Son Goku

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bruce-Willis-Photograph-C11796804.jpeg ESTE ARTIGO É SOBRE UM SER INDESTRUTÍVEL!
Não importa o quanto você bata, torture, dê tiros, jogue-o(a) de cima de um prédio ou o(a) dê de comida pra os tubarões, ele(a) não será destruído(a) e ainda vai voltar pra pegar você! Tentar nocauteá-lo(a) é uma piada!
Silvester Stallone - Rambo.jpg
ATATATATA-TA! Este artigo é sobre um saiyajin!

Se você estragar o artigo, Goku mandará um Kame Hame Ha em você!

The-last-jedi-rey.jpg Este artigo trata de um protagonista

Ou seja, o personagem principal de alguma coisa por aí.

E deve ser alguém bonzinho (ou não)

Goku Ferido.jpg
Goku
Goku real.jpg
Nome completo Kakaroto Son Goku
Nascimento Planeta Terra Vegeta
Sexo link={{{3}}} Masculino (pelo menos é o que ele acha)
Raça Saia Jeans
Técnicas Kamehameha, Genki-Dama, Kaioken e outras técnicas
Profissão Lutador de artes marciais
Hobbies Comer e lutar
Frases preferidas Oi, eu sou o Goku!
Fatos.png
Conheça os fatos sobre Son Goku
Desentrevistasminibox.PNG O Desentrevistas
possui uma entrevista com
Goku
Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Son Goku.

Cquote1.png Você quis dizer: Kakarotto? Cquote2.png
Google sobre Son Goku
Cquote1.png KAKAROOOTTOOO?! KAKAROOOTTOOOOO!! Cquote2.png
Broly sobre sugestão do google.
Cquote1.png Oi, eu sou o Goku! Cquote2.png
Goku sobre ele mesmo.
Cquote1.png Oi! Tomei Noku. Cquote2.png
Chichi sobre suas experiências com o Goku.
Cquote1.png Dá haduuukeeen, Gokuuuu! Cquote2.png
Retardado sobre Goku.
Cquote1.png É Ryu, idiota. Cquote2.png
Eu sobre citação acima.
Cquote1.png Meu genro predileto. Cquote2.png
Rei Cutelo sobre Goku.
Cquote1.png Tem outro? Cquote2.png
Qualquer um sobre citação acima.
Cquote1.png Quem sabe, hehehehe. Cquote2.png
DeviantArt sobre citação acima.
Cquote1.png Eu tinha inveja dele quando eramos crianças... Cquote2.png
Kuririn sobre Goku, contando a um psicanalista.
Cquote1.png Eu acho que ele é um homem maravilhoso *piscadinha* Cquote2.png
Helles sobre Goku.
Cquote1.png MALDIIIITO!!! Cquote2.png
Goku sobre sua frase mais comum.
Cquote1.png Você traiu o movimento dos saiyajins, veio! Cquote2.png
Dado Dolabella Raditz sobre Goku.
Cquote1.png Seu verme insolente de classe inferior! Você há de se curvar perante mim! Cquote2.png
Vegeta, o orgulhoso príncipe dos Saia-Jeans, sobre Goku.
Cquote1.png HADOUKEN 10 VEZES AUMENTAAADOOOOOO!!! Cquote2.png
Ryu sobre Kamehameha.
Cquote1.png SON GOKUUUUUU!!! Cquote2.png
Fusão Zamasu sobre Goku.
Cquote1.png AAAAA! Roubaram suas bolas! E o pipi também! Cquote2.png
Goku depois de ter tirado a calcinha da Bulma.
Cquote1.png Ué? Cadê o seu rabo? Cquote2.png
Goku na infância, levantando a saia da Bulma.
Cquote1.png Eu não vou deixar você levar o meu avô! Cquote2.png
Goku sobre qualquer um que tente roubar a esfera de 4 estrelas do Avô Gohan
Cquote1.png Ahhh, eu sabia, você é uma bruxa! Cquote2.png
Goku sobre a Bulma usar as Cápsulas Hoi Poi.
Cquote1.png Antes de treinarmos, preciso comer alguma coisa. Eu tô morrendo de fome! Cquote2.png
Goku sobre o que mais gosta de fazer na vida.
Cquote1.png Há! Aquele monstro que eu derrotei engoliu aquela garota! Cquote2.png
Goku após destruir o carro da Bulma.

Goku, ao tomar um choque se transformar em Super Saia-Jeans.
Songokuspr.gif

Son Goku, chamado apenas de de Goku pelos íntimos (exceto no Super), de Son pelo Piccolo (em japonês), de Kakarotto pelos saiyajins (e em poops) e de Cachalote pelo Vegeta português (quando entendemos o que ele fala) é um dos maiores, senão o maior meio-homem-meio-macaco de todos os universos, mas não em tamanho (em tamanho é o Panbuikin), muito menos carisma (ver: Bardock). É só porque ele é o personagem principal da famosa série animada Dragon Ball.

Dotado de grandes força e burrice desde a infância, percorreu o mundo atrás dos 7 Testículos do Dragão junto com uma nerd gostosa, treinou com um velho tarado, conheceu um monte de fracassados, se casou com uma chata, teve dois moleques, combateu vários super vilões, aprendeu várias técnicas valiosas, outras nem tanto, morreu e ressuscitou mais de oito mil vezes e conseguiu, atualmente, o status de best friend forever do deus supremo da porra toda, até que Akira Toriyama resolva mudar a história de novo...

Alguns acreditam que ele seja a própria encarnação do Todo Poderoso, mas nada foi comprovado até o filme Batalha dos Deuses hoje.

História

O início

Goku segurando seu pau bastão mágico...

Goku descende de uma raça chamada Saiyajin, chamada pelos amantes da moda de saia jeans (criadas por Levi-Strauss, codinome Tora-i-Ama), descoberta apenas no ano X pelos europeus. Quando ainda era um bebê chorão de 3 anos muito irritante, foi encontrado dentro de uma bola esquisita super desconfortável por Gohan, um velho aleatório que se tornou seu vovozinho, após ter caído numa floresta de bambu que Gohan ia recolher pra enfiar no cu de curioso menino que fala fino [1]. Durante semanas, Goku deu verdadeiros especiais de porrada no velho, enquanto este tentava lhe dar banho, oferecer comida ou tirar dos Backyardigans na TV pra assistir ao Canal do Boi, mas felizmente ele sobreviveu graças aos séculos de treinamento de artes marciais na Escolinha Acarajé Feliz.

Depois de 8 dias e 15 tigelas de bolinho de arroz, Goku foi sendo domado, inclusive tirando aquele uniforme besta do exército do Freeza, mas ainda precisava de coleira pra ir passear na feira por encher muito o saco. Um belo dia, Goku e seu avô estavam indo pescar num rio que terminava em uma cachoeira e avistaram típicos universitários que falam top que nasceram com GPS que xinga localiza cachoeiras. Eles estavam fumando maconha com um Knuckles da Uganda e isso apavorou o pobre Gohan, que jogou Goku na criatura para não ter que lidar com a ameaça de saber o caminho e cheirar a ebola. Os universitários fugiram pra uma caverna próxima e começaram uma orgia lá dentro, enquanto o Knuckles fez uma dancinha de comemoração por Gohan não ter acertado o alvo: Goku caiu de cabeça numa pedra. Ele foi socorrido pelo velho, que só não infartou porque estava em forma de barril. Aquela cabeçada na pedra mudou completamente o comportamento da criança: ao invés de violento, chorão e com cara de cu, Goku estava dócil, educado e mais puro que linguiça caseira de pernil, mas manteve o apetite voraz por bolinhos de arroz. Os dias seguintes foram só alegria, exceto quando os Backyardigans foram substituídos por Dora, a Aventureira.

