Raúl González

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Futebolista chaves22.JPG Este artigo é sobre um futebolista

Ele é caneleiro, vive descendo a lenha e é melhor que o Busquets!
Se você torce pra esse perna de pau analfabeto, o problema é seu.

Veja outros futebolistas aqui.

Pele33.jpg

Cquote1.svg Nosso ídolo! Cquote2.svg
Flamenguistas sobre Raúl González

É pra sair mesmo?

Raúl González Blanco (Madrid, 27 de Junho, 1977) sim, você finalmente achou a página do maior matador da história do futebol, mas mesmo pouco lembrado pelos torcedores já que o Real Madrid despreza seus ídolos. Também conhecido como pé de gancho, encobria os goleiros com a mesma facilidade com que o Frota encobriu a Rita Cadilac e também, cobriu um dos filhos de Jair Bolsonaro.

Olé![editar]

Não que driblasse tão bem como se estivesse numa tourada, mas verdade que se não fosse espanhol (na realidade nasceu no Brasil, no Rio Grande do Sul e ganhava dinheiro fazendo espanhola com suas mamicas, por isso a confusão), não teria ficado tanto tempo no Real Madrid. Ruim pra caralho, lento, não driblava, não passava, não tinha força, mas achavam que era um representante do país, por isso o deixavam no time, do contrário Michel Baconzitos seria o único representante... É bem verdade que fez muitos gols(na área era foda), mas com a barca que jogava, até tua mãe grávida de 9 meses, faria mais gols. Por fim, um dia o manda-chuva apaixonado pelos serviços tetais foi embora e acabou a mamada, digo, mamata, e nunca mais foi visto em time grande.

Não se sabe mesmo porque essa mula manca ficou tanto tempo no Real Madrid, talvez seja pra carimbarem a ideia de que não deve ser por falta de lesões que um jogador não deve adquirir mais lesões, pra depois ficar de molho e voltar com cara de bunda pra ser abraçado pelo time... time sempre se renovando, menos a posição dele, até porque nem trocou muito de posição ou até foi trocado de posição ao menos teoricamente, mas sempre pareceu continuar na mesma posição, fazendo os mesmos dribles e lances, então acertou muitas vezes... já que foi uma década e meia, havia mesmo de acertar algumas vezes.

Ficou conhecido mesmo por ser o mais fraquinho dos "Galáticos", ofuscado pela careca cintilante de Roberto Carlos e a barriga de Ronaldo Fofômeno. Jogava com a camisa 7, motivo pelo qual gerou atrito com o metrossexual inglês David Beckham, que queria o número pois vestia-o desde os tempos de Manchester United. Por estar mais tempo na casa e por ter um pau maior (Victoria Beckham e Ryan Giggs já desmentiram o rumor), o espanhol acabou vencendo a disputa interna. Foi obrigado a ceder, porém, anos mais tarde, quando outro metrossexual, dessa vez um da Ilha da Madeira, comprou o clube pra evitar qualquer briguinha de vestiário pela #7. Na seleção espanhola era titular incontestável, mas por ela só ganhou decepções, nenhum título nos 102 jogos e 44 gols entre 1996 e 2006, o máximo que conseguiu foi um vice-campeonato europeu em '96, isso no time sub-21.

Ganhou muitos títulos pelo clube madrilenho, mas só um importa: a final do Mundial (Copa Toyota não é mundial, lamento) Toyotão de 1998, contra o Vasco, quando fez o gol mais famoso de sua vida, entortando as pernas de dois zagueiros e tocando no fundo do gol, pra alegria de milhões de flamenguistas. De 1994 até 2010 fez 323 gols em 741 jogos mas foi embora do clube sem nenhuma homenagem. Foi se aventurar na Alemanha jogando no Schalke, e fez 40 gols em 98 jogos até 2012, e ganhou despedida no time primeiro no que o nariz empinado do Real Madrid. Antes de pendurar as chuteiras ainda deu umas brincadas jogando no Al-Sadd marcando só 16 gols em 61 jogos (2012-2014) e já com o saco azedo por causa da idade encerrou a carreira no New York Cosmos com 9 gols em 32 jogos entre 2014 e 2015.

Curiosidades[editar]

  • Em 1995, homenageando o então título da La Liga do Real, a banda Tias Fofinhas gravou a música "Raoul and the Kings of Spain".


Este artigo é um esboço e só fala merda!!
Você pode ajudar a Desciclopédia se limpar toda a merda dele.
Flag of Spain.svg
Flag of Spain.svg

Goleiros: ZubizarretaCañizaresCasillasValdésMiguel AngelZamoraArconadaBuyoRamalletsUrrutiIribar
Zagueiros e laterais: HierroFerrerMichel SalgadoNadalCamachoPuyolSergiGordilloPeriko AlonsoZocoChendoAlexancoCamarasaHelgueraIván CampoPiquéQuincocesAlba
Meias: XaviIniestaAmancioBasoraLuis Suárez dos anos 60GuerreroMendietaGerardAmorEtxeberriaFàbregasBusquetsCamineroPep GuardiolaCamineroLuis Enriquedel BosqueXabi AlonsoSenna do BrasilVíctorKiko
Atacantes: RaúlGentoTorresBakeroSantiago Bernabéudi Stéfano (argentino) • Paulino AlcántaraZarraPichichiDavid VillaDavid SilvaSalinasButragueñoMíchelSantillanaLángaraPirriBegiristainRexachPiru GaínzaAlfonso