Quiriguá

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Quiriguá ("Quero Água", traduzido ao português) foi uma importante cidade maia que nunca foi invadida pelos astecas já que nem eles conseguiam encontrar essa cidade camuflada na selva.

História[editar]

O sagrado Pedregulho dos Deuses, que a população de Quiriguá acreditava ser as fezes do Deus Huracan.

Quiriguá foi fundada pelo rei maia Butz Tiliw" e "K’ak’ Tiliw Chan Yo'a, o Juscelino Kubitschek das civilizações pré-colombianas. Butz Tiliw" e "K’ak’ Tiliw Chan Yo'a mandou construir Quiriguá em algum local isolado na Guatemala com o objetivo de descentralizar o estado maia, essa cidade só não era mais difícil de achar do que soletrar Butz Tiliw" e "K’ak’ Tiliw Chan Yo'a.

Certa vez, a cidade foi visitada por Siegfried, que perdido, foi emboscado pela população de Quiriguá, que como você já sabe, eles eram canibais. Após um feroz luta, Siegfried perdeu e seu derramamento de sangue fez com que Quiriguá seja atualmente a cidade mais bem preservada de toda a Mesoamerica e por isso, um patrimônio mundial. Outra teoria diz que a cidade apenas não foi invadida pelos vândalos.

Depois que o Rei "Coelho XVIII" transferiu a capital da Guatemala de Quiriguá para algum outro lugar aí, a cidade caiu no esquecimento.

As Ruínas[editar]

A cidade é famosa pelas suas várias estelas e pedras gigantes que foram movidas por telecinese, a especialidade do povo quiriguano.

Há ainda inúmeros calendários espalhados, porque os maias não gostavam de perder a hora, e seus calendários proféticos também vinham a calhar

O grande destaque fica por conta do moderno estádio de futebol de Quiriguá, aonde atualmente joga a Seleção Guatemalteca de Futebol.