Selvagem

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Onde será que ela acha absorvente?

Algo ou alguém selvagem deve ter cabelos de mamífero alongados que chacoalhem ao vento, mas não significa que qualquer espiga cabeluda ou anêmona do mar poderá ser chamada de selvagem. Nem mesmo tudo que há na selva pode ser considerado selvagem, pra se ter uma ideia da sublimidade selvagem.

Indomável[editar]

O que é selvagem pode ser degustado, desde que você consiga convencer esse poço de selvageria (essa palavra é muito da mal interpretada), de que ser degustado é algo que ele pode amar de paixão. Como assim ser degustado abichalhadamente, se selvagem é macho? -Vem você com essas perguntas espertinhas - Pois claro que não, minha flor e saiba que selvagem pode mesmo ser uma mulher muito gostosa e nem um pouco cabra-homi, apenas sendo selvagem por ser mais parte da natureza do qualquer ser humano possa parecer, nem por isso ela fede, pelo contrário, ama demais o elemento água e vive se reconciliando com ele, só não aquele cheirão terrivelmente forte daquelas fragrâncias exageradas, todas aprovadas pelo Pepe Le Pew, que por sinal aquele gambazinho só é selvagem quando corre atrás da gata.

Nem mesmo como efeito de habitar a selva, por exemplo as hienas não são assim tão selvagens e por isso deixam os leões mandarem na bagaça, eles sim, são selvagens e repare: As leoas são mais que os leões correndo pela selva e enfrentando tudo, depois ainda vão dar se acasalar com os jubadões.

Falando na juba, lembrei agora duma coisa que as leoas não têm, mas são selvagens: uma grande cabeleira, que é uma característica de seres selvagens, mas elas as dispensam para se diferenciar dos leões esses sim, usam e abusam da juba selvagem, sem ter trabalho nenhum com isso, nem precisam de cabeleireiro e coisas do tipo. O cabelo espalhado é muito importante, mas nem tudo que não é cabeludo, como o exemplo das leoas, bem como nem tudo que tem a cabeleira é selvagem, mais detalhes na próxima sessão.

Indomesticável[editar]

Encontro de dois civilizados.

Selvagem não pode ser domesticável, quando muito poder-se-á (que palavra é essa?) ter o privilégio de tocar no que é selvagem: Se acabar tocando no que é selvagem, você sim sentirá a porra saindo a força da natureza. Selvagem mesmo quando está com muita vontade de ir até você, algo lá do seio da mãe Terra chamará a pessoa selvagem novamente para onde possa estar mais na natureza (e não pode ser qualquer matinho, não ofereça isso ao ser selvagem, pois daí sim suas chances de degustar a selvageria chegarão ao fim), e apenas olha de longe ou com ar que parece horrorizada, ou com olhos arregalados, meio igual bicho irracional mesmo, que olha, vai mais longe, olha novamente, mas não se engane que esse bicho é irracional pois pode mesmo ser mais inteligente que você.

Voltando à cabeleira, nem tudo é selvagem com os cabelos esvoaçantes, nada disso, nem pense naquela escandalosa de nome Sidney Magal em seus tempos de moça, que aquilo não é selvagem nem de longe e menos ainda de perto. Árvores, mesmo seus galhos não sendo cabelos, podem ser selvagens, como por exemplo salgueiros e alguns outros, essa árvores até caminham quando querem, tudo por serem selvagens. A cabeleira, alguns podem enganar mesmo sem serem mega-hairs, nem perucas, mas por exemplo, certos vermes insolentes (isso é irresistivelmente selvagem de escrever após verme chamados ciliados, nem cabelos, nem cílios daqueles caracterizam essa coisinhas nojentas como sendo selvagens.

Selvagem tem um jeito de andar característico, em geral de pernas abertas e se abaixa abrindo as pernas... Quando um selvagem é encontrado, ele nunca é encontrado, e sim capturado, a não ser é claro, como mencionei antes que você com muuuuuuuuuuuiiiitooo jeito a cative, mas saiba que nunca poderá cativar totalmente, pois a alma de um ser selvagem é totalmente desperta e está sempre à procura de liberdade... Ia falar mais selvageria, mas não quero agredir por enquanto, outro dia eu termino...

Domesticar também[editar]