Reinaldo Azevedo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Este artigo foi provavelmente escrito por petralhas. Tio Rei vai chutar a bunda deles e jogar umas moedinhas para os que não entrarem na TV Pública do Franklin Martins.
Barrichello Criyng.jpg Reinaldo Azevedo é um(a) PERDEDOR(A)

E não adianta chorar, sempre vai se foder bonito.

Clique aqui para ver outros azarões.
60px-Bouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Reinaldo Azevedo.
Crystal Clear action bookmark.svg.png Reinaldo Azevedo Crystal Clear action bookmark.svg.png
ReinaldoAzevedo.jpg
Apesar da aparência, é um terráqueo
Origem link={{{3}}} São Paulo Bandeira do Brasil Brasil
Sexo O pessoal do MIB ainda procura descobrir o sexo do alien
Ocupação Ser parcial.
Profissional
Profissão Anterior Ator que interpretava aliens em filmes
Conchavo Olavo de Carvalho.
Maior Escândalo Não é tão famoso assim...
Perfil
Nível de Inteligência Icon 00 percent.png
Plásticas Adição de órgãos humanos.
Vícios Trotskismo.
Emissora Atual Fox News.
Preferências
Livro Nuvola apps bookcase.png Os livros do astrólogo Olavão
Música Emblem-sound.svg.png Ramones.
Prato O que aliens comem? Sexta no Globo Repórter
Filme 1984.



Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Maníaco da Veja? Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Reinaldo Azevedo
Cquote1.png REI, REI, REI, REINALDO É NOSSO REI! Cquote2.png
"Reinaldetes" histéricas sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png Primeiro jornalista a tentar copiar o estilo "boca-porca" de Diogo Mainardi, que foi o primeiro colunista a tentar replicar o estilo "nervosinho" de Arnaldo Jabor, que foi o primeiro cronista a tentar imitar o Paulo Francis, que foi a primeira bicha-véia a tentar chupar o estilo único de Nelson Rodrigues, que plagiava o inimitável Eça de Queiroz Cquote2.png
Revista de História sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png Porta-voz da classe-média com curso-superior incompleto na faculdade Estácio de Sá, adestrada pela revista Veja e novelas da Globo, que se acha o must e acha o fim ser governada por um apedeuta, além de morrer de medo de perder o apartamento de 50 m2 financiado pelo SFH para os Sem-Terras Cquote2.png
Globo Rural sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png Faz parte, ao lado esquerdo de Arnaldo Jabor, dos ex-esquerdistas que deixaram a esquerda depois que Lula ganhou com a esquerda e eles não ganharam nenhum cargo no governo de esquerda, apenas um pé esquerdo na bunda... Cquote2.png
Revista G Magazine sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png Acredita no papa Bento XVI e na Virgem Maria, não acredita no aquecimento global nem nas células tronco. Acredita na Guerra do Iraque e em Jonh McCain, no Eurico Miranda, na imparcialidade da Veja, na limpeza étnica em Gaza, no Saci-Pererê, em Papai Noel e que o Vasco da Gama vá sair dessa. Cquote2.png
Família Cristã sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png Sobrevive de um nicho de mercado muito grande no Brasil: a exploração da fauna incauta com tendências fascistas, potenciais eleitores de Maluf e Jair Bolsonaro, descendentes de sinhazinhas e sinhozinhos escravocratas, preconceituosa até os cabelos do tóba, que se acha oprimida por qualquer expressão ou manifestação de bom-senso, bon-tom, bons modo, boa educação, boa inteligência, e por qualquer coisa que comece com bom ou boa, inclusive bom-dia e Juliana Paes, respectivamente. Cquote2.png
Mundo Animal sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png Se hay bom-senso soy contra! Cquote2.png
Tio Rei sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png Crescer é ter direito a ser idiota e poder contar pra todo mundo. Não gosto de aviões (giseles), comida japonesa (sabrinas satos), comunistas (pois me comeram quando criança), jazz (me lembra a morte), solo de sexofone (me lembra motel), presidentes semi-analfabetos (me lembra em quem votei), especialistas em vinhos (me lembra meus patrões), pão com gergelim (me lembra Mac Donald´s) e gente que faz passeata pela paz (me lembra mulheres). Enfim me odeio e sou bicha enrustida, por isso odeio todo mundo, inclusive você! Cquote2.png
Reinaldo Azevedo sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png "Azevedo freqüentou alguns cursos de Letras na Universidade de São Paulo e formou-se em Jornalismo". Depois de frequentar vários cursos de letras, juntou todas as participações incompletas e conseguiu um diploma de jornalista Cquote2.png
Isso mesmo que vocês leram e foi tirado da Wikipédia (confiram!) sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png Com jornalistas como esse, quem são os idiotas que compram jornal nesse país, se podem ler de graça essas porcarias na internet????? Cquote2.png
Alguém de bom senso sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png #%&#§!! &#§&!! *#§&*#§! Cquote2.png
Reinaldo Azevedo sobre Lula
Cquote1.png #%&@#§&!!!#§&@#§&#§!! Cquote2.png
Reinaldo Azevedo sobre PT
Cquote1.png #%&*#§&#§!! #&@#§&@#§! Cquote2.png
Reinaldo Azevedo sobre qualquer coisa que lembre o PT e o Lula
Cquote1.png Ô Leitor, mas esse é u-ma bi-chooooooona!!! Cquote2.png
Paulo Silvino sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png É meu (único) amigo! Mas não precisa espalhar... Cquote2.png
Diogo Mainardi sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png O que seria de mim sem eles? Cquote2.png
Reinaldo Azevedo sobre Petralhas
Cquote1.png Usei tecidos do intestino para preencher os vazios. Cquote2.png
neurocirurgião sobre operação de cérebro do Reinaldo Azevedo
Cquote1.png Olha Quico, ganhei uma peixada no Ministério, pus a mão numa bolada e NÃO-TE-DOU-Ô! Cquote2.png
Hugo Chaves sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png Petralha é a P*Q*P!. Cquote2.png
Petista sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png Reinaldo Azevedo é o humorista mais adorado do Brasil, amado por todos, menos pelos petralhas, que inexplicavelmente conseguem antipatizar com tão engraçada figura. Cquote2.png
O irmão Quico sobre Reinaldo Azevedo
Cquote1.png Ele se orgulha de ser o mais citado como filho-da-puta no google, postando o comentário de um fã(??)seu, citando o e-mail recebido em seu blog. "Reinaldão Sinto desapontá-lo, mas você passou o Jabor em referências no Google, são 542.000 contra 537.000 do Jabor." Cquote2.png
Reinaldete
Cquote1.png Volto logo, tenho mais de 400 comentários para mediar. Esperem um pouco aí... Cquote2.png
Reinaldo Azevedo sobre Reinaldo Azevedo, pouco antes de liberar os 23 dos 423 comentários, os únicos que não o xingavam.

Tucanaldo Azevedo é um mestiço de Pit bull banguela e Poodle da famiglia Civita, mantido pela revista Veja em um blog, especialmente para atacar petralhas, Lula, PT e qualquer indivíduo de quem o patrão falar que não gosta. Outra missão do blog é defender, sem parecer que está defendendo, qualquer um dos amigos do patrão. Extremamente articulado, escreve com a finesse de um pedreiro cantando gostosas passantes e a delicadeza de prostituta zona do porto. Acredita-se que seu estilo seja consequência da substituição de pedaços de seu cérebro, removidos em consequência de um tumor, por tecidos do intestino grosso. Além das risadas com seus textos involuntariamente engraçados, seu blog rende outros passatempos, como calcular o percentual de palavrões em relação às palavras normais, quase sempre com vitória absoluta dos primeiros.

Biografia

Este aqui leu o blog do Reinaldão e não gostou. Por que será?
Apesar da semelhança dos irmãos, Tio Rei não conseguiu a vaga de dublê do Quico.

