Poste

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Um poste comum, Xangai, China.

Cquote1.png Você quis dizer: Fernando Haddad Cquote2.png
Google sobre Poste
Cquote1.png Você quis dizer: Pau? Cquote2.png
Google sobre Poste
Cquote1.png Você "cabô" com a diversão! Cquote2.png
poste reclamando de seus cabos...
Cquote1.png Minha segunda casa! Cquote2.png
Puta sobre poste.
Cquote1.png Viviam achando que eu era isso... Cquote2.png
Bosque chamado solidão sobre ser confundido com um poste.

Poste é um toco de madeira em formato de cilindro que fica localizado na frente de seu barraco. O poste serve para sustentar os cabos e fios, que por sua vez fazem a transmissão de energia elétrica distribuindo luz para todos os lugares escuros de uma cidade, exceto lugares mais longínquos do centro. Ele previne que ocorra um curto-circuito, protegendo os animais de levar um choque. Também pode suportar uma lâmpada de 2 watts, para a iluminação pública.

Historia[editar]

Distribuição feita com sucesso, foto de 1904.

Assim que a lâmpada foi inventada lá em 1900 e guaraná com rolha, deu-se a ideia de distribuir luz para todos em sua casa (não precisando andar com um lampião e correr o risco de morrer queimado). Dai inicia-se o capitalismo da energia, fábricas são abertas e impostos aumentam. Por outro lado, não sabiam como distribuir a energia, surgindo então os fios de alta tensão suportados por troncos de árvores. A França, anus luz à frente dos outros países, teve sua distribuição feita no esgoto subsolo das suas cidades, possibilitando a melhor manutenção dos cabos e menores chances da luz faltar por um mês e ainda pagar pela falta dela.

Com o tempo o poste se tornou mais sofisticado, podendo ser feito com ferro, cimento ou aço. Também ganhando uma lâmpada para a iluminação da rua para aqueles bêbados que ficam altas horas na noitada.

Cabos[editar]

Os cabos e fios são muito importantes, porque foi por eles que o poste existe. Para mais detalhes, ver: fios de alta tensão

Videos[editar]

Galeria[editar]

v d e h
Grandes (ou pequenos) artigos fálicos da humanidade