Shenmue

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Shenmue é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, o Pac-Man come mais alguns fantasmas.


Xamira
Shenmue logo.jpg
Logotipo traduzido literalmente
Gênero Simulador de vida.
Desenvolvedor Sega
Publicador Sega
Plataforma de origem Dreamcast
Primeiro lançamento Shenmue 1 (1999)
Último lançamento Shenmue III (2019)

Cquote1.png Eu vou te vingar, papai... Assim que eu finalizar minha coleção de bonequinhos Cquote2.png
Ryo Hazuki sobre enredo idiota dos jogos Shenmue

Shenmue é uma série de jogos fracassada que ninguém conhece, mas que é tratada como Deus pelos 45 fãs frustrados que foram os únicos compradores das 45 unidades mundialmente vendidas do console Dreamcast. O jogo atingiu o seu relativo sucesso, primeiramente por ser um dos pouquíssimos jogos existentes para Dreamcast, e também por sua jogabilidade inovadora onde acontece porra nenhuma e por ser o primeiro jogo da história que cunhou um velho jargão dos gamers "Esse jogo tem muito bugs, mas é legal, olha o tamanho dele!". A partir de então a indústria dos videogames passou a copiar Shenmue, oferecendo jogos extremamente bugados, mas em mundos enormes, de modo que os gamers sempre relevassem excesso de bugs.

Desenvolvimento[editar]

Yu Suzuki é o responsável por esta tragédia de jogos. Em 1999 a Sega pediu que ele criasse o Virtua Fighter 15, mas ele recusou a proposta por considerar sua criação anterior um verdadeiro fracasso. Ele decidiu então criar um novo jogo do zero, que fosse extremamente chato mas num mundo aberto rico e cheio de bonequinhos para colecionar. A ideia inicial era de criar 16 capítulos, mas Yu Suzuki esqueceu que seu produto precisa primeiro ter sucesso comercial para conseguir criar continuações, então após o grande fiasco de vendas dos primeiros jogos, precisou esperar uns 20 anos para o título tornar-se algo "retrô" e não totalmente reprovável/deplorável para só então lançar seu terceiro jogo como se nada de ruim tivesse criado há muito tempo atrás, e se alguém criticar, ele pode dar apenas a desculpa de que em 1999 havia muitas limitações de hardware e etc.

Esta série de jogos é característica por demonstrar mais da cultura japonesa, com muitas coisas japonesas retardadas, como um protagonista assexuado que só sabe dar gelo na gostosinha da Nozomi Harasaki. Além disso, todo norte-americano é tratado como bêbados e drogados.

O primeiro Shenmue tornou-se então o jogo mais superfaturado da história em sua época em 1999, sendo posteriormente o pior custo-benefício da história dos vídeogames devido ao seu fracasso.

O resultado foram jogos de até 3 CDs só de diálogos extremamente imbecis, sem graça. O fracasso do jogo ajudou a falir o Dreamcast, visto que ninguém se importava com um jogo onde você só subia e descia ladeiras esbarrando em gatos.

Jogabilidade[editar]

A série Shenmue trouxe muitas inovações para o mundo dos games, como a ideia de um mundo aberto repleto de ladeiras, gatos e bugs espalhados por todas esquinas.

O objetivo nunca é claro, mas provavelmente é comportar-se como um adolescente de 17 anos, precisando chegar em casa antes das 11 da noite e passar os dias economizando mesada para comprar lanches, bonequinhos e jogar no fliperama.

Outras inovações são as possibilidades de interagir com uma ampla gama de NPCs inúteis mas que tem nomes, rotinas e histórias.

Outra invenção foi a do quick time event, que fora criado por preguiça de desenvolver alguma jogabilidade de combate ou movimentação, uma baianice que depois foi amplamente copiada por God of War e similares.

As inovações não param, Shenmue também desenvolveu um gameplay com relógio onde o jogador não tem como pular horas, então sempre que aparece uma missão para o dia seguinte, o jogador é forçado a enrolar jogando os inúmeros minigames tediosos desenvolvidos pelo boça.

Jogos[editar]

  • Shenmue 1 - Jogo que revolucionou o mundo dos games por ser o único game da história que faliu um console inteiro, o Dreamcast, por ter exigido muito orçamento e devolvido tão pouco.
  • Shenmue II - Como na época ainda não havia a indústria sugadora de dinheiro (DLC, em inglês), lançaram esta continuação que ninguém conheceu.
  • Shenmue III - Após esperar 15 anos para o suposto lançamento de Shenmue III, Yu Suzuki já começou a falar de um Shenmue 4 esquecendo-se novamente que seu terceiro jogo deve primeiro ser bom.
v d e h
Shenmue-logo.png