Pequeno Polegar

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Pequeno Polegar, ao menos na versão de Monteiro Lobato, não anda muito, mesmo com as chuteiras de sete léguas(que ele infelizmente já emprestou pra seleção alemã de futebol), ele prefere passeios curtos ao andar a pé e, também ama os veículos motorizados, assim como Lobatinho que amava modernidade, mas nem por isso ele pendurou as chuteiras.

Sete Léguas[editar]

Acredite, existem problemas maiores... bem maiores.

O Pequeno Polegar, apesar de não ser necessariamente um anão, mas sim um carinha normal, com a diferença de que é mutante, ou seja, mais uma aberração do Sitio de Dona Benta. Ele tem aparência de um carinha normal mesmo, sem nada daqueles problemas de anão, mas apesar disso cabe na mão de qualquer pessoa. Doutor Caramujo já o fez crescer, mas o efeito não durou por muitos dias, o que não significa que ele não tenha aproveitado bem seu tempo com tamanho normal. Como fórmula nenhuma é perfeita, seu bigolinho continuou pequeno, não do tamanho que era quando ele estava pequenininho, mas ainda assim, ficou um pênis pequeno, em todo caso ele não mostrou muito pra ninguém, até porque ele nem é totalmente crescido ainda e, se aprontasse muito, estando sob os cuidados de Dona Benta, a responsabilidade seria dela e, ele não queria causar problemas, assim, só foi atrás de sexo uma dez vezes.

Se acha isso muito desespero apenas imagine: Quantas mulheres ele pode achar do tamanho de um polegar? Sem a permissão de Lobatinho, na Glóbis eles resolveram fazê-lo namorar uma fada, mas não sendo criação de Lobatinho, não foi nada oficial. Na história original ele tem alguma química(nunca entendi essa expressão pra se referir a tesão, mas enfim), com a Emília, mas mesmo ela sendo pequenininha, ele era ainda, muito pequeno pra ela e, ao crescer, ele ficou com tamanho de um carinha normal e ela mais criança, ou seja, não foi possível, mas ele tem esperanças de que a Emília cresça com alguma fórmula do Doutor Caramujo e sonha com esse dia amavelmente pensando na Emília.

Da parte dela, só faço nossas as palavras de Lobatinho Emília pegou Pequeno Polegar cuidadosamente como se fosse um doce e o beijou delicadamente - algo assim. Isso não ficou resolvido: Pode acreditar tamanho é uma certa barreira, apenas deu certo no Shrek: Burrinho com uma Dragoa enorme e, não sabemos nem como o Burro do Shrek conseguiu emprenhar uma Dragoa muitas vezes maior que ele... Não imagine muito.

O Pequeno Polegar participa de algumas das tretas dos netos da Dona Benta, mas não muitas, infelizmente não lembro agora, e para que o artigo ficasse mais decente teria que ler novamente, mas nem tenho os livros de Lobatinho por aqui agora e farol do Saber a essas horas está fechado, fico devendo. O Pequeno Polegar entende com sua pequena cabecinha, então você que tem o cérebro um pouquinho maior também pode entender.