Pátria Bassari: Paisagem Cultural Bassari, Fula e Bedik

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Pátria Bassari: Paisagem Cultural Bassari, Fula e Bedik é um vasto complexo de aldeias tribais no interior do Senegal. Por ter servido de set de filmagem do reality show de baixo orçamento da Band Perdidos na Selva, a UNESCO declarou a região patrimônio mundial para que a civilização e a evolução nunca chegue por lá para ajudar as tribos locais, para que assim preservem sua maneira pré-histórica de viver e os antropólogos tenham o que estudar.

Área Salémata[editar]

O fotógrafo da UNESCO teve que tirar essa foto da aldeia bassari de longe porque aproximar-se mais causaria risco de ser canibalizado.

Lar dos bassaris, a Área Salémata é composta por natureza intocada, uma mata densa cheia de cipós envenenados e documentaristas do Discovery Channel perdidos.

Predominam em suas paisagens os vastos terraços de calcário dignos de desafiantes fases de Super Mario e vários arrozais intercalados com aldeias, fundamentais para a confecção do mais típico prato culinário bassari: Tutu Arroz ao Molho de Formiga Saúva.

Área Dindéfello[editar]

Lar dos fulas, é na Área Dindéfello que o rally dakar cruza a pátria bassari.

A região é composta por densas cabanas feitas de estrume de gnu, tanto que é lá que está a sede do sistema operacional GNU, movida à queima de estrume do animal.

Área Bandafassi[editar]

Lar dos bediks, a Área Bandafassi é só um grande conjunto de mato, arbustos e aquelas árvores que dão uma frutinha alaranjada venenosa.

Esta área é tão irrelevante que quase não temos algo para dizer, se nem os antropólogos tem algo a dizer, imagine a gente da Desciclopédia?