...e indo treinar com ele.

Um belo dia, apareceu uma linda lua cheia... Linda e atrasada: passaram-se meses e ela nada, ela tava fazendo o quê? Mesmo atrasada pra caralho, ela veio pra dar o plot twist que a história precisava: Goku olhou pra a lua atônito, parecia hétero em balada gay olhando um viadão e uma lésbica se pegando de jeito (você deve ter feito uma cara igual depois de ler isso), seus olhos estavam tão vermelhos que bolsomínions tentaram mudar de canal antes que a doutrinação marxista do anime transformasse a criança que estivesse assistindo em um travesti funkeiro, mas era tarde demais: Goku se transformou em um macaco pauzudo gigante e destruiu as casas e as montanhas em volta, matando quase todos ao redor, inclusive alguns bolsomínions que assistiam a cena na TV, quebrando a quarta parede, e seu querido avô. Muitos minutos depois, ele se acalma, volta a ser criança e encontra o cadáver rígido e espatifado de Gohan, incapaz até de soltar os últimos miaus. Goku ficou desesperado e fumou capim com cravo, desolado e começou a chorar mais que no filme do Broly, até encontrar uma bola laranja com 4 estrelinhas vermelhas. Ele ficou feliz e guardou a bola como um tesouro que o faria lembrar dos momentos felizes com seu vovozinho, enquanto os bolsomínions sobreviventes quebravam a televisão de raiva, indignados ao verem não uma, mas QUATRO mensagens subliminares do PT tirando onda com o Queiroz.

A fantás-ti-ca aventura começou!

A infância fofa de Goku acabou no leito de morte de seu avô Gohan (vulgo: vala), mas deu o impulso para começar a épica infância de Kakarotto! Assim sendo, Goku viveu muitos anos sozinho, tendo como companhia a fauna pré-histórica bizonha das montanhas e da floresta debaixo delas, comendo frutas, peixes e tudo o que seu nutricionista recomenda, mas você não come porque é um gordo filho da puta viciado em Burger King. Ele também treinava artes marciais, graças à influência do vovô Gohan (e porque qualquer criança sem brinquedos ou acesso a computadores começa a inventar seu próprio estilo de luta pra matar o tédio). Por ser um gordo preguiçoso de merda, você não tem a disposição e habilidade pra criar as próprias roupas e armas, como fez Goku com seu kimono lilás escuro e seu bastão mágico.

Goku quando tinha 12 anos de idade, embora tivesse cara de 7.

Ao completar 12 anos, Goku estava indo arrumar o que comer quando conheceu a puta da Bulma. O primeiro encontro entre essa guria mimada que até moto tinha e o menino macaco de um mundo selvagem e anacrônico foi revelador e traumatizante, além de ter doído pra caramba: Goku sofreu atoprelamento, conheceu uma mulher [carece de fontes] pela primeira vez, foi assediado sexualmente por ela e aprendeu a dirigir, enquanto Bulma foi jogada no chão, esmagada pela própria moto e sequestrada por um pterossauro fêmea usuário de anabolizantes. O que realmente importa é que Bulma mostrou a Goku que existiam outros parentes do Queiroz, digo, esferas com mensagens subliminares, quer dizer, estrelas. No total, haviam 7 esferas espalhadas pelo mundo exceto em Caraguatatuba e que se as 7 forem reunidas, seria possível realizar qualquer desejo, exceto desejos inconcebíveis na mente de uma adolescente de 16 anos, como ressuscitar carecas desnarigados que morreram mais de uma vez. Como Goku não ia deixar uma bruxa doida como ela relar a mão na esfera de seu avô, ele decidiu se juntar a Bulma nessa épica jornada ao oeste em busca das outras esferas.

