sabe, as mulheres orientais possuem corpos esqueleticamente raquíticos, e Fang até que é bem gostosa.

Tem a pele levemente bronzeada, ao menos para os padrões japoneses, e cabelos escuros completamente despenteados, afinal de contas, é uma guerreira que está sempre ocupada lutando por aí contra algum malfeitor e não possui tempo disponível para se preocupar com esses tipos de futilidades típicas de uma patricinha.

Suas roupas são igualmente desleixadas, e mais parece que ela enrolou um lençol por cima da roupa de academia que usa para malhar. As cores de seus trajes são predominantemente azul e preto.

Durante a juventude (não que ela seja velha, mas enfim, quando era mais jovem ainda), Fang precisou trabalhar como profissional do séquiço para conseguir sobreviver a um mundo de ambiente tão hostil e cruel, o que acabou resultando nas inúmeras cicatrizes que tem espalhadas pelo corpo, herança de alguns programas com uns clientes que eram um tanto quanto selvagens, para não dizer tarados e pervertidos.

Quanto à sua personalidade, é bastante semelhante a Lightning, sendo uma pessoa sarcástica, determinada e independente. Porém, como ela não podia ficar mais foda que a protagonista, acrescentaram-lhe alguns defeitinhos básicos, por isso Fang também é arrogante e teimosa. Aparentemente, ela transpira um excesso de confiança, mas é apenas faixada para disfarçar o quanto na verdade é insegura, principalmente a respeito do seu passado.

A primeira aparição na cronologia canônica[editar]

Fang pensando em um método de convencer Vanille a virar lésbica

Conforme indica seu nome, Fang é oriunda da aldeia de Oerba, localizada em Gran Pulse, assim como Oerba Dia Vanille, uma de suas melhores amigas, isso se não for a única, já que praticamente ninguém tem saco para aturá-la, e com razão. Ambas perderam seus pais muito cedo, quando ainda eram meras gurias retardadas, então acabaram se identificando logo de cara uma com a outra e fizeram amizade rapidamente na época em que dividiam a moradia no orfanato local.

Tanto Fang quanto Vanille foram amaldiçoadas agraciadas com o poder de invocar Ragnarok, a besta destruidora, que serviria para aniquilar Cocoon durante a guerra contra Pulse, mas ambas reagiram de forma completamente oposta uma da outra ao receber tamanha responsabilidade. Vanille ficou completamente desesperada e com medo, então Fang tomou para si a parte dos poderes que cabia à miguxa.

Durante a tal guerra, Fang e Vanille se estreparam tanto que acabaram caindo em um coma profundo, tão profundo que as duas só viriam a despertar mais de cem anos depois, ainda com a mesma aparência sexy de outrora, afinal de contas, a Square-Enix não é nada besta e sabe que mulher feia não dá ibope nos jogos.

Depois da chegada de Serah[editar]

Fang e Vanille encontraram Serah Ferrigan desacordada no Pulse Vestige, local de repouso de Anima, um bicho feio de origens sobrenaturais. Elas ajudam Serah a despertar e fugir dali, e descobrem então que a garota é natural de Cocoon, o lugar supostamente inimigo de sua terra natal Gran Pulse. Além disso, também ficam sabendo que sua irmã Lightning é uma garota mágica igual a elas, e ficam aliviadas em saber que não são as únicas a preencher o estereótipo desse clichê japonês tipicamente ecchi.

Ao lado de Lightning e Vanille, Fang recruta novos amigos e forma uma banda de j-music que nomeia como I'Cie, um trocadilho horrível com a palavra ice, que significa gelo em língua inglesa. O conjunto musical tem a seguinte formação: Lightning nos vocais, obviamente, já que ela é a protagonista da bagaça; Snow Villiers na guitarra solo; Vanille na guitarra base; Sazh Katzroy no contrabaixo; Hope Estheim na bateria e, como o grupo já estava completo, empurraram o desnecessário teclado para Fang.

Secretamente, Fang nutre sentimentos amorosos por Vanille, coisa que até mesmo um idiota igual a você que está lendo este artigo consegue perceber. Sim, a moça é lésbica, mas não tem coragem de se declarar e levar um fora, porque Vanille é apenas bissexual e também curte dar uns pegas em homem de vez em quando.