Røros

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira do Reino da Dinamarca e Noruega.png Ek est årtikkel Norsk!

Este artigo desfruta do melhor IDH do mundo! O autor bebe hidromel, ouve black metal, nada em petróleo, é descendente de vikings e mora perto de um fjord.

Lembre-se que foi Leif Eriksson quem descobriu a América.


Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.



Cquote1.png It's rainning man, Aleluia! Cquote2.png
Parte do Hino da cidade de Røros


Røros é uma cidadezinha do interior da Noruega muito famosa devido a exploração de minérios naturais como o couro de jacaré azul, olho de lagartixa cinza e em último lugar e não menos importente, o cobre.

É uma das raras cidades Norueguesas em que o Black Metal não é o principal estilo músical, pois como a base econômica era a mineração, as músicas favoritas eram as marchinhas da história da Branca de Neve e Os Sete Anões, ídolos máximos da cidade.

História[editar]

Centro da cidade, no fim de fevereiro isso vira Sodoma e Gomorra.

É bizarra, pode crer. Diz a lenda que Røros surgiu a partir do relacionamento extra-conjugal de um veado com um camponês padeiro chamado Hans Olwen Wilson Aasen Hansen, que ambos cansados da vida que levavam, e de viver fazendo as coisas às escondidas, resolveram fujir do lugar onde moravam para construir um novo lar e uma nova família bem longe do inferno de onde viviam.

Ao se mudarem para o local escolhido, Hans Olwen Wilson Aasen Hansen começou a exercer suas atividades diárias comuns de camponês, equanto seu, quero dizer, sua companheira, ou companheiro veado cuidava dos afazares de casa. Cansado da vida de camponês, Hans Olwen Wilson Aasen Hansen passou a se dedicar nas atividades de mineração.Porém, tudo o que ele encontrou na região foram minas de cobre fudido.

Como não tinha o mínimo interesse em cobre, e achava que nunca ficaria rico ao explorar tais minas, ele passou a divulgar nas maiores cidades da Noruega seu achado. Com isso, várias empresas se interessaram na exploração deste mineral, e a terra ficou mais valorizada, fazendo o velho Hans Olwen Wilson Aasen Hansen e seu veado ficarrem podre de ricos.

Após uma invasão da Suécia, comandada por um general skinhead, toda a população da cidade foi massacrada, inclusive os seus fundadores. Mas o movimento GLS Norueguês tratou logo de reconstruir a cidade, pois como viveriam sem a sua maior cidade gay.

Pontos turísticos[editar]

Prefeito da cidade de Røros, em um dia comum.

Os melhores e maiores locais para entretimento na cidade são as boates. Boates GLS, para ser mais claro. O centro histórico da cidade também é bastante visitado, pois lá é onde dizem que Hans Olwen Wilson Aasen Hansen e o veado tiveram seu primeiro encontro secreto.

Um decreto de 1853 ordenou que todo o fim do mês de fevereiro deverá haver um desfile de carros alegóricos em comemoração à fundação da cidade. Além dos desfiles de carros alegóricos, paralelo a essa festa, há uma festa a fantasia na maior boate GLS da cidade, encerrando assim, as principais festividades da cidade.

Ver Também[editar]