Poliamor

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
264939.jpg ATENÇÃO:
Simplesmente estamos cagando e andando para quem não gostar do conteúdo deste artigo e, por conseguinte, das opiniões e sugestões dos mesmos. We just couldn't care less.
Pewds Fuck You.jpg Este artigo é IMORAL!

Você deve estar achando que este artigo é uma afronta, uma pouca vergonha, uma baixaria... FODA-SE!!! Vai fazer algo que preste e não foda minha paciência!!

Feminazi.png Este artigo é feminista!

Provavelmente um macho escroto que não encontra o clitóris fez bropriating da mina empoderada que criou o artigo.

Aviso: pode conter male tears de hétero.


DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ......pegar DST por não "querer saber com quem seus parceiros transam" pode levar à morte?

Cquote1.png Você quis dizer: Vagabundice Cquote2.png
Google sobre Poliamor
Cquote1.png Poliamor? Na minha época chamavam de "corno manso". Cquote2.png
Você sobre Poliamor
Cquote1.png Ou menos assumam de uma vez que isso é só sobre sexo e deixa de colocar rótulo pseudointelectual na coisa!! Cquote2.png
Qualquer um sobre Poliamor
Cquote1.png Isto é uma vergonha!! Cquote2.png
Bóris Casoy sobre Poliamor
Cquote1.png Monogamia não é natural! Cquote2.png
Scarlett Johansson, após 2 casamentos fracassados, sobre Poliamor
Cquote1.png Mimimi! Sua monogamia me oprime! Mimimi! Cquote2.png
Vadia Poliamorosa sobre Poliamor
Cquote1.png Sua mãe morreu? Tenho pena mas hoje é dia de estar com o Reginaldo. Cquote2.png
Vagabunda Poliamorosa sobre morte da mãe do Tiago no dia em que é para estar com o Reginaldo
Cquote1.png Pinguims monogâmicos, capitalistas e opressores! Cquote2.png
Puta Poliamorosa sobre Pinguim
Cquote1.png Tudo puta! Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre citações acima
Cquote1.png Poliamor não é forma válida de relacionamento, é só frescura de quem quer trair à vontade seu parceiro. Cquote2.png
Médico especializado sobre Poliamor
Cquote1.png Burrão! Mente fechada! Nada pós-moderno, desconstruído! Oprimido pela sociedade capitalista judaico-cristã ocidental! Só falando baboseira sobre coisas que não percebe. Quem é você para vir criticar meu estilo de vida? Não percebe nada do assunto! Cquote2.png
Cafajeste Poliamoroso adolescente sobre citação acima
Cquote1.png Moderno ? Isso não tem nada de moderno !!! Isso não é uma evolução da sociedade mas uma involução!!! Vocês querem que nós voltemos a viver como os gorilas e chimpanzés, macacos burros e irracionais!!!! Cquote2.png
Conservador sobre citação acima
Cquote1.png Aliás, indianos, chineses, coreanos, japoneses, povos que nem sequer são cristãos já abandonaram a poligamia. Cquote2.png
Conservador sobre citação acima

Só mais um dia normal numa casa poliamorosa.


Poligamia Poliamor (por vezes designado por Amor Livre) é mais um conceito bosta e hipócrita pós-moderno-marxista-esquerdal-bi-genderfluid-vegan que é dado a de quem sofre de vagabundice crônica. Praticado por cafajestes e vadias que agregam a si mesmos uma manada de cornos mansos que acreditam que os primeiros os "amam-de-verdade-porque-são-mega-desconstruídos-e-amam-todo-o-mundo-e-isso-não-é-putaria-nem safadice-mas-amor-de-verdade" e que nesse andar, e com tanto amor para dar ao mundo, ainda podem ser canonizados pelo Vaticano e idolatrados na capela mais próxima.

Os adeptos dessa bosta modalidade minoritária, sendo iguais à seitas papo de doido dos Bastardos Unidos, querem impingir isso ao resto da Humanidade, dizendo que isso não tem nada de ver com sexo, que é tudo amor, que esse negócio de traição não existe porque a monogamia é uma invenção da sociedade capitalista judaico-cristã, que oprime as pessoas e não as deixa expressar sua sexualidade de "modo natural" e "saudável" WTF?... Pena para eles, que a poligamia é proibida por lei. Entre os passatempos favoritos desses adolescentes desocupados encontra-se xingar médicos que descredibilizam essa prática e apoiar supostas psicólogas vadias praticantes dessa parafilia.