Reinaldo "Tio Rei" Azevedo nasceu na cidade de Doscórgos (pronuncia-se "dois córregos", o que significa, em Língua Portuguesa, "par de pequenos rios com fluxo de água bastante tênue" ou "par de ribeiros de pequeno caudal"). Tal fato é negado peremptoriamente por todos habitantes decentes desta desconhecida cidade do mal estado de São Paulo. É filho de dona Sméagol Gollum Azevedo, uma beldade hobbit de quem herdou a beleza física, e de E. T. de Varginha Azevedo. É irmão quase-gêmeo-univitelino-cara-de-um-bunda-doutro de Quico Villagrán, conhecido menino mimado e amigo do Chaves. Os irmãos foram separados ainda pequenos quando a Universidade Nacional do México resolveu estudar as mutações genéticas induzidas pelo consumo excessivo de pamonhas de Piracicaba em Doscórgos. Foi com Tio Rei que Quico Villagrán aprendeu a xingar os outros de "petralha! petralha!" (no sotaque mexicano soa como "gentalha! gentalha!").

Desde criança Tio Rei sentiu que era uma pessoa diferente pois não se interessava pelas brincadeiras imbecis dos moleques de rua. Entre jogar bolar e ler um livro, preferia brincar de boneca com as meninas da rua. Aos nove anos sua vida mudou. Os estudos de catecismo na sacristia com o padre Manuelzão fizeram com que descobrisse o amor divino em sua plenitude. A experiência foi tão marcante que o jovem Reinaldo ficou uma semana sem poder sentar-se. Desde então, é fielmente Católico.

Aos 12 anos, sensibilizou-se ao ler o clássico "O Jovem Toerless" ("Die Verwirrungen des Zöglings Törleß") de Robert Musil. Ao ler as agruras do personagem Bassini teve a primeira ereção que ele escondeu colocando o livro na frente das calças enquanto a bibliotecária enrubecia pensando que aquilo era por ele ter olhado as pernas dela. A partir de então decidiu dedicar a sua vida às artes da literatura e do teatro gay da praça da República em São Paulo, capitá. Como homenagem, ao iniciar seu blog no site da VEJA, mantinha sempre um texto esclarecedor para os entendidos copiado d'"O Homem sem Qualidades" ("Der Mann ohne Eigenschaften"), também do Robert Musil.

Deixou sua cidade natal aos 17 anos para estudar na capitá São Paulo. Influenciada pelo seu mais famigerado habitante, Doscórgos criou um concurso literário famoso em todo o Brasil pela indiscutível qualidade artística de seus concorrentes. Tio Rei entrou no curso de letras da USP onde, em uma classe composta somente por mulheres, destacou-se por ser o único com careca precoce. Fez sucesso entre as mulheres do curso como exemplo daquele "sujeito que eu nunca xavecaria mesmo sendo o único do sexo masculino na minha turma".

200pxReinaldo Azevedo mostra o tamanho ideal para aquilo que ele gosta de esconder.

A vida do estudante pobre do interior na cidade grande revelou-se difícil. Para se sustentar, Reinaldo Azevedo tentou sem sucesso trabalhar como michê e em shows eróticos de boates gays. As coisas melhoraram quando com o lançamento do filme E.T. passou a ser convidado para representar o personagem principal em espetáculos ao ar livre na praça da Sé. Foi nesta época, influenciado por marreteiros, trombadinhas e putas de rua que se decidiu tornar corintiano. Durante sua vida estudantil, flertou brevemente com o trotsquismo do grupo estudantil Libelu. Deixou o esquerdismo decepcionado depois que aquele bofe lindo não lhe deu bola. Desde então passou a ser um ferrenho defensor da ideologia política de quem pagar o maior salário. Depois de se formar em letras, Reinaldo estudou jornalismo na Universidade Metodista com o objetivo de conhecer mais pessoas do sexo masculino. Logo se decepcionou, mas ainda ficou conhecido nas assembleias estudantis por começar discursando a favor do status quo e no final, todo mijado, defender os ensinamentos do Livro Vermelho de Mao.

Enquanto estudava jornalismo, Tio Rei trabalhou como professor no colégio Anglo. Conta-se que era professor de Português, embora nenhum de seus alunos tenha nascido em Portugal. Suas aulas ficaram famosas pela motivação que dava aos alunos: estes, logo que saíam de suas aulas, escreviam longas redações nas portas dos banheiros dizendo o que sentiam pelo professor que chamavam de "tia Rei". A seguir, a vida pessoal de Reinaldo Azevedo deu uma virada de 180 graus, quando ele deixou de ficar fisicamente de quatro e casou-se, para surpresa de todos, com uma ... mulher. Entrou no armário, trancou a porta com cadeado, engoliu a chave e, lá de dentro, começou a xingar todos os desafetos de "ratos de sauna". Então descobriu-se com sangue de gaúcho, pois apesar de ter dado muito, embora menos do que desejasse, era muito macho. Passou por experiências extremamente desagradáveis e traumatizantes quando resolveu ter filhos e não pode pagar pela inseminação artificial de sua esposa, tendo que optar pelos tradicionais métodos naturais.

No jornalismo, começou a carreira profissional como repórter da Folha, mas de tão puxa-saco que era, logo o mandaram para cobrir Brasília. Sempre afável com os poderosos, Tio Rei conseguiu se tornar amiguinho do Mendonção (ui!), aliás, Luis Carlos Mendonça de Barros, na época, ministro do então imperador do Brasil, Fernando II, o Boca de Caçapa. Tornou-se editor-chefe das revistas do seu amiguinho Mendonção(ui!): a "Bravo!", que falava de cultura e a "República", puxa-saquismo político-partidário, uma espécie de "Caros Amigos" do PSDB. Depois de algum tempo, o "amigão" Mendonção(ui!) vendeu-lhe a revista "República" com a garantia de farta verba publicitária a ser repassada pelo governo do PSDB do mal estado de São Paulo. Reinaldo mudou o nome da revista para o muito apropriado "Primeira Leitura", já que ninguém quis fazer uma segunda leitura da revista. Atingiu então o ápice da vida profissional como editor-jornalista-repórter-empresário-senhor absoluto de holerites e contra-cheques. Seu maior prazer nesta época era recusar os pedidos de empregos de ex-colegas de trabalho desempregados. Imprimiu à revista "Primeira (e última) Leitura" um forte tom crítico e imparcial pró-PSDB demonstrando em seus artigos como a atividade empresarial livre é a base das liberdades democráticas, dos bons costumes e da Civilização Ocidental. Em uma campanha famosa convenceu seus 91 assinantes de que se aquele petralha nojento e apedeuta assumisse o governo do Brasil, a inflação chegaria a 1.449,347820 % ao mês e todos teriam que abandonar seus apartamentos na Vieira Souto para viver na comuna popular da Cidade de Deus.

A revista "Primeira (e última) Leitura", graças ao seu conteúdo diferenciado e ao tino empresarial de seu editor-jornalista-repórter-empresário-senhor supremo Reinaldo Azevedo foi um grande sucesso empresarial. Sob sua gestão, a quantidade de assinantes aumentou exatos 535,7142857142857142% passando de 14 para 89. O lucro exorbitante foi garantido pela propaganda de empresas como o banco estadual Nossa Caixa (o "nossa" nesta palavra é sempre seja excludente, isto é, não inclui você, leitor; a "nossa" é "deles") cujo departamento de marketing elegeu a revista "Primeira (e última) Leitura" como o veículo principal para se comunicar com os segmentos populares que moram Jardim Ângela e compram fogão em 120 prestações mensais sem juros nas Casas Bahia. Segundo dizem as revistas de fofocas e os rumores dos salões de cabelereiras e termas de São Paulo, o amiguinho Mendonção(ui!) foi trocado nesta época pelo acunpunturista-governador de São Paulo e sócio-atleta da Opus Dei, Geraldo Alckmin. Entretanto, a inveja, o mau-caráter, a falta de escrúpulos fizeram com que os jornalistas petralhas da Folha de São Paulo dedurassem a próspera e desinteressada associação comercial entre a "Primeira (e última) Leitura" e o banco Nossa Caixa. Isto obrigou o acupunturista-governador Geraldo Alckmin a cancelar as verbas publicitárias da Nossa Caixa, asfixiando assim o fluxo de caixa da próspera empresa de Reinaldo Azevedo e rompendo traiçoeiramente os acordos de sangue firmados pelo Mendonção(ui!).

