Parque Nacional Iguaçu

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Se tu tais a fim de ir pra outra Iguaçu, então clica nela!

Em teoria o Parque Nacional Iguaçu localiza-se em Foz do Iguaçu, mas poucos sabem que o parque abrange também os municípios porcarias de Medianeira, Matelândia, Céu Azul, São Miguel do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Santa Tereza do Oeste, Capitão Leônidas Marques, Capanema e Serranópolis.

A principal atividade econômica na região é a extração de palmito e assalto aos turistas.

Está em votação um projeto-lei de expanssão da Usina de Itaipu abrangendo toda a reserva de Iguaçu, o que pode gerar energia para todo o Paraguai.

Cataratas do Iguaçu[editar]

É melhor ficar só nas fotos mesmo. Visitar o parque pessoalmente é um "facada".

As Cataratas do Iguaçu são uma maravilha criada pela natureza, é entendido erroneamente como ponto turístico mais visitado no sul do país, mas não o é, pois o ingresso é uma “facada”. Lá, além de se ver as inúmeras quedas de água, pode-se participar de passeios e trilhas, que são uma “facada”, andar de helicóptero e bote, que são uma “facada”, comer num ótimo restaurante, que é uma “facada”, e, além de ser esquartejado, o turista recebe, carinhosamente, mordidas e arranhões dos simpáticos quatis, animaizinhos muito “fofos” que adoram roubar os picolés que custaram uma “facada” dos visitantes.

Alem disso tudo, lá ainda tem uma estátua de Santos Dumont, que somente 3% da população sabe o porque de ela estar lá. E esses 3% não sabem quem é Santos Dumont.

As cataratas ainda sempre apresentam vários arco-íris, sendo então considerada símbolo natural do homossexualismo.

Ver também[editar]