Orphaned Land

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bento 16 saudando.jpg E nomine patris et filii et spiritus sancti!

Este artigo foi criado por um cristão devoto. Ele vai à igreja todos os domingos com o intuito maior de tomar vinho louvar o SENHOR. Se você vandalizar, Javé Deus te mandará sem hesitar para o inferno!

Matisyahu20.jpg Cadê o moedinha?

Este artigo é judeu! Ele odeia alemães, foi escolhido por Javé e não come lagosta porque é caro e anti-kosher. O autor deste artigo provavelmente é contador e deve estar cuidando da lujinha.

180314 10150093294026158 8104797 n.jpg

"Vai tomar no cu", em árabe
Brimo, este artigo é árabe!
Se você entrar no harém dos outros, correrá sério risco de ficar sem petróleo


PAROUUUUUUU! Essas três predefinições (as duas de cima e essa daqui do lado direito) não te parecem demasiadamente contraditórias? Pois é, mas por mais contraditórias que sejam, a verdade é que realmente elas são válidas de serem postas aqui nesse artigo juntinhas, porque de fato a banda é tudo isso e talvez mais um pouco e a gente não saiba. Bem, é melhor que não, porque senão acho que iremos endoidar aqui.

Arband.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!

Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: U2 do Heavy Metal Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Orphaned Land

A banda completa. Da esquerda pra direita, no alto: Maomé, Maria Madalena, Jesus do SBT, Abdul Alhazred. Embaixo: Henry Sobel e Ariel Sharon.

Orphaned Land (Terra dos Órfãos, Orfanato) é uma banda de Israel, das cidades de Bat-Yam e Petah-Tikva (que devem ser algum nome advindo do Torah, mas eu não sei ler em judaico), que fazia doom death metal, mas depois inaugurou um estilo praticamente único de folk metal chamado de Middle Eastern Folk Metal (ou Folk Metal do Oriente Médio), que faz um monte de nego headbanger babar de emoção.

É um caso raro de banda que consegue ser amada tanto pelos crentelhos como pelos satanistas, devido ao facto de conseguir sei lá como falar em suas músicas de Jesus, Maria, José, Pedro, Tiago e João no Barquinho, YHWH, Satã, Demiurgo, Leviatã, Cthulhu, Alá, Maomé, todas as esposas de Salomão e do Sultão de Bagdá, tudo numa mesma música e ao mesmo tempo quase.

E o mais alucinante, usando-se sempre de diversos tipos de dançarinas, desde aquelas que fazem coreografias do Diante do Trono até odaliscas fazendo a Dança do Ventre, todas juntas.

Motivo da existência da banda[editar]

Tentar apregoar o ecumenismo entre os povos de Israel. Mas como nenhuma das três religiões gosta de heavy metal, acho que eles tão fodidos em tentar.

Membros[editar]

  • Kobi "Jesus" Farhi - Voz e ressurreições
  • Yossi "Ariel" Sa'aron (Sassi) - Guitarra, violões, saltério, harpa e ditadura
  • Uri "Maomé" Zelcha - Baixo e guerras santas
  • Chen "Sobel" Balbus - Guitarra, lira e afanamento de gravatas
  • Chen "Alhazred" Balbus - Bateria, percussão, címbalos, sinos, tambor árabe e excesso de sabedoria
  • Johanna "Madalena" Fakhry - Líder de dança e serviços extras
Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Orphaned Land no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg