Os Filhos de Húrin

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
O herói do livro na pose de herói machão

Cquote1.png Você quis dizer: Os filhos de Leônidas Cquote2.png
Google sobre Os Filhos de Húrin

Os Filhos de Húrin, ou Narn i Chîn Húrin ou Os Pestinhas de Húrin, é um dos livros da obra do escritor J.R.R.Tolkien que escreve um monte de ficção toscas para poder faturar vendendo seus livros para serem convertidos pelos EUA em versão de filmes mais toscos. Mas em fim, lançado em 2007, é o mais recente publicado pelo filho do autor, Christopher Tolkien, que após fumar um baseado dos diabos teve então as idéias na criação desse livro aqui.

Mas no que se trata essa coisa?[editar]

Os Filhos de Húrin não é a primeira história a ser publicada após a morte do autor em 1973 por uso ecessivo de drogas. Já antes Christopher Tolkien foi o responsável pela publicação de O Silmarillion, uma coletânea dos principais mitos aluginósicos que constituíam os alicerces da ficção Tolkieniana através de idéias bem loucas estilo anime, mas em visão européia, ou americana. E para muitos dos fãs foi a sua melhor criação pelas cenas de sexo envolvendo a história. Surgiram também os doze volumes de The History of Middle Earth, embora não tão vocacionados para o público em geraldevido a certas cenas forte de viadagens em alguns personagens por lá e também Contos Inacabados (já que o autor desse livro morreu, dãaa), que é uma espécie de análise profunda de algumas histórias de O Silmarillion. Não sabe o que é isso? Então desligue essa porra de seu computador e vai ler um livro deles.

Um breve spoiler sobre esse livro[editar]

Húrin, um dos maiores guerreiros humanos de antigas eras sendo ele 100% ser humano, entre outras aberrações existente nessa porra, é aprisionado por Morgoth e amaldiçoado por se recusar a trair os elfos (ele fazia sexo selvagem com aqueles anoezinhos). Acorrentado de forma mágica a uma cadeira num alto pico longe pra caralho do chão, é forçado cruelmente a assistir a todos os males que se abateram sobre a sua própria família, muito forte as cenas irão a seguir, ou não.

O seu filho, Túrin, faz jus à memória do pai, mas ao longo das suas inúmeras batalhas aprisionado na sua cadeira???, tragédias marcam todas as suas ações e todos os que o amam, principalmente os machões dessa história. A história tem o fim trágico com o suicídio de Túrin, que descobriu que a mulher por quem se apaixonara era seu irmão, Nienor.

Cquote1.png Sim, eu tive o mesmo problema. Cquote2.png
Ronaldo sobre Túrin e suas supresas desagradaveis


v d e h
Universo Tolkieniano
LOTR.png