Pênalti

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
AQUELA cobrança de pênalti que você respeita. Ou não...

Cquote1.svg FOI PÊNALTI! FOI PÊNALTI! Cquote2.svg
Quico sobre um lance que até hoje ninguém descobriu qual e onde foi, mas se ele tá dizendo, FOI PÊNALTI!
Cquote1.svg Ladrão do caralho! Cquote2.svg
Qualquer torcida de time que levou um pênalti na cara sobre o jogador do time adversário que supostamente simulou o pênalti, o árbitro e tudo o mais se bem que se foi do Corinthians eu não duvido...
Cquote1.svg FALTAAAAAAAAA! IH É PÊNALTI! Cquote2.svg
Narrador fanho sobre pênalti
Cquote1.svg Pênalti é uma coisa tão importante que quem deveria bater é o presidente do clube. Cquote2.svg
Neném Prancha sobre Pênalti
Cquote1.svg Só bate quem erra Cquote2.svg
Mateus, volante do Caxias sobre Pênalti
Cquote1.svg O que aconteceu aqui é caso de Polícia Federal, de FMI... voltar pênalti porque torcida está gritando é brincadeira. Cquote2.svg
Dimba sobre Pênalti

Pênalti, ou Penalidade Máxima, ou também conhecido por alguns times como MORTE é um lance livre do futebol e do futsal e do beach soccer e... e... tem no andebol também? Bom, seguindo, é um lance escroto que acontece sempre que um jogador de um time é derrubado na área do time adversário, ou quando ele "se derruba" na área e o árbitro é ladrão burro e não se liga na presepada e apita o pênalti. Também ocorre quando um jogador de um time que NÃO é o goleiro decide brincar de voleibol dentro da própria área, apesar de esse último caso causar treta em alguns casos em que fica aquela dúvida: foi mão na bola ou foi "bola na mão"? De qualquer forma, é um lance bem sinistro para o time que sofre o tal lance. Ou não, dependendo também do quão foda é o goleiro desse time, ou o quão perna de bosta é o jogador do time que cobra o lance, que as vezes consegue errar até mesmo quando dá a famosa e odiada "paradinha".

O pênalti também é usado no final de jogos decisivos, em caso de empate ou de igualdade de saldo de golos (em caso de a decisão ter sido dividida em dois ou mais jogos), e normalmente após ter também persistido a merda do placar na prorrogação. Normalmente é dividido em cinco chutes pra cada lado e quem acertar mais leva a partida (ou quem errar menos, dependendo do nível de ruindade mórbida dos jogadores que baterão os chutes).

E no fim, pode ser que você grite ACABOOOOOOOOOOOOOU! ACABOOOOOOOOOOOOOOOOU! É TETRAAAAAA! É TETRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!! PRA EXORCIZAAAAAAAAAAR, PRA ESPANTAR DE VEZ O ÚLTIMO FANTASMA... ou vai chorar e mimimizar pra cacete ao ver que seu time perdeu tudo. Se você for o Galvão Bueno, tenho certeza que farás tudo isso e muito pior...

Pênalti como penalidade[editar]

Como explicado acima, os pênaltis como o nome realmente significa ocorrem quando um jogador faz uma cagada violenta dentro da própria área (e isso inclui inclusive fazer isso literalmente). Exemplos básicos: Pé alto dentro da área (que é considerado pentada jogada violenta), dar carrinho não Má, quebrar a perna do outro jogador de levis, dar uma cabeçada na cabeça do outro jogador, ficar nu no meio do jogo, passar tempo demais com a bola na mão (caso do goleiro), brincar de ser goleiro sem ser (caso de jogador de linha), o gandula evitar gol do adversário, entre outras coisas levinhas como essas.

Nesse caso o jogador vai lá bater o pênalti, sendo sempre alvo da famosa azeitada pra errar o chute, e o goleiro aí nesse lance tem a chance de ouro de ser ou o herói ou o maior dos vilões forevermente. O mesmo, dependendo do caso, pode ser o jogador, que em geral é cobrado por quase sempre esse ser entendido como um gol feito, o gol que sua avó faria, e as vezes essa cobrança toda pode gerar o famoso chute isolando a bola, em que ela vai parar lá em Plutão. Dependendo do caso pode rolar rebote, e aí o mesmo que chutou errado ou outro podem tentar consertar o primeiro erro ou CAGAR MAIS AINDA. Do mesmo modo há casos de goleiros que acham que detiveram o pênalti e acabam deixando a bola entrar e ele ficar com cara de cu com a própria burrice.

Pênalti decisivo[editar]

Pênaltis também podem ser batidos para decidir aqueles jogos de mata-mata ou finais de campeonato ou copa. Daí é como disse eu ali acima: são normalmente cinco batidas pra cada lado, e os jogadores são decididos de antemão para bater, valendo botar até mesmo aquele reserva que não joga nunca, ou até mesmo o técnico ou a tua mãe pra baterem.

Em caso de todo mundo acertar tudo, ou dar placar igual, ou todo mundo conseguir errar a porra toda (caralho, que jogo de merda hein!), começam os lances livres, e aí né, quem acertar e o outro errar ganha e o outro perde. Claro que há aqueles casos inacreditáveis em que o teorema do ganho e da perda da Dilma Rousseff acaba por tornar-se mais real do que nunca, como na final da Copa Brasil de 87, em que o Ixporti e o verdadeiro Verdão de SP foram decidir a final nos pênaltis e deu em merda, pois os jogadores conseguiram todos errarem as ONZE cobranças de cada lado. AS ONZE! Antes que a merda piorasse e tivesse o público de aguardar cruelmente o espetáculo ridículo de ver os reservas, a comissão técnica, os dirigentes e até mesmo os gandulas dos times tentarem e fracassarem em marcar os tentos, o árbitro decidiu resolver tudo dividindo o título mesmo, é o jeito né...

Pênaltis inesquecíveis[editar]

Os pênaltis da eterna Batalha dos Aflitos (piores momentos do futebol brasileiro):

O caso do goleiro da Tailândia (ou como se foder por se achar o fodão):

Ver também[editar]

Este artigo ainda não é linnndo.
Ajude a Désciclo editando-o, meu rei. Ou não.