Pas Tehran Football Club

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Pas Tehran Football Club
Escudo do Pas Tehran.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Pas no Terrão Football Club
Origem Bandeira do Irã Irã - Teerã
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador da história Nuvola apps core.png
Melhor Jogador da história Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Iraniano
Divisão
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Pas Tehran Football Club é um time iraniano que já faliu e mesmo assim é até hoje um dos times mais vitoriosos daquele país, só servindo para provar a ruindade do futebol no Irã. O seu nome, claro, é apenas uma grande piada e ironia sobre a realidade da história do Irã, porque chamar o clube de Guerra FC seria muito óbvio.

História[editar]

Fundação[editar]

As origens desse time são de 1953, época em que os policiais de Teerã em seus horários de folga decidiram passar um tempo jogando um futebolzinho, criando assim o amador Shahrbani FC. E como estamos falando de Irã, bastava ser policiais peladeiros para tornar-se o melhor time de futebol daquele país.

Por muitos anos foi apenas um time de peladas de fim de semana num campinho baldio da esquina, tanto que só em 1964 realizou a sua primeira partida oficial, quando empatou por 11x11 contra o Koroush FC.

Copa Takht Jamshid[editar]

O Pas Teerã seria um dos 3 membros fundadores da Copa Takht Jamshid, vencendo-a em 1973/74. Tal torneio era um campeonato de bocha com meias usadas e latinhas de ervilha, porém é o esporte mais próximo do futebol para a atual Federação Iraniana considerar como torneio de futebol para considerar antigos títulos e tal, e esse tal de Pas ganharia alguns destes torneios mixurucas.

Tais competições, e a existência do Pas, acabou em 1979, interrompido pela Revolução Iraniana que considerou a existência do clube uma heresia à Alá por ser tão ruim que agredia os olhos de pessoas sãs e feria os bons costumes por ter jogadores tão sem falta de habilidade, e pelo futebol em si ser um antro de malandros baladeiros com cabelo de calopsita, algo que o novo Irã coibiria com firmeza e rigor.

Após a revolução[editar]

O Pas Teerã retornou para a Liga Azadegan (times azedos) somente em 1992, quando o governo do Irã entendeu que deveria liberar os times de futebol a jogarem novamente e que jogar bombas no Iraque não era mais a prioridade. Por ser o único time existência, o Pas foi campeão iraniano daquele ano e depois campeão cagado do Campeonato Asiático de Clubes de 92-93, precisando vencer apenas 4 jogos, e inclusive empatando por 1x1 com o Wohaib FC do Paquistão, mesmo time que 3 dias antes havia perdido de 10x1 para o Al-Wasl FC dos Emirados Árabes Unidos.

Depois disso, até ganhou uma IPL, mas o time acostumado aos tempos de amadorismo não soube se adaptar ao futebol moderno, e nunca mais foi alguma coisa.

Extinção[editar]

Com a 11º colocação no campeonato iraniano de 2006-07, o Pas Teerã selava seu destino, mas por ser um time com dignidade, ao invés de rebaixar, preferiu logo ser honrado e falir logo o clube, poupando torcida de tanto sofrimento, um exemplo que muitos times deveriam seguir. O Pas Teerã jamais se adaptou ao futebol moderno onde para fazer sucesso se é necessário jogadores pinguços, baladeiros, barangueiros e marrentos, tanto que até o futebol saudita uma vez contratou o Jobson para jogar lá, mas o Pas Teerã jamais se submeteria a tal humilhação, então achou por bem fechar o clube e encerrar as atividades. Tudo bem, ninguém vai sentir falta.

Títulos[editar]