Steppenwolf

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
MontyPython.jpg UNCLEFUCKER!