Pokémon pseudo-lendário

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Pseudos ensinando seus filhos a brigarem, com exceção de Goodra que já sabe que irá apanhar.

Cquote1.png Por que eu não sou um psuedo também se sou mais poderoso que do que eles? Cquote2.png
Slaking sobre Pseudo-lendários
Cquote1.png Mas você morre antes mesmo de dar um simples ataque. Cquote2.png
Pseudo-lendários sobre citação acima

Sabe aqueles pokémons que geralmente evoluem em níveis absurdamente longos que o treinador não tem saco para usar por apenas aparecem no final do jogo a não ser que o treinador não tenha nada o que fazer e fique upando para jogar com este no começo, estes são os pokémons pseudo-lendários (não confundir com sub-lendários, que são aqueles lendários fillers que vem em trios ou quartetos que não estão em capas). O pseudo-lendário atualmente costuma ser mais poderoso do que maioria dos míticos, mas é geralmente mais fraco que os pokémons lendários.

Os pokémons pseudo-lendários se comportam quase como os lendários, sendo pokémons que geralmente aparecem no final do jogo e que costumamente são apelões pelo nível normal, então podem ser jogados durante a Elite 4 e o Campeão da Liga, ou o Postgame, mas já que mais da metade dos jogos de Pokémon não tem um post-game decente, então os pseudo-lendários na maioria as vezes costumam ser pokémons que não são bem utilizados.

História[editar]

Como os pseudo-lendários eram pokémons que eram na maioria das vezes muito mais poderosos que o resto dos pokémons e ficavam falando que estavam em outro patamar, os pseudo-lendários começaram a protestar para não serem considerados como pokémons normais e daí isso causou uma destruição imensa no mundo pokémon, principalmente com pokémons destrutivos como Hydreigon e Tyranitar, o que causou essa classificação a ser criada. Atualmente, os pokémons pseudo-lendários são aqueles que na maioria das vezes possuem o tipo dragão (com exceção de Tyranitar e Metagross), possuem uma linha evolutiva de três espécies diferentes e 600 de stats totais.

Com isso, os pseudo-lendários começaram a ter tratamento diferenciado, como participar de times de Elite 4 ou inclusive campeões de região, além de ser posicionados estratégicamente no final do jogo para que um treinador noob não o obtenha no começo ou meio do jogo, e apenas no final do jogo, quando já tiver um time pronto e não precise usar um pseudo-lendário, mas nem isso mexeu na popularidade desses certos pokémons quase não-jogáveis, já que são quase sempre cotados como fodões no anime, com exceção dos novos, já que isso mudou e atualmente são saco de pancadas do Pikachu hackeado.

Os pseudos[editar]

Dragonite[editar]

149MS.png É o primeiro pseudo-lendário e atualmente o mais lembrado, é o dragão que no começo todos adoravam por ser um dos pokémons mais fortes do jogo e também por dar problemas sendo um dos pokémons utilizados pelo Elite 4/Campeão Lance e por outros usuários, mas ao passar do tempo, com a existência de pseudos mais foderosos e com designs melhores, muitos passaram a olhar o próprio Dragonite com outras maneiras, agora virando mais uma espécie de Barney laranja que estragou o design de uma possível "cobra", apesar desta cobra ser um dragão. Dragonite, justamente por ser o primeiro, é utilizado muito bem tanto nos jogos quanto no anime, porém no competitivos perdeu o uso com o tempo.

Tyranitar[editar]

Até o peido de um Tyranitar costuma ser poderoso.

248MS.png Baseado no Godzilla, Tyranitar foi o primeiro pseudo-lendário que não é um dragão e um dos dois que pela falta de criatividade da Game Freak que não utilizou o tipo ex-apelão, porém se aproveita de outra combinação de tipos apelona e sua principal função é ficar tacando pedras em toda a arena, além de fazer uma ventania que dá dano na maioria dos tipos, sendo um dos pseudo-lendários mais apelões até hoje. Por causa da Game Freak cagando e andando por não ser um dragão, Tyranitar conseguiu se benefeciar disto e se tornou um dos pokémons mais utilizados no competitivo inteiro, sendo utilizado por várias gerações. Tyranitar, mesmo sendo forte ganhou uma Mega evolução, mas era tão forte que nem fez nenhum efeito em relação a sua versão normal. Quando a própria empresa viu isto, foi tarde demais e nem vários nerfs foi capaz de fazê-lo ser menos usado. Por causa de ser muito apelão, é pouco usado por treinadores no jogo.

Salamence[editar]

Salamence fugindo de uma fada.

373MS.png Novamente, a Game Freak começa a focar na criação de mais um dragão e dessa vez, um dragão que realmente pareça um dragão, não um personagem rejeitado do Barney. Salamence é um dos dragões mais rápidos existentes no jogo e começou apenas sendo utilizado por treinadores bons, como os da Elite 4, porém Salamence por ser apenas mais um dragão no mundo de Pokémon, logo perdeu espaço para outros dragões e quase foi se tornando inútil a ponto de ser igual a Goodra, porém as coisas começaram a melhorar quando Salamence finalmente conseguiu ganhar sua Mega evolução, se tornou um dos dragões mais apelões de toda a franquia, sendo o pseudo-lendário que mais possui dependência das pedrinhas de crack mega evolução.

