Predefinição:Em destaque

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Exemplar do Flyer I no museu, o único avião movido a catapulta.

A era pioneira da aviação refere-se ao período em que a aviação ainda era precária assim como o banheiro de sua casa, um momento único na humanidade onde todos os aviões eram feitos de papel (ou alumínio), pessoas morriam de maneiras idiotas fazendo coisas idiotas, e a viagem por cima das nuvens nem se imaginava. É comumente aceito entre os anos de 1901, ano em que papa Leão XIII abençoou o primeiro avião; e 1914, ano em que a Primeira Merda Mundial começou.

Durante a última década do século XIX, os aviões que existiam na época eram os dirigíveis, balões enormes que pareciam com grandes toletes de bosta voadoras, há de se imaginar que naquela época onde ainda as pessoas cagavam no mato, mas que andavam à toa nas ruas apenas para mostrar o seu chapéu, não era assim tão adequado que grandes merdas rodopiassem por aí apenas para levar meia dúzia de gente para ver o céu.

No entanto, a procura por construir um avião de verdade se tornou mais do que uma doidice individual, mas uma alienação em conjunta que explodiu em 1900, já que gurus de numerologia adoravam dizer que a novo século traria paz e prosperidade para uma minoria ou para os mais desafortunados da vida.

Antes da era pioneira da aviação, macacos que me mordam, mas o ser humano era mais burro do que um porta, não podia ver o céu que já queria se atirar para ver se voava. Claro, todos falhavam, então veio uma lógica, ainda no século retrasado, quem fazia a fama eram os veículos mais leves do que o ar, como o balão, porém quiseram se arriscar e acabaram indo para os veículos mais pesados do que o ar.

Clique aqui para continuar lendo
Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter