Romã

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Romã
Uma Romã sendo massacrada. Note só o sangue se alastrando perante tal violência.
Uma Romã sendo massacrada. Note só o sangue se alastrando perante tal violência.
Classificação científica
Reino: Plantinhas
Superdivisão: Plantas com esperma
Divisão: Anjo esperma
Classe: Eudissecotia
Subclasse: Rosinhas
Ordem: Micose
Família: Latindo
Gênero: Penico
Espécie: Romã
Penico gratinadu

Cquote1.svg Você quis dizer: Roma Cquote1.svg
Google sobre Romã
Cquote1.svg Você quis dizer: Omã Cquote1.svg
Google sobre Romã
Cquote1.png Experimente também: Maçã Cquote2.png
Sugestão do Google para Romã

Cquote1.svg Nunca vi, nem comi, eu só ouço falar... Cquote2.svg
Zeca Pagodinho sobre sobre a Romã
Cquote1.svg Coma meu neto, vai te fazer bem. Cquote2.svg
sobre sempre fazendo você comer porcaria
Cquote1.svg Você disse Pipoca? Cquote2.svg
Jubileu sobre tudo
Cquote1.svg Tem um pé de Romã aqui em casa! Cquote2.svg
História de pescador sobre sua plantação de Romãs

Romã é uma fruta sem gosto que não serve pra nada.

É de comer?[editar]

Reza a lenda que a Romã é uma fruta da romãzeira e veja só ela também existe e é natural do Iraque, que coisa não? Pois é, a lenda também diz que ela traz sorte e prosperidade, ou seja, se você achar uma dando sopa pelo Brasil, é sinal de que algum Iraquiano a deixou aí pra algum Burro Brasileiro curioso ser explodido. Sabe-se também que a Romã sim era a fruta que deveria ser comida pela Eva e não a maçã, mas como ela era vadia enjoada preferiu a maçã que era mais vermelhinha, dura e não precisava só chupar.

Mitologia da Romã[editar]

Uma bela picanha para acabar com a auto-estima de qualquer romã.

A Romã, cujo nome científico é Punica Granatum, do latim, Essa Fruta, pertence à família das Romãzáceas. Nascida e domesticada no Irã (antiga Pérsia) por volta de mil novecentos e guaraná de rolha A.C. (antes de chaves) e D.H. (depois de Hebe). Entre os plebeus, a romã ganhou a mesma fama que a paçoquinha de amendoin tem hoje para a classe oprimida, ou seja, os pobres pretos miseráveis, com alguns significados como o sexo amor, sexo união e sexo fertilidade. Conta a mitologia fofoqueira que Deméter, a deusa agrônoma, deixou toda sua plantação de pés de sagu morrer e a fome se instalar no planeta enquanto pegava carona com Rubinho Barrichelo à procura da filha promíscua, Perséfone, que no meio de uma orgia foi raptada por Hades, o deus das Profundezas,vide motumbo. Diante dessa suruba, Zeus foi obrigado a interceder e exigiu a libertação da moça desde que ela não tivesse. Mas Perséfone não resistiu aos seis grãos vermelhos da romã oferecidos por Hades e, por isso, foi condenada a passar parte do ano com o marido nas suas profundezas. Perséfone, então, simboliza aquilo que precisa ser penetrado para poder germinar depois.

Revolução das romãs[editar]

A revolução das romãs foi uma revolução de trabalhadores camponeses Italianos em 1920. Segundo eles o motivo desta foi por conta de um tomate falante que havia instruído todos a irem em busca de um alimento de salário porque nenhum deles deveriam ser menosprezados. Assim esses trabalhadores foram exigir seus direitos em busca de algum tipo de alimento salarial para melhor se valorizarem. Porém o que não sabiam era que aquele tomate falante mais tarde seria inspiração para o filme O ataque dos tomates assasinos pelo que ele faria futuramente com tal lavoura de romã.

Dica de Bebunlinária[editar]

Caipira de Romã


2 Romãs
3 Garrafas de Velho Barreiro
1 Kg de açúcar
2 Kg de limão
3 Garrafas descartáveis vazias
1 Faca
1 Bom fazedor de Caipira
2 Amigos Parceiros
Gelo, muito gelo.

Modo de preparo:

Pegue as Romãs e coloque-as no lixo, descasque todos os limões, cortando-os em quatro partes cada. Corte as garrafas descartáveis vazias um pouco acima do meio assim você terá três ótimos copos. Agora coloque o açúcar e o limão e esmague-os com qualquer coisa que tiver por perto que possa usar. Abra as três garrafas de Velho Barreiro despejando uma em cada copo artesanal. Acrescente bastante gelo e beba sem moderação com seus amigos brindando a existência da Romã, porque sem ela você não poderia ter feito essa maravilhosa Caipira.