Ao perder a garantia de verbas publicitárias da Nossa Caixa, Reinaldo Azevedo não culpou a falta de colaboração do PSDB nem julgou mal o negócio que lhe foi passado com garantias de lucro pelo "amigão" Mendonção(ui!). Logo tentou um teste para ser dublê do seu irmão "Quico" no seriado Chaves, mas foi recusado por não ser tão belo quanto o original. Consciente de que, ao contrário da Mônica Veloso, não receberia uma proposta da Playboy, Sexy, G Magazine ou mesmo do Globo Rural para posar exibindo seus portentosos atributos físicos, Reinaldo percebeu que sempre haverá lugar no mercado lugar para um jornalista que saiba vender o seu trabalho. Pediu emprego no grupo Abril que então passava por uma mudança editorial chefiada por Eurípedes Alcântara, notável jornalista científico que se distinguiu ao divulgar no Brasil a surpreendente combinação de genes do boi e do tomate, o famoso boimate (bem, isto não é piada...). A sempre benevolente editora Abril da famiglia Civita comprou as revistas do "Tio Rei", mas fechou a "Primeira Leitura" para economizar papel). "Tio Rei" assumiu o posto de pit bull antipetralha na revista Veja capaz de dizer corajosamente tudo o que o patrão pensa mas não tem coragem de falar. O seu blog tornou-se famoso pela quantidade e qualidade dos comentaristas, inclusive alguns que editam do mesmo computador utilizado por Reinaldo Azevedo.

Pensamento e atividades diárias

Os famosos petralhas. Guardem suas carteiras, meninos!

Além do blog, Reinaldo Azevedo escreve com regularidade na revista Veja. Seu artigo explicando porque a crença em Papai Noel tornou superior a civilização ocidental é estudado por sociólogos de todo o mundo. O estilo tortuoso de Reinaldo Azevedo permite que ele seja o mais famoso "spin-doctor" jornalista da atualidade conseguindo até provar com argumentos lógicos irretorquíveis que a Terra é plana, mas só se a editoria da Veja assim desejar. Notório noctívago, Reinaldo Azevedo acorda todo dia às 15:00 horas e levanta de seu caixão vampiresco. Assusta as cadelas da casa (tem duas, além das duas filhas e da esposa dona Reinalda) e lê as notícias do dia. Toma um gole de whisky e fuma um cigarro, hábitos que mantém apesar de nocivos à saúde, pois sustentam grandes empresas multinacionais que contribuem para o extermínio dos narco-guerrilheiros esquerdistas de cocaína como as FARC ou mulçumanos de heroína como os Talibãs.

A fim de melhor escrever seus artigos, Reinaldo passa longas horas estudando antes de redigir qualquer coisa no seu blog. Assim consegue saber o que o Eurípedes Alcântara e os Civita querem que seja escrito antes mesmo que eles saibam. Algumas vezes exagera, como quando atacou demais o Barak Obama, mas é humilde e logo reconheceu seus erros e pediu perdão ao patrão. Recentemente percebeu a tendência editorial da Abril e dedica-se a provar que, apesar de ser um canalha, ladrão e salafário, o banqueiro mutrereiro Daniel Dantas deverá ser absolvido devido aos erros de português cometidos pelo delegado pop-star Protógenes na redação do inquérito e devido ao antidemocrático juiz De Sanctis ter permitido que a intimidade do canalha, ladrão e salafário Daniel Dantas fosse violado, precedente que indica o fim do estado de direito no Brasil. A campanha de desagravo do canalha, ladrão e salafário banqueiro mutrereiro Daniel Dantas prossegue com grande sucesso e apoio da imprensa e políticos.