Origem[editar]

Esse conceito mega-descontruído e híper-pós-moderno, surgiu com as seitas papo de doido de hippies com o cérebro entulhado de maconha e LSD na Década de 80 nos Bastardos Unidos da América. Só aí você está vendo que não pode levar nada disso a sério.

Como Surge?[editar]

Tudo se inicia com uma vadia ou um cafajeste adolescente. Estes iniciam um namoro com outra pessoa, mas como sofrem de vagabundice, de um ego do tamanho do mundo e cara-de-pau, são incapazes de assumir compromissos e de aprofundar relacionamentos, cometem traição várias vezes, fazendo de seu parceiro um corno. Quando assumem suas traições, são deixados por seus parceiros excepto se estes forem cornos mansos.

Certo dia, enquanto pesquisando na Internet, encontram algum blog feminista pregando acerca do "Poliamor" e do "Amor Livre" e se apercebem dos benefícios dessa prática: Para quê escolher um só parceiro quando posso ter um harém em casa? Então, o próximo passo é se inscrever em algum fórum digital babaca de Poliamor, para encontrar cornos mansos sem amor próprio que aceitem estar numa relação com 3, 4, 5, 6 ou mais pessoas, recebendo migalhas de sexo "amor" do elemento central da relação, esse magnífico e magnânimo iluminado que tem tanto amor para distribuir, que até tem uma agenda para organizar os dias da semana em que é para estar com cada um dos seus cornos parceiros. No 14 de Fevereiro, "Dia dos Namorados", vão todos jantar fora e ao cinema e, como aquilo não funciona como suruba (como seus praticantes fazem questão de dizer), depois fazem fila à porta do quarto para esperar a vez de transar o elemento central, num processo semelhante ao que ocorre na Casa da Mãe Joana.

Olhe aí, mulheres poliamorosas procurando o Poliamor.

Em certa altura, um dos elementos desse "relacionamento" que não é relacionamento porra nenhuma vai-se aperceber da bosta onde está afundado e o que está fazendo com sua vida (fenômeno também conhecido como "maturidade"), e começa a compreender que o elemento que une toda aquela gente não passa de um escroto egoísta que só tem amor por si próprio e que toda essa teia de namoradas/namorados só existe para alimentar seu próprio ego. Então, vai querer cair fora. Aí vem a célebre frase "o Poliamor não é para todos", enquanto há segundos atrás pregavam que "a monogamia não é natural". Então, um elemento caí fora, e o elemento central tem de ir procurar outra pessoa "mega descontruída, pós-moderna e nada oprimida e super a favor da libertação sexual" para continuar alimentando seu ego.

O Que Define?[editar]

Exemplo de casal poliamoroso, super mente aberta, liberal, desconstruído e pós-moderno, sambando na cara dos monogâmicos.

Para os adeptos adolescentes dessa modalidade, conhecidos como vadias e cafajestes "poliamorosos", "poliamorosas" ou, para os mais desconstruídos e gender-fluid, "poliamorosxs", o Poliamor (ou "Amor Livre") é considerado o modelo mais natural e saudável de relacionamento de putaria amoroso entre seres humanos muito pós-modernos, pós-coloniais, pós-humanos, pós-História, pós-a-puta-que-vos-pariu, que são muito mente aberta, liberais e superiores a todos os babacas inferiores que praticam a monogamia, porque são todos oprimidos pela sociedade capitalista judaico-cristão e ainda não foram manipulados iluminados com a bosta infinita sabedoria que esses escrotos têm a dizer, sendo abusivos e controladores de seus parceiros porque assumir compromisso é coisa de conservador e fascista.

  • Complexo de Vagabundice/Corno Manso Amor Universal: Ser "poliamorosx" é transar "amar" todo o mundo, e amar ser corno ver seu parceiro transar todo o mundo também, sem que isso lhe faça ciúmes, porque seu parceiro não é sua propriedade e pegar DST também pode ser consequência disso;
  • Relacionamentos monogâmicos são violentos, opressivos e abusivos: Mas usar a abusar dos sentimentos alheios só para satisfazer seu próprio ego, não Se você está num relacionamento monogâmico por escolha você é oprimido e está a oprimir o outro;
  • Não importa o gênero: Se você quer ser mega-hiper-descontruído tem de incluir transgênero, travesti, e todos os outros pseudorótulos de identidade sexual que foram criados na última década para demonstrar que é super pós-moderninho e sambar na cara desses inferiores monogâmicos fascistas.

Afiliados[editar]