Metagross[editar]

Metagross atacando quem o chamou de feio.

376MS.png Um dos dois não-dragões entre os pseudo-lendários, e por não ser animal, a espécie dos Metagross são as que mais sofre bullying entre os pseudo-lendários, porém é a espécie mais inteligente entre eles por ser uma máquina de metal que diz ser muito inteligente por ser do tipo psíquico. É utilizado por Estevão Pedra, um treinador de pokémons viciados em vários tipos de pedra, incluindo aquelas certas pedras, pela sua combinação de tipos, é um pokémon que costuma ser muito apelão, e é o único que ao menos tenta rivalizar com um lendário, Solgaleo, por terem os mesmos tipos, já que ser rival de um sino não pega bem.

Garchomp[editar]

Garchomp cansado após ter que aguentar toda a gordura deste Incineroar em cima dele.

445MS.png Um dragão que acabou se misturando com um tubarão e uma turbina que não se sabe como, mas pode voar e também é bom em morder coisas. Mesmo sendo constantemente nerfado pela Game Freak não importando os jogos, sempre se mantem vivo nos competitivos e nos usos de jogos e assim como Tyranitar, possui uma mega evolução inútil que serve para encher linguiça. Em termos de dificuldade, foi um dos pseudo-lendários que mais assustam as crianças até hoje, já que era o pokémon principal da campeã Cynthia e um dos motivos para os jogadores de Diamond e Pearl e Platinum desistirem do jogo, além da lentidão do jogo e a lentidão em criar um save naquilo. Garchomp costuma fazer algumas aparições no anime, mas por sua sorte, ainda não foi cotado como um saco de pancadas de pokémons fofinhos.

Hydreigon[editar]

Hydreigon em seu sonho.

635MS.png Um dragão foderoso de três cabeças que fazia cosplay do King Ghidorah do Godzilla e assim como Garchomp e talvez Salamence ou Metagross, é um dos pseudo-lendários que mais deu medo nos jogadores, já que Hydreigon antes da sexta geração era um dos pseudo-lendários que eram mais foderosos, já que não tinham ainda as fadas e era o pokémon principal do vilão doido Ghetsis, da Equipe Plasma e o dragão não morria para quase nada, nem ataques de gelo ou do tipo aço e dava jeito nos três starters pobres de Unova, porém na sexta geração em diante, Hydreigon acabou mudando de um pokémon foderoso para um pokémon saco de pancadas, já que Hydreigon passou a morrer de medo de fadas e não tinha como matá-las, diferentemente de Kommo-o.

Goodra[editar]

O final para os treinadores de Goodra.

706MS.png Um dragão gordo com um design tosco que está competindo com o Dragonite em qual dragão mais se parece com o dinossauro Barney, é um dragão feito de gosma que todos achavam que seria uma lesma pelo seus designs anteriores, mas acabou tomando o mesmo rumo de Dragonair para Dragonite e engordou bastante. É um dos pseudo-lendários mais inúteis no jogo, pelo fato de apenas ser dragão e ser criado na geração do maior inimigo de mais da metade dos pseudo-lendários, as temíveis fadas. Por sua sorte (ou não), ainda foi utilizado como pokémon da Mula de Pallet, mas virou um pokémon inútil depois que priorizaram o Greninja hackeado. Mesmo sendo ruim, é utilizado pela campeã Diantha.

Kommo-o[editar]

784MS.png Um dragão que não tinha nada de especial, então se encheu de armaduras e daí disse que era pseudo-lendário mesmo. Kommo-o é um dragão que não se sabe como, ganhou o tipo lutador mesmo sem saber lutar nada e ao contrário de Goodra, é bom no jogo, apesar de ter vários concorrentes ótimos que possam ser melhor que o próprio Kommo-o e consegue ser utilizado no competitivo mesmo morrendo de medo de fadas. Porém no anime e em termos de usos, é o pseudo-lendário mais inútil, já que não é usado por quase ninguém a não ser um rosqueiro secundário no final do jogo. Não possui nada de especial, a não ser o único lendário existente com as pedrinhas ativadas por danças toscas, as Z-Moves e possui um golpe apelão que consume muito tempo, o Lançamento de Purpurinas.

Dragapult[editar]

Dragapult tomando as lágrimas dos outros pokémons de Galar após se tornar o pokémon mais popular da região.

887MS.png É atualmente o último dos pseudo-lendários, é mais um dragão (que novidade), mas dessa vez um dragão com um avião na cabeça que seu principal uso é lançar seus filhos no inimigo, um belo exemplo de uma ótima mãe (ou pai), voar rápido demais e até mesmo ficar invisível, o real motivo dessa praga ter o tipo fantasma. Dragapult é um dragão que costuma ser muito forte pela sua combinação ótima de tipos, ótimos golpes e grande uso nos competitivos do jogo por ser um pokémon rápido e por causa disto, ganhou a eleição de pokémon mais popular de Galar. Ainda não apareceu no anime para apanhar do rato elétrico hackeado. É utilizado pelo campeão do jogo e atualmente divulgador de Charizard, Leon.

Ver também[editar]

  • Dragão, a espécie de quase todos pseudo-lendários.
v d e h
Terminologias de Pokémons