Ran

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Zeu.jpg Oh my God!!

Este artigo se trata de algum(a) deus(a) que foi ou ainda é adorado por milhões de pessoas em algum templo. Se vandalizar esse artigo, Kratos lhe pagará uma passagem só de ida para o Submundo.

Tubarão.jpg Este artigo é aquático!

E é especialista em natação. Se você vandalizar, ele te joga uma tsunami, então cuidado com os tubarões e não leia sem usar uma máscara de oxigênio.

Cquote1.svg Você quis dizer: Cquote2.svg
Google sobre Ran
Cquote1.svg Então morre diabo!! Cquote2.svg
Ran sobre alguém que não quis se casar com suas filhas.

Essa é Ran

Ran é a deusa nórdica Jotun do mar. Ela é casada com Ægir e tem nove filhas com ele pois na época não existia preservativos.

Funções[editar]

Uma das filhas de Ran participando de um anime.

Aqueles que morrem no mar não vão para Valhala ou pro quinto dos infernos pra Hellheim, então Ran é responsável por estes presuntos. Ela recebe muito bem quem possui ouro (até depois de morto pobre se lasca) por isso os que iam para o mar levavam objetos de ouro. Ela tinha uma rede que usava para capturar água-viva pessoas que morriam afogadas.

História[editar]

Embora Ran tenha varias menções, ela não tem aparições, dificultando a pesquisa. Com muito esforço, conseguimos descobrir a historia de Ran. Mistarblindi teve uma filha chamada Ran, como na época não existia mar, ela não fazia nada a não ser editar em um site inútil. Até que um dia Odin e seus irmãos Vili e Vé resolveram matar um gigante chamado Imer e do sangue dele foi criado o mar, e então Ran e Ægir tiveram que trabalhar. Como eram noobs, eles foram para a Grécia pedir ajuda a Poseidon e Anfitrite de como governar o mar. Nessa viagem, eles conheceram os outros deuses e com eles aprenderam o incesto e resolveram se casar e tiveram as suas filhas, também encontraram Sileno e com ele Ægir aprendeu a fazer pinga.

Após voltarem para a Escandinávia, os deuses pediram para que Ægir fizesse cachaça para eles, mas Ægir "precisava" de um grande caldeirão para fazer a pinga. Tyr diz que Bruxa do 71 seu pai Hymir tinha um caldeirão grande o suficiente, Thor vai em busca do caldeirão mas vamos contar essa história em outro artigo, o que importa é que Thor trás o caldeirão e após isso todo o inverno os deuses vão tomar cachaça na casa de Ran e Ægir.

Relações[editar]

O marido e as filhas de Ran.

Como dito antes, Ran é filha de Mistarblindi junto de Ægir, Logi e Kari. Ægir se tornou seu marido após uma viagem à Grécia, e como os deuses gregos que possuem o costume de fazer incesto, eles acabaram aprendendo também a cometer e desse casamento tiveram nove filhas pela falta de preservativos chamadas:

  • Himinglæva
  • Dúfa
  • Blódughadda
  • Hefring
  • Udr
  • Hrönn
  • Bylgja
  • Kára
  • Kólga

Acredita-se que elas sejam as mães de Heimdall (sim, mães, Heimdall tinha nove mães biológicas e não me pergunte como isso aconteceu) mas ainda não saiu o resultado do teste de DNA.

Apesar de serem Jotuns, Ran e Ægir eram muito amigos dos deuses e era Ægir que preparava a pinga para os deuses que iam beber no boteco palácio de Ægir todo inverno.

Morte[editar]

No Ragnarok, a cobrona Jormugandr se debateu e expeliu veneno nas águas, transformando-as no Rio Tietê matando todas as criaturas marinhas. Se até mesmo Thor virou defunto pelo veneno de Jormugandr, Ran e Ægir também viraram. Mas eles podem ter sobrevivido e até hoje estão cuidando de seu barraquinho que, aliás, estaria indo bem: Eles já teriam adquirido o boteco no fim do universo e o boteco na capital do Acre.

Veja também[editar]