Oppai Slider 2

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Garota hentai.gif SAAAFAAAAADO(a)!

Tava procurando putaria e caiu nesta página "sem querer", não é?! Pelo menos feche a porta do quarto e divirta-se!

Oppa Gangnam Style 2
Oppai slider 2.jpg

Capa sugestiva, não?

Informações
Desenvolvedor Illusion Soft
Publicador Illusion Soft
Ano 2005
Gênero Putaria interativa japonesa
Plataformas Windows
Avaliação Sem comentários...
Idade para jogar 18+ (como se alguém respeitasse)

Oppai Slider 2 é mais um dos jogos ridículos e deprimentes criados pela Illusion Soft para os machos virgens. Apesar do 2 no título, não existe o 1. Na verdade, o número é uma referência aos seios, que em japonês é oppai.

Jogabilidade[editar]

Esta imagem não é do jogo, mas o resume bem.

Como a maioria dos jogos eroge, Oppai Slider 2 é um RPG estilo harém no qual o protagonista é um personagem masculino genérico e sem personalidade que representa o jogador. Desta vez, os produtores da Illusion Soft cagaram tanto que nem se preocuparam em desenvolver um elenco feminino variado. Existe apenas uma garota disponível, mas a justificativa é de que o forte do jogo desta vez é a customização. Além de poder escolher tom de pele, cabelo e olhos como em todos os outros lançamentos da empresa, agora também é possível personalizar a comissão de frente da hentai girl. Ou seja, a grande diversão do jogo é criar os seios da personagem de acordo com seu próprio gosto pessoal. Convenhamos que isso é uma tremenda frescura, porque tarado que é tarado não se preocupa com esse tipo de coisa e bate punheta para o que tiver.

Na verdade, só capricharam mesmo nessa parte dos seios. O resto dos gráficos é bem preguiçoso e a animação é um lixo, com movimentos travados e traços pixelizados, já que faltou verba para investir na definição. E olha que essa bagaça foi lançada em 2005, e para aquela época já era considerada ruim. Basicamente você irá se masturbar para uma imagem toda borrada com peitos full HD. Mas enfim, falemos da parte que presta então: o tal oppai do título. São mais de oito mil opções de peitolas disponíveis, basta usar a criatividade e a perversão. Dá para criar desde peitões siliconados imensos de fazer inveja à Maxi Mounds até tetinhas negativas iguais às das somalianas raquíticas que passam fome na África. Pode-se escolher não apenas o tamanho, mas também a cor, textura, proximidade entre uma teta e outra, implantes de silicone ou seios naturais (o que influencia bastante no layout final), sem contar que mamilos e auréolas possuem menus de personalização separados.

Vale lembrar que, embora haja um monte de av idol peituda, o padrão estético da mulher japonesa é ser reta feito uma tábua, além de todas terem a mesma cara. Levando tais fatores em consideração, é compreensível que os punheteiros japoneses achem o máximo esses joguinhos de criar uma gostosa que se diferencie fisicamente das fêmeas com as quais convivem pessoalmente em seu dia a dia. Se bem que punheteiro nenhum tem vida social, este é um fato mundialmente irrefutável, então mal têm qualquer tipo de contato pessoal com mulheres.

Enredo[editar]

Talvez você esteja se perguntando como Oppai Slider 2 pode ser considerado harém se há apenas uma personagem feminina. Acontece que a dita cuja, Asakura Koyori (pelo menos deram um nome para a coitada), possui três storylines diferentes que são liberadas de acordo com as escolhas do infeliz que está jogando. Mas não se empolgue muito, porque muda somente o cenário e os figurinos de uma para a outra. O final é praticamente igual, não importa o que você escolher. Quer dizer, na verdade nem tem final nenhum, é tudo uma putaria desenfreada do início até o fim.

Seu objetivo é agradar e seduzir Koyori até ir para os finalmentes. Caso ela se irritar, é game over. As opções, todas representadas por fetiches estereotipados, são as seguintes:

  • Empregada - Você é o patrão sádico e Koyori é sua empregadinha submissa. Ela faz praticamente qualquer coisa que for ordenada, então esta é a melhor opção para quem sofre de ejaculação precoce ou simplesmente não tem paciência para ficar cortejando uma guria retardada que nem existe. Há vários utensílios de limpeza para interagir, como vassouras, rodos, espanadores, baldes e outras bugigangas.
  • Colegial - Koyori é uma estudante com aqueles uniformes que mais parecem uma roupinha de marinheiro. Você é o professor de natação dela e sua missão é ensiná-la a nadar. Por mais que isso pareça óbvio, lembre-se que trata-se de um eroge e qualquer merda nonsense pode acontecer. Como o cenário é um colégio, tem bastante material escolar para ser utilizado como brinquedinho sexual, mesmo que a maioria seja inútil dentro da água.
  • Enfermeira - Você é um médico que precisa treinar sua nova e inexperiente ajudante. Sua missão é convencer Koyori a ser examinada, ou melhor, a ficar pelada e deixar você apalpá-la. Os objetos interativos são aparelhos médicos tipo estetoscópio e outros trecos de nome complicado que não vou perder meu tempo listando aqui.