Nessa empreitada potencialmente suicida, Goku ainda conheceu um bandido fracassado, um gato voador, um paradoxal e pervertido porco comunista, um velho tarado cosplay de tartaruga, uma ninfeta mal vestida, o pai dela e três zé ruelas que queriam dominar o mundo, o que felizmente não se concretizou graças ao fetiche por calcinhas do porco comunista, entretanto, aquela calcinha cor-de-rosa teve um preço bem alto: um desejo muito fácil foi realizado pelo poder das esferas, que se escafederam daquele cu de mundo para 7 locais aleatórios, como Acapulco e Piracicaba. Vendo o tesouro de seu avozinho ir pra puta que pariu e passando a saber que as 7 esferas viraram pedras de crack, Goku decidiu fazer o que antes era só um hobby e começaria a se tornar um vício: treinar pra ficar mais forte.

Goku durante o treinamento com Mestre Kame.

Dito e feito, ele se mandou para a ilha de Lost para treinar com o mestre do estilo Kame, que por sinal, era aquele velho tarado. Na cagada, vindo de terras distantes, isoladas do mundo moderno, da tecnologia e de pessoas do sexo feminino, apareceu aquele que seria o melhor amigo de Goku: o monge desprovido de nariz citado anteriormente, que se chamava Kuririn e era parecido com a esfera de 6 estrelas. Juntos, eles aprenderam com o velho Kung Fu, Karatê, Judô, Sumô, Muay Thai, Boxe, Jiu-Jitsu, Greco-Romana e Taekwondo , a cozinhar, lavar e passar, cinema, pintura, música, dança, ordem unida, posição de sentido correta e marcha atlética, ou seja, todas as artes, menos artes marciais. No entanto, isso aconteceu só porque eles sequestraram uma gostosa com nome de almoço que ia ser presa em um hospício. Após meses sofrendo com o "treinamento" e os surtos psicóticos de Lunch, Goku pôde participar de seu primeiro torneio de artes marciais, o qual foi vencendo na cagada, juntamente com Kuririn e até o Yamcha, até ser derrotado pelo cansaço em dominar um velho com nome de ator de filmes de luta.

A fantás-ti-ca aventura continua

Cansado de colher repolho pra fazer chucrute para as massagistas alemãs gostosas de 1,80 que Mestre Kame contratou, Goku deu um tempo com o treinamento e foi caçar as Esferas do Dragão de novo, encontrando seus amiguinhos do torneio, os três zé ruelas e a ninfeta mal-vestida, que tava mais doida que antes devido a uma promessa lazarenta. A coisa começa a ficar mais feia que a mamãe do Quico quando uma gangue puxassaco de militar rival da empresa do papai de Bulma, um nerd que parecia ser avô dela e conseguia ter mais bigode que o Mestre Kame, partiu em busca das esferas. Sem saber do medo de Bulma da ideia de que o pedido da gangue fosse fazer com que ela fosse deserdada da empresa e obrigada a trabalhar, Goku partiu rumo ao raio que o parta para derrotar a malégna Red Ribbon e seus integrantes bizonhos, com destaque para um galã psicopata nazista do tamanho do Léo Stronda, um tigre tão fã de Iron Maiden que fazia cosplay de Aces High 24 h por dia, um anão caolho sem alma, um primo do Clodovil, um mordomo com cara de pigmeu e um ninja sem prega no cu que usa roupão.

Um a um, cada inimigo colorido foi derrotado por Goku, ao ponto de o anão vermelho e o mordomo preto borrarem as calças e terem de contratar um mercenário chamado Tao Paipai, que seria um... "chinês rosa", que mostrou pra que veio matando o viadinho azul com uma linguada. Enquanto ia derrotando a Red Ribbon, Goku fazia amizade com índios americanos com idades de personagens bílicos e vigor sexual de um atleta nas olimpíadas. O tal do papai achou que seria daora matar um daqueles índios pra foder com a cabeça do Goku, sem saber a merda em que se enfiaria por causa disso: a morte do pobre touro deitado obrigou Goku a escalar uma torre, onde mora um gato d