Sandro Lima

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Padrebaloeiro.jpg
Sandro Lima está Desaparecido!

Faz tempo que você não vê ele heim?

Cast away2.jpg

Sandro Lima é um renomado ator, diretor, cameraman, macho virgem e motorista de fusca brasileiro. A mente brilhante deste homem esteve por trás da produção da trilogia essencial mais firmeza do cinema tupiniquim, conhecida como "Pai de Família".

História[editar]

Sandro Lima, o pai dos ursos peludos e mansos.

Em um ano perdido no espaço-oco, nascia nos cafundós de Curitiba, capital mundial dos machos virgens, Sandro Lima, aquele que futuramente seria uma das personalidades mais influentes do cinema brasileiro de todos os tempos.

Não conhecemos muitos detalhes sobre a infância deste homem, apenas podemos dizer que foi uma delícia, cara.

Na idade adulta, precisando pagar a conta do bombeiro que ia todo dia em sua casa consertar a mangueira do fogão, Sandro Lima embarcou no fantástico mundo da pornografia, atuando como comedor na Brasileirinhas, recebendo ordens diretas de Kid Bengala. Apesar de ter comido tudo que é puta gostosa em seus tempos de ator, e de curtir estar no meio cinematográfico, Sandro Lima não estava satisfeito, ele acreditava que deveria fazer algo de diferente para um público diferente. Assim, ele pegou o dinheiro que ganhou como ator e investiu para tornar-se um diretor de filmes deliciosos. Mas deliciosos de um jeito um pouco diferente...

No curso, enquanto tomava um suco de laranja natural e meditava na pica de seu professor de cinema e audiovisual, Sandro Lima ouviu uma voz rouca ecoar em sua mente, dizendo que ele era o predestinado a cumprir com uma antiga profecia chinesa, e que assim sendo, deveria comprar uma câmera usada na loja de penhores, reunir os machos virgens mais deliciosos deste Brasil e filmar uma trilogia contando a história de vida de um pai de família em especial.

Um dos greatest hits dirigidos por Sandro Lima, pois nem apenas de machos virgens pode viver o homem.

A princípio, Sandro Lima não queria aceitar o trampo, por não querer desmontar de seu professor, mas a voz rouca foi incisiva ao dizer que "primeiro a gente trabalha, depois brinca, né?".

Agora não podendo negar o seu destino, Sandro fez aquilo que lhe foi pedido, em sua posição como diretor e cameraman, gravou os três filmes necessários para deixar um oco nos anais da humanidade e de Jailson Mendes.

Ele não escreveu nenhum roteiro para suas obras, deixando que seus atores falassem aquilo que viesse em seus corações. Assim surgiram aquelas frases clássicas e penetrantes, como "e ae bundão, tudo certinho pra gente... trabalhar?" e "agora não vou por mais essa porra também não, agora eu quero relaxar".

Após as filmagens do último filme da série, que no caso é Pai de Família 2, Sandro Lima botou todos os atores envolvidos na série em seu fusca e os levou para sua casa, onde ficaram até de madrugada jogando truco valido o toba, que nem teve graça, pois Jailson perdeu todas as partidas propositalmente.

Atualmente[editar]

Após gravar os três filmes com as maiores pontuações no IMDb, sucessos absolutos de público e crítica, que deixaram um oco em Hollywood, Sandro Lima aproveitou o sucesso por alguns ânus, divertindo-se com os machos virgens curitibanos em casas de massagens.

No auge de seu sucesso, Sandro Lima estava pensando em gravar a obra de arte suprema do universo, que viria a ser conhecida como "Pai de Família 4", no qual Jailson Mendes iria contracenar em um surubão com grandes galãs do cinema internacional, como Paulo Guina, Kauan Desu, Kid Bengala, Careca da Brazzers, Brad Pitt e Mangueira Boy. Demacol não apareceria, para não estragar o design desta produção com sua cara de bunda mal lavada. Para nossa infelicidade, Sandro Lima foi sugado por um buraco negro e desapareceu, não podendo concluir sua obra prima.