Place de la Carrière

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Francia d.JPG ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Lembre-se de quem perdeu todas as guerras para a Inglaterra.


A Place de la Carrière é um nome em francês que você não consegue pronunciar corretamente, e também uma praça que fica ao lado da Place Stanislas, outra praça comum, com a diferença de que a Place de la Carrière é muito mais menor. Mas isso pode ser visto como algo positivo, pois diferente da outra, não congestiona o trânsito nem ocupa demasiado espaço, sendo menos inútil. Essa "praça" parece mais um cantinho isolado da Stanislas do que uma praça propriamente dita.

O Arco do Triunfo da praça. Qualquer semelhança com outro arco não é mera coincidência, já que todos foram copiados do original.

Junto com outras pracinhas de Nancy, ela é um patrimônio mundial devido a sua importância (?) para o mundo. Ou melhor, virou um patrimônio junto com as outras para que a França tenha mais patrimônios e pudesse competir com outros países nesse questio. A Place de la Carrière foi criada durante o domínio do rei do Quirguistão-Armênia-Ucrânia, nação existente quando a sua mãe era virgem.

História[editar]

Naquela época, esses países ficavam muito próximos da França, permitindo o domínio dessa região. Alguns anos atrás que a Pangea se dividiu por causa do movimento das placas tectônicas. O responsável por esse negócio queria criar algo parecido a uma "cidade perfeita". Naquele tempo, as pessoas acreditavam que quanto mais praças a cidade tivesse, mais melhor ela ficava. As praças tinham um papel fundamental em ocupar espaço e impedir a cração de favelas.

Quando uma favela estava em construção, bastava o prefeito mandar fazer uma praça na área para ele ter uma desculpa e expulsar os barracos. A Place de la Carrière é conhecida pelo seu Arco do Triunfo falsificado. Os arcos do triunfo na França são muito semelhantes ao Cristo Redentor no Brasil. Em milhares de cidades do interior existe uma cópia deles, esta muito mais feia e deformada que o original, claro.

Mas a população não está nem aí para isso, e apoiou o plágio a construção. Além do "Arco do Triunfo", nessa praça existe (ou existia) portões feitos de ouro, usados para encher linguiça embelezar o local. Hoje eles não estão mais por lá porque o ouro usado nos portões foram roubados por ladrões turistas que quiseram levar uma lembrança da viagem, como também ganhar um dinheirinho extra.

Veja Artigo Principal[editar]