Otherside (Red Hot Chili Peppers)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é sobre um HIT!

É uma música chata, repetitiva e seu vizinho adora. SOLTE O SOM!

Music madonna.jpg

Babel fish.gifTraduzindo: Outro lado
Babel Fish sobre Otherside (Red Hot Chili Peppers)

Otherside é uma música do tipo sofrência #voumematar da banda Comunismo Pornografia México Resgate. A música é mais uma daquelas em que a garotada roqueira pira na batata em ficar escutando, mas depois de uns 2 minutos dela tocando a maioria das pessoas perdem a vontade de escutá-la, retirando os fãs da banda e os mexicanos, além de outros ouvintes de bandas igualmente irritantes, do tipo Oasis e Nirvana... Graças a isso ela é considerada o marco inicial das músicas do século XXI do gênero "capitalismo" que não pensa na qualidade e sim no lucro.

Análise analítica e repercussiva[editar]

Uma imagem qualquer para um artigo qualquer de uma música qualquer que qualquer um por qualquer motivo que seja pode ler a qualquer momento...

Quando foi lançada, a canção foi um sucesso estrondoso, mais estrondoso do que o Léo Stronda e Kleber Bambam contratados pelo Estado Islâmico para se explodirem... Mas infelizmente os anos 90 fora recheado de música pop enjoativa que nem Fanta Guaraná, e para sobreviver no mercado capitalista, fora necessário agir feito tais, e por conta disso é claramente notável que a música poderia parar muito bem no quadragésimo segundo do primeiro minuto, pois de resto é a mesma porra de novo, novamente e mais uma vez...

E quando falamos de repetitividade não falamos e sim escrevemos, mas além disso, essa repetição se estende a toda música, desde o ritmo, que até tentam salvar mandando uma espécie de "rap roqueiro" no final, de um modo clichê pois se você for reparar toda música muda de entonação ou ritmo perto do fim, e também na letra, que fica se repetindo o mesmo refrão infinitamente, mas que não é algo tão importante já que mais da metade dos brasileiros não tem inteligência suficiente para entender sua língua, quanto mais as dos outros...

Desta vez, analisando o vídeo-clipe podemos perceber se não formos cegos, é claro, que ele é ambientado no meio da puta que pariu, entre a casa do caralho e Nárnia... Na época ele era bastante revolucionário, tão revolucionário que influenciou 0,0001% dos vídeo-clipes do ano, isso porque os 99,99999% fora influenciado pela influenza... Nele os integrantes da banda ficam fazendo coisas aleatórias, em cenários aleatórios, e situação aleatórias, sem contar de suas expressões depressivas e o cabelinho do tipo "baiano surfista" do vocalista que ninguém se lembra do nome...

Repercussão[editar]

Como ela se trata de uma música dita como "velha" para os jovens da atualidade, pouco se comenta a respeito dela, mas na época ela atingiu altos patamares, chegando a ficar no topo das mais tocadas em países de renome no mundo globalizado, como a República Centro-Africana, Kiribati, Suriname, entre outros países que se escuta o nome todos os dias nas rádios... Mas, como já foi previamente dito, essa fama acabou, não 100%, pois ainda é comumente tocada em shows de menor categoria, ou então em bares e restaurante com música ao vivo, e, obviamente, ainda é escutada pelos fãs da banda e aqueles que perdem seu tempo indo na heresia do Rock in Rio, achando que vão escutar rock de verdade, por mais que eles estejam em várias edições, inclusive no bizarro Rock in Rio de Lisboa, o que já ultrapassa as barreiras da lógica e compreensão...

Análise "letral"[editar]

Se já é complicado achar alguém que preste atenção na letra, por conta de não saber falar inglês, é ainda pior encontrar alguém que entenda a letra dessa bagaça. Até porque os artistas sabem muito bem que ninguém quer saber de letra porra nenhuma, pois nessas horas o povo vai estar na sétima garrafa de cerveja no meio do show, rumando um murro na cara de alguém totalmente bêbado, então uma pessoa num estado como esse jamais teria condições de parar e entender o significado da letra, mas mesmo assim, segundo o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) existem duas possíveis interpretações uma boa e a outra ruim...

A ruim é que o cara simplesmente escreveu qualquer porcaria sem sentido nenhum, do tipo romântico arrependido que sente falta de sua amada e agora quer voltar, ou algo do gênero, como a maioria dos artistas de hoje em dia, e tacou o foda-se. A outra é que a amada dele morreu e agora o cara quer se matar para poder ficar com ela. Na realidade essas teorias foram especuladas pela equipe da Desciclopédia após horas de análise minuciosa com equipamentos financiados pela Polishop...

Letra[editar]

How long, how long will I slide?
Separate my side, I don’t
I don’t believe it’s bad
A slit in my throat, it’s all I ever

I heard your voice through a photograph
I thought it up and brought up the past
Once you know you can never go back
I’ve got to take it on the otherside

Centuries are what it meant to me
A cemetery where I marry the sea
Stranger things could never change my mind
I’ve got to take it on the otherside

Take it on the otherside
Take it on
Take it on

How long, how long will I slide?
Separate my side, I don’t
I don’t believe it’s bad
A slit in my throat, it’s all I ever

Pour my life into a paper cup
The ashtray’s full and I’m spillin’ my guts
She wants to know am I still a slut
I’ve got to take it on the otherside

Scarlet starlet and she’s in my bed
A candidate for my soul mate bled
Push the trigger and I pull the thread
I’ve got to take it on the otherside

Take it on the otherside
Take it on
Take it on

How long, how long will I slide?
Separate my side, I don’t
I don’t believe it’s bad
A slit in my throat, it’s all I ever

Turn me on, take me for a hard ride
Burn me out, leave me on the otherside
I yell and tell it that it’s not my friend
I tear it down, I tear it down and then it’s born again

How long, how long will I slide?
Separate my side, I don’t
I don’t believe it’s bad
A slit in my throat it’s all I ever had

(How long?)
I don't, I don’t believe it’s bad
A slit in my throat, it’s all I ever