Defensor inconteste da moral e dos bons costumes, Reinaldo ataca o laxismo da educação atual. Ataca o aborto, a eutanásia e acredita piamente que suas filhas casarão virgens e nunca se divorciarão. Considera sua vida sexual extremamente agradável já que ele dorme das 06:00 às 14:00 horas e dona Reinalda dorme das 22:00 às 06:00 horas. Enquanto Reinaldão está dormindo de manhã, dona Reinalda libera os comentários do blog e responde aos seus admiradores do site de relacionamentos Par Perfeito. Reinaldo Azevedo diz ser amigo de Diogo Mainardi, que por sua vez sempre ressalta as qualidades intelectuais do seu "amigo" chamando-o de camundongo sabido, principalmente quando este chega com cara de lhasa-apso pedindo carinho. Particularmente, Diogo Mainardi não se impressiona com as qualidades intelectuais de Reinaldo, mas todos reconhecem que ele escreve em linguagem escorreita, embora exagerando estilisticamente no uso dos "quês". É seu hábito escrever uma ficha de resumo e crítica de tudo que lê, desde o Pato Donald (só o do tempo da editora Abril) até o último livro do Paulo Coelho. Vive uma vida simples que inclui caminhadas com as cachorras pela vizinhança. Todos o reconhecem por ser aquele E.T. que discute e xinga de petralha todo cocô de cachorro em que pisa.

Saúde

Reinaldo Azevedo é uma pessoa de grande força de vontade o que lhe permitiu superar inúmeros problemas de saúde como câncer, hemorróidas, seborréia, caspa e mau-olhado. A caspa e a seborréia se foram com os últimos fios de cabelo. Ao contrário do desejo e da maledicência dos petralhas, Reinaldo Azevedo nunca teve câncer no cérebro, mas sim no cocurucuto. Imediatamente diagnosticado, foi-lhe retirada uma parte do crânio consumida por um tumor benigno, a única parte boa presente na pessoa (êta piada velha!). Como parte do procedimento cirúrgico, foi o primeiro humano a ter tecidos do intestino grosso implantados no seu cérebro. O único efeito colateral desta cirurgia inovadora é uma eterna diarréia verbal.

As cicatrizes na careca acrescentaram um toque peculiar a uma pessoa que já se distinguia pela beleza física. Desde então, como recomendação de seu médico, tio Rei passou a usar chapéu, já que apenas uma fina camada de pele evita que a merda contida em seu cérebro contamine o mundo. Devido ao chapéu, os amazonenses pensam que tio Rei é um boto que sai nos dias de festas das águas do Rio Negro para dançar, mas um boto peculiar que não engravida as moças, somente corre atrás dos rapazes.

O Famigerado blog do tio Rei

Inquisitores do Foro São Paulo sobre Tio Rei: Cquote1.png Por espalhar suas mentiras e ousar falar contra o Grande Apedeuta e Líder, tio Rei é condenado a ser queimado na fogueira e a receber 1000 comentários por dia xingando-o. Cquote2.png

