Página principal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bem-vindos à Desciclopédia

A enciclopédia livre de conteúdo que qualquer um pode editar.

55 130 artigos · 191 710 imagens

Ajuda

Embaixada

Perguntas

Políticas

Mídia

Contribuir

Artigo em destaque
Não conhece a Lady GaGa?! É o plágio da Britney Spears, que não deixa de ser um plágio da Madonna, que copiou a Carmen Miranda, que...

O plágio é a prática mais antiga da história do mundo. Seguindo a velha frase (plagiada de outra melhor) Cquote1.png no mundo nada se cria, pouco se copia, tudo se transforma Cquote2.png diversas pessoas ganharam respeito e muito dinheiro com a ideia dos outros. Plágio não passa de pegar uma coisa que não é sua, modificar alguma coisa dela e afirmar que é sua. Você deve estar se perguntando aí como existe pessoas que conseguem fazer essa sacanagem com outra, mas realmente existe!

A história do plágio confunde-se naturalmente com a história das primeiras invenções do homem. A partir do momento que começou a se criar, automaticamente já apareceu algum idiota pra plagiar. Imagina a alegria do cara que sem querer tirou faísca de uma pedra, e criou o fogo pra aquecer sua família...não durou nem uma semana e todo mundo da redondeza já fazia fogo também. Não deu tempo nem pro coitado dar autógrafo!!

Outro episódio interessante foi o uso de pinturas rupestres pra mostrar aos outros povos como era o cotidiano da tribo. Era tudo bonito, até chegar alguém com espírito de porco pra "incrementar" o desenho e foder completamente o entendimento do negócio!! Resumindo, o homem se resumiu a copiar a ideia do outro pra não pensar desde os primórdios da sociedade. É por isso que 99% da população (onde você está incluso) não saem da frente do computador e descobrem logo a merda da cura da AIDS!!

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter Share on Google+



Eventos recentes


Neste dia...


Sabia que...


Imagem do dia
 
Apresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desciclopédia, uma (des)enciclopédia escrita com a colaboração de seus leitores. A Desciclopédia é um site de humor debochado e seu conteúdo não deve ser levado a sério. Todas as nossas regras e políticas convergem para um só princípio: ser engraçado e não apenas idiota. É um princípio amoral, mas que implica numa ética subjacente. Significa que, no âmbito da Desciclopédia, só podem ter procedência as críticas que se refiram à qualidade divertida de um artigo. Não tem, portanto, nenhum sentido tentar defender os méritos morais ou artísticos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, programa, game, etc.) e que tenha sido sacaneado num artigo da Desciclopédia. Essas coisas não interessam nem um honorável pouquinho aqui.


Participação

Todos podem publicar conteúdo on-line desde que não sejam vândalos ou desrespeitem as regras.

Dentre as diversas páginas de ajuda à sua disposição, estão as que explicam como criar um artigo, editar um artigo ou inserir uma imagem. Em caso de dúvidas, não hesite em perguntar e dar sua apnião.


Comunidade
A comunidade vem crescendo dia após dia. Porém precisamos de mais colaboradores para podermos ampliar o número de artigos em língua portuguesa e expandir, melhorar e consolidar os que já existem.


Projetos irmãos

A Desciclopédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre: