Parque Nacional de Huascarán

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Parque Nacional de Huascarán é uma zona de preservação de areia e chocolate na Cordilheira dos Andes, considerada patrimônio mundial pela UNESCO pelo forte odor típico do Peru que o parque exala.

Reserva[editar]

As perigosas lhamas de Huascarán.

A reserva foi descoberta por alpinistas de Corumbá, que estavam fugindo de Evo Moralez durante a Insurreição Mato-grossesse de 2012.

A faunda na reserva é predominatemente de jaguares e lhamas, que convivem pacificamente e são venerados pelos índios locais.

Certa vez, uma família que ía à igreja no Texas, e se perdeu, e acabou em Huascarán, e descobriram a Montanha de Chocolate, que depois viria a ser cenário das aventuras do Super Mario.

A geografia da reserva é de alta altitude, desetos escaldantes grandes lotes de árvores inóspitos e fendas e crateras enormes nas montanhas. Local predileto de suicídas. Huascarán é um ambiente complicado, localizado na zona entre os Trópicos de Câncer e Capricórnio, o parque normalmente deveria ter um clima de paraíso tropical com coqueiros, areia branca, mar azul e gente bonita, igual o Brasil, mas a única coisa que se vê, é um ambiente alucinógeno semelhante ao Saara.

O governo peruano encarou o desafio de conservar esse maravilhoso terreno, usando alienígenas como guardas florestais.