Romain Grosjean

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Finalmente nos livramos dele! Cquote2.png
Pilotos da série GP2 sobre Romain Grosjean
Cquote1.png Aqui está um verdadeiro piloto de Fórmula 1 Cquote2.png
Flavio Briatore antes de se arrepender de ter trazido Grosjean para a Formula 1
Cquote1.png Nós frequentamos exatamente a mesma escola Cquote2.png
Takuma Sato sobre Romain Grosjean
Cquote1.png Eu não estava melhor sobre essa coisa de sair batendo o carro Cquote2.png
Nelsinho Piquet sobre ter sido substituído por Romain Grosjean
Cquote1.png O que você tem dentro desse capacete? Merda? Cquote2.png
Lewis Hamilton
Cquote1.png Vejam só, ele conseguiu terminar a corrida Cquote2.png
Comissário da corrida acenando a bandeira quadriculada

Romain Grosjean é, conforme apenas ele próprio, um piloto de Fórmula 1 profissional, embora sua real habilidade com o volante gere descréditos sobre esta afirmação, mas de fato existe equipe de Formula 1 que paga pelos seus serviços, só não nos pergunte o porque, mas geralmente são aquelas equipes que desejam lavar dinheiro com reconstruções superfaturadas destruídos (esta é a única explicação plausível para Grosjean ter corrido na Formula 1 tantos anos).

O recorde que mais almeja é o de piloto com mais corridas que menos pontuou, tentando superar Luca Badoer nisso. Porém, no que ele realmente se destaca é em sua grande capacidade de fazer merda e já bateu em todos os pilotos do grid, até mesmo a inofensiva Manor de WillStevens já sentiu a fúria de Grosjean, não a toa o GP de Mônaco e suas curvas estreitas é o traçado predileto de Grosjean que já bateu por lá umas 10 vezes na Formula 1 e outras 10 na GP2. Deu azar, todavia, que pilotou na mesma época que o Pastor Maldonado, então nem como piloto mais merdalhão ele conseguiu se firmar.

Categoria de base[editar]

Nasceu em uma família de queijeiros na Suíça, onde eles conservam as economias de todos os sonegadores de impostos do mundo e às vezes até pequenos roubos. Mas ao invés de seguir o tradicional negócio da família, decidiu começar a trabalhar de testador de para-choque para uma fábrica francesa chamada Renault, onde destacou-se por saber destruir os carros como ninguém.

Grosjean venceu o campeonato mundial de destruction derby, ganhando o título sobre o amigo Takuma Sato, que após as várias decepções da Fórmula 1 havia decidido regressar à sua antiga paixão. Ganhando o título, Grosjean tem a oportunidade de entrar no mundo da GP2, onde se destacou por bater em praticamente todas corridas em Mônaco, e junto com seu parceiro japonês destruiu e aniquilou seus oponentes.

Formula 1[editar]

Renault[editar]

Grosjean foi contratado por Flavio Briatore emergencialmente no meio da temporada de 2009 para substituir Nelsinho Piquet, piloto brasileiro que havia sido expulso por bater de propósito nas corridas, a ideia era trazer um piloto que fosse especializado em bater os carros sem querer, habilidade que Grosjean tem de sobra e não decepcionou em sua estreia, a escolha de Briatore foi acertadíssima, pois danificou o carro, sem querer, em praticamente todas as corridas que participou.

Lotus[editar]

Momento em que Grosjean tenta decapitar Alonso na Bélgica em 2012.

Passou os 2 anos seguintes na GP2, pilotando carros ruins da DAMS para já ir se acostumando com essa vida de nunca ter um carro nas mãos, e assim retornou para a Formula 1 em 2012. Como companheiro de Kimi Räikkönen, as previsões da equipe eram realistas: Conforme a Lotus, eles ganhariam os próximos 10 campeonatos de construtores. Mas 2 anos de reciclagem na GP2 parece não ter servido em nada para Grosjean. Na verdade, já nas primeiras corridas de sua memorável temporada de 2012 passou a ser conhecido como "um grande idiota", superado nesse quesito apenas pelo Maldonado. Neste ano memorável o maior destaque de Grosjean foi o que fez no GP da Bélgica, quando fudeu com a corrida de dois campeões, Alonso e Hamilton, ao mesmo tempo inclusive quase matando Alonso decapitado por questão de 20 centímetros. Devido a este incidente foi suspenso por tentativa de homicídio e multado em alguns milhões de euros. Não aprendeu nada, e quando voltou no Japão ganhou o apelido de "maluco da primeira volta" dado por Mark Webber, depois de ter batido no piloto australiano da Red Bull como se estivesse num Need for Speed onde vale de tudo e não na vida real.

Mas apesar de tudo, os 5 bilhões de euros em multas, os 400 carros destruídos e a nova mãe do proprietário irritada, a Lotus renovou o contrato de Grosjean por mais três anos, e em 2013, 2014 e 2015 fez o inferno para todos os adversários de equipes intermediárias, e as vezes das equipes nanicas também, que o diga Will Stevens no Canadá em 2015 que mesmo estando na podre Manor também não foi perdoado por Grosjean e sua ânsia de bater em todo mundo. Só não bate mais nas Ferraris e Mercedes porque não alcança estas na corrida, mas na largada sempre tenta.

Haas[editar]

Cada vez mais especializado em pilotar exclusivamente em equipes intermediárias, em 2016 foi para a Haas e nunca se sentiu tão bem acolhido. A equipe dos Estados Unidos é focada nessa cultura do "vamos divertir nosso público", não sendo o foco deles ganhar corridas, mas causar o maior número de desastres possíveis e isso rendeu à Grosjean o contrato vitalício com a Haas e não há um ano que não faça merda usando esses carros, gostando especialmente de ficar batendo no Kevin Magnussen e no Nico Hülkenberg.

A temporada de 2018 foi particularmente especial para Grosjean utilizando sua Haas, porque naquele ano estreava ao uso do Halo nos carros, aquele aro em torno da cabeça dos pilotos que visa protegê-los, e para testar a eficácia desse aparato, a FIA pediu que Grosjean criasse algum desastre escabroso, algo que ele sempre foi muito bom de fazer. Grosjean escolheu realizar esse teste no GP Espanha, quando chegou a rodar 8 vezes durante os treinos onde treinava é claro o melhor modo de rodar durante a corrida e causar um acidente grave, algo que conseguiu com sucesso quando na terceira curva simplesmente tentou fazer um zerinho (o "donut") no meio da pista com a corrida em andamento e foi atropelado pelo carro do Pierre Gasly, e Grosjean só não foi decapitado porque o Halo o salvou e o item foi aprovado pela FIA. Quanto a bater sozinho durante o safety car no Azerbaijão e virar o sem pódio de cabeça pra baixo no GP de Abu Dhabi, esses dois casos aí foi por conta própria do Grosjean mesmo, sem incentivo da FIA pra testar nada.

Schumacher dick vigarista.jpg
Buildphotoims4vd.jpg
v d e h
Pilotos da Fórmula 1