Shipping

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Farnese1.jpg Made in Nihon o.ò

Este é um artigo kawaii ¬¬ com tecnorogia japonesa, né? (ou não ó.ò)
Provalvelmente há bonecas de olhos e peitos grandes /o/
Mas se vandarizar, o Gantz vai estourar os seus miolos ó.ò

Images2332.jpg

Este artigo é sobre mais um daqueles trecos que viraram modinhas na internet.
E as pessoas nem sabem porque usam isso.


Pessoa exibindo seu shipper para todos sem a menor vergonha de ser tachado de viadinho (ou coisa pior).

Cquote1.png Você quis dizer: Idiotice de fanboyzismo Cquote2.png
Google sobre Shipping

Cquote1.png Eu shippo, tu shippas, ele shippa, nós shippamos, vós shippais e eles shipparariamos. Cquote2.png
Gramática sobre Shipping

Shipping é uma mania escrota que só poderia ser coisa de internet, pois consiste em torcer pelo relacionamento amoroso de alguém, normalmente usado por fanboys e fangirls que não conseguem ter uma namorada ou namorado e por isso ficam importunando em fóruns falando toda santa hora que o fulano deve ficar com cicrano. O termo é originado do sufixo das palavras inglesas friendship e realtionship (amizade e relacionamento, ou se preferir amizade colorida). Sabe quando aqueles fedelhos remelentos e/ou gurias retardadas fãs de Crepúsculo gostam tanto de um casal que juntam partes dos nomes dos integrantes pra criar um só? Então, isso é retardamento mental shippar. Este ato de shippar não se limita somente a personagens de filmes, seriados, desenhos animados, quadrinhos, animes e mangás, mas também ao seu vizinho, tua prima, o carinha que mora logo ali e etc.

Origem da palavra[editar]

Crianças sempre são as principais vítimas dessa escrotice
Nem mesmo irmãos estão a salvos dos shippadores.

Se você pensou que shippar começou no Naruto por causa da palavra shippuden você tem sérios problemas narutards. Shippar foi criada a partir da palavra inglesa relationship, que no google tradutor fica "relacionamento" em português. Tal como todos os adolescentes tem preguiça de digitar palavras inteiras, eles só pegaram o ship e criaram uma merda palavra nova. Este neologismo foi mais popularizado por leitores e criadores de fanfics, que não tinham nada de melhor pra fazer na vida e decidiram unir personagens que na história original não formavam um casal por motivos óbvios.

Junção de nomes[editar]

Como se não bastasse inventar uma palavra, outro alguém inventou, sabe-se lá aonde, normas de shipps por união de seus nomes, que é justamente fuder com os nomes dos personagens com a intenção de criar um novo, como por exemplo: Shippo Peggy com Dennis, e assim temos o nome "Pennis".

Pessoas que shippam[editar]

A pessoa que pratica o ato de shippar é conhecida por shipper, shippador ou noveleiro, enquanto que as pessoas envolvidas no ship, são chamados de shippados ou vítimas.

Típica guria retardada shippando alguem ou alguma coisa (vai lá se saber o gosto dessa maluca...)

Ainda existem outras doideiras utilizadas a partir da ideia do shipping, como:

  • Canon ship ou conventional couple: que se trata do relacionamento óbvio da história, ou seja, um spoiler do que vai acontecer.
  • Cult ship ou unconventional couple: o oposto do canon ship. Quando um casal nunca será um casal.
  • Slash ship: uma viadagem do caralho de shippar um casal de machos que não são tão machos na mente deles.
  • Femslash ship: shippar casais femininos, com a intenção chamar a atenção de punheteiros.
  • Crack ship: Um ship usado por fãs (principalmente furries) drogados que querem shippar coisas nada a ver, como um um cachorro com uma porta, ou simplesmente dois personagens de diferentes desenhos/jogos/animes.

Cquote1.png Ei! Posso me shippar com aquela gostosa daquele anime? Cquote2.png
Otaku sobre ships

Mas é claro que pode! Se você já chegou a este nível, não tem mais salvação. Então pra quê gastar dinheiro com terapias? Sejam felizes e torçam pelos casais que agradam vocês! E depois sofram quando não acontecer o que esperavam!

Shippings famosos[editar]

Há também quem gosta de shippar harem (tem doido pra tudo nesse mundo).