Os posts de Reinaldo Azevedo no seu blog se constituem no seguinte: 379.205.168 artigos comentando a mesmíssima notícia em 343 linhas de encheção de saco para dizer sempre a mesma coisa de forma diferente: petralha não presta! Também copia pedaços de notícias que interessam ao patrão. A vida social da família Azevedo é tratada com carinho e detalhes como "vou demorar porque vou ver o jogo do Corinthians" ou "vou levar minhas filhas para passear" ou "fui jantar com Dona Reinalda. Só volto para postar os comentários amanhã". A qualidade dos comentários do blog do tio Rei é espantosa. As "reinaldetes" postam centenas de comentários com gritos de torcida de até 5 palavras. Os comentários com críticas são sempre publicados, desde que não sejam de petralhas que procuram criar discussões estéreis ou apontar os erros que nunca existem. A média atual é de 436.547,7305 comentários por posts, dos quais cerca de 2 contém mais de 10 palavras e cerca de 5 não usam o termo petralha. Palavras fortes são permitidas, desde que a favor. Os comentários que não seguem a linha oficial do blog são taxadas de esquerdistas pelas "reinaldetes" que comentam: "Petralha nojento ás xx:xx hs". Sempre atento, Reinaldo ou dona Reinalda rapidamente retiram o comentário do petralha nojento que passou despercebido.

Algumas vezes, "Tio Rei" apresenta alguns comentários que recebe de petralhas pelasacos para mostrar que, devido a sua independência intelectual, é perseguido com frases como "Vá tomá no cúúú!!!" ou "se eu te pego na rua eu te mato, te capo e etRupo" (o português costuma ser uma grande vítima desses comentaristas...), "só tem cocÔ no seu cérebro, ainda mais depois dessa cirurgia" ou mesmo "kkkkkkkkkkkkkkkk". Quando a quantidade de comentários cai abaixo da média, o próprio Reinaldo Azevedo dedica-se e comentar seus próprios posts, fato comprovado por hackers petralhas que verificaram os IPs de seu blog, rompendo assim um dos fundamentos básicos da democracia que é o respeito à intimidade pessoal, o que prova, mais uma vez, que o Estado de Direito está ameaçado no país. O perfil das "reinaldetes" encaixa-se no da classe média direitista frustrada que não tem dinheiro para aplicar em títulos do governo e ganhar juros absurdos sem trabalhar, e que por outro lado tem muito dinheiro para não poder cadastrar-se no bolsa-família e também ganhar sem trabalhar. Esprimida entre a classe alta cada vez mais rica com os juros e a classe miserável ascendente que está provando bife pela primeira vez na vida, a "reinaldete" classe média perdeu renda, espaço e paciência.

A sua vida sexual é cada vez mais prejudicada ao ter que escolher entre pagar a prestação do carro comprado em 360 prestações ou comprar Viagra. O rancor das "reinaldetes" é intensificado quando percebem que o apedeuta que nem completou o curso fundamental manda na política econômica que está ferrando com a vida delas que estudaram tanto e agora não tem um emprego decente ou estão desempregadas. Assim, descarregam a fúria repetindo os ensinamentos do "Tio Rei", reclamando que seus filhos estão sendo contaminados pela doutrina esquerdista de professores petralhas nas escolas (quando na verdade elas estão é matando aulas e vagabundeando por vontade própria mesmo) e procurando educá-los para que mantenham a castidade até o matrimônio. Enquanto isto, as "reinaldetes" mais véias sonham com o tempo em que a classe média prosperava durante a Ditadura Militar, quando "pessoas abençoadas por Deus salvaguardaram o Brasil e suas famílias da Ditadura Comunista mesmo que para isto tivessem que implantar uma ditadura de 22 anos". Como o preço da liberdade é a eterna vigilância, uma "reinaldete" sempre perceberá que os jornalistas da Rede Globo são todos petralhas quando o Jornal Nacional apresenta alguma notícia que não condiz com a verdade.

Obras

  • Minhas Férias - melhor redação da quarta série da escola Plínio Salgado em Doscórgos;
  • Angelina e o tio Rei;
  • O País dos Petralhas - para quem gosta de ler e reler o blog, esta obra-prima recentemente lançada já pode se encontrada nos melhores sebos do país.

Grandes debates

Rodrigo Constantino mostrando o tamanho do nabo que enfiava no Tio Rei todo dia e depois nunca mais ligou, escreveu nem telefonou...

Ver também

MarcoFeliciano.png Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.

Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Reinaldo Azevedo no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg