Salesópolis

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Salesópolis é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Até os Correios precisam contratar um guia para encontrar essa vila.

Sciences de la terre.svg.png



Salesópolis
Estância Turistica de Salesópolis

[[Imagem:{{{Imagem_bandeira}}}|160px]] [[Imagem:{{{Imagem_brasao}}}|130px]]
Bandeira Brasão
Lema: "Corram! Os peões estão atacando!"
Língua(s)
Caipirês e Paulistanês
Clima Primavera média de 19°C e Inverno 9°C, ameno para os caipiras e congelante para os baianos.
Tipo de Governo Regida pelo Incra e IBAMA
Ditador Vanderlon e Cia
PIB Carvão ilegal de eucalipto roubado da Cia Suzano e plantação.
Moeda Eucaliptos, pele de quati e cabeças de gado.
População 1 Prefeito, 1005 funcionários públicos (1000 vagabundos e 5 fantasmas), 2000 aposentados, 3000 capiais (vulgos peões), 700 mil capivaras, 100 bilhões de pinheiros e 1 trilhão de eucaliptos

Salesópolis é uma cidade fundada por um sem terra do MST.

Origem do nome[editar]

É em Salesópolis que nasce o límpido Rio Tietê.

Em 1985, pós regime Militar um comunista safado de Mogi das Cruzes queria encontrar terras para plantar maconha, verificou que havia uma trilha chamada trilha do Pagé. Como esse comunista tinha cabelos longos e descoloridos, logo houve um imenso interesse em percorrer essa trilha com um nome tão sugestivo. Após 44 km de caminhada, passando pela mega cidade de Biritiba Mirim (ponto de tráfico de hortaliças), o comunista se sentou num pau de eucalipto grosso e começou a comer o último alimento que restava em sua mochila. Uma bolacha de água e sal crocante. Após o término de sua grande refeição, como todos os turistas, ele deixou a embalagem da bolacha de sal no meio das trilhas, que posteriormente foi encontrado pelas capivaras selvagens muito interessados pelo sal, Dai vem o nome Sal + sópolis (em grego pólis é pólis mesmo).

A cidade também é conhecida pela sua enorme casa noturna oriunda de irmão lusitanos que inclusive por sua nacionalidade acharam que essa era a melhor cidade para se fazer uma casa noturna, chamando criativamente de Luso Brasileiro que é frequentada exclusivamente por velhas fedorentas e peões montadores de pôneis cortadores de "calip", que consomem bebidas das piores qualidades fabricadas na própria cidade, "pingas" como alvarenga.

Principais eventos[editar]

Todo dia 31 de outubro é comemorado o dia dos Mortos Atletas. Pois em um ano especial, após muita chuva todos os defuntos do cemitério foram levados abaixo até o Rio da Marginal Salesópolis. Esse dia houve recorde de população na cidade (uhu!). Em Julho de todo ano as pessoas se reúnem na praça municipal e ficam dando voltas no coreto como se fosse a coisa mais legal do mundo pra comemorar a festa do divino, essa praça também é bem frequentada todo final de semana (nas Sextas também), já que não tem coisa melhor pra fazer na cidade. As pessoas se reúnem pra encher a cara, e emporcalhar a praça, já que não tem muita educação e deixam o lixo lá mesmo, alguns motoboys ficam dando voltas infinitas na praça pra ver quem é o mais tonto pra cair de cara no chão e fazer barulho com suas motos de 150000 cilindradas. Lá você encontra meninas que se acham milionárias com roupas que compram na feira, que chega a ser um outro grande evento da cidade que acontece toda primeira quinta do mês, onde todos os moradores dessa grande cidade vão renovar seus guarda-roupas e comer pastel a base de petróleo. CIDADE INTERESSANTE!

Atrações turísticas[editar]

  • Nascente do Rio Tietê: é possível visitar o parque da nascente com água pura e cristalina. O mais incrível é que, após a primeira curva, o Tietê já está poluído.
  • Vale dos "calip" (eucalipito em caipirês), é um lugar onde se pode observar a incrível diversidade, de espécies de "calip" existentes em Salesópolis. Como a cidade inteira é coberta por "calip", o vale do "calip" é o lugar mais visitados pelos turistas. Esse evento é muito conhecido, pois quase toda a população do Brasil inteiro vai à cidade.
  • O bairro do fartura, muito semelhante à zona leste de SP, mas em tamanho bem reduzido, onde se encontra vários zé droguinhas desempregados que se acham traficantes.
  • Praça do cavalo, que até hoje não se sabe o motivo de ter um cavalo empinando, e o Portal, que serve para avisar que devemos reduzir a velocidade, pois estamos em perímetro rural.
  • A Escola Estadual Professora Olga Chakur Farah já foi uma instituição muito respeitada, hoje é lar de professores esquerdistas e meninas depressivas, conta com os principais ideologias esquerdistas, na matéria de língua caipira e Filosofia do eucalipto, a escola oferece formação técnica para cortar Calip, roçar, colher pinhão, operador de motosserra, manuseamento de facão, operador de groa, fabricação de carvão, tratamento de boi, auxiliar de lavoura, colhedor de alface, ordenhador de vaca.
  • Faculdade

A cidade contém a USP (Universidade de Salesópolis) Onde você pode se graduar nas seguintes áreas: Bacharel em cascador de Madeira, cortador de canavial, pescador de represa, administrador de calipeiro, automação agrícola, cachaceiro, e o mais procurado, principalmente pela comunidade nipônica, que é o Bacharel nas técnicas de produção e venda de pastéis.

  • A torre da cidade, que tem somente um canal em funcionamento, e às vezes não funciona.
  • O Franciscão, o motel da mais conhecido da cidade com uma área extensa com uma visão aos eróticos paus naturais da Cidade, os eucaliptos.

O segundo motel mais famoso: as pedras da avenida nova, lugar onde se gera os futuros cortadores de calip toda a vida na cidade (o melhor é que você não paga pra usar).

  • A avenida nova também é utilizada como ponto para prática de uso de substâncias alucinógenas (Maconha, provavelmente mesclada a esterco e Folha de eucalipto).

Orgulho[editar]

Os arranhaceus de Salesópolis fazem sombra na cidade de Mogi das Cruzes, São José dos Campos pertence a Grande Salesópolis.