Papa Pio VII

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
O dia que o Papa foi preso

Pio VII nascido como Barnaba Chiaramonti (Itália, Agosto de 1742 - Itália) foi um Papa (afinal, se não fosse Papa ele jamais seria mencionado nesse site) de 14 de Março de 1800 até o dia que resolveu deixar de ser Papa, ou seja, quando ele morreu em 1823 aos 83 anos de idade.

Pontificado[editar]

Pio VII só é lembrado por sua luta e tentativa de amaciar Napoleão Bonaparte. Em 1804 o Papa foi convidado para participar da coroação de Napoleão, o Papa na maior boa vontade foi até Paris para fazer turismo e participar da coroação, Napoleão alem de sua baixa estrutura e baixíssima paciência resolveu sacanear e se auto coroou na presença do pontífice. De saco cheio com a vida, Napoleão resolveu dominar a igreja católica apostólica romana e transformar a vida do papa em um inferno. O Objetivo de Napoleão era manipular as ideias do papa, o que foi um total fracasso já que o velhinho tinha suas opiniões formadas, então em 1808 Napoleão enviou suas tropas a Roma para cercar o papa e prende-lo, Pio VII foi pegado de surpresa em seu banho semanal na igreja romana e saiu escoltado das tropas de Napoleão.

Sem qualquer piedade com o Papa Napoleão ao saber da captura do santo padre ordenou que levasse-o a Savona uma cidade insignificante na Itália e depois a Fontainebleau. O Papa teve que ir andando até a França para chegar em seu cativeiro, o velhinho que já estava caindo aos pedaços devido a sua idade quase morreu no meio do caminho, não tinha mais idade para fazer essas maratonas tão exaustivas. Apesar de toda essa maldade com o Papa, o mesmo ainda insistia em chamar Napoleão apenas de "Filho teimoso" porém um "Bom filho", mas no fundo o Papa planejava orações e macumbas impiedosas para a vida de Napoleão, diziam que o mesmo enquanto estava aprisionado na França planejava planos malignos contra o imperador Francês.

Em 1814 após a ideia genial de invadir a Russia (Lembre-se, se você um dia quiser dominar grande parte do planeta, NÃO INVADE A RUSSIA!) Napoleão se deu mal, e o Papa aproveitou a brecha e arredou o pé de volta para Roma, rindo muito por dentro mas por fora insistia em dizer que Napoleão é um filho muito teimoso, mas tem futuro.

Em 1823 depois de 23 anos no papado, bateu as botas, ficou conhecido como o homem que teve piedade de Napoleão, já que a igreja nunca o puniu severamente, mas enganam-se os que pensam assim, como dito o papa foi mais esperto que o imperador francês e usou suas artimanhas divinas para vingar-se do francesinho emburrado.

Precedido por
Pio VI
Bento 16 saudando.jpg
Síndico de Deus nº 252

1800 - 1823
Sucedido por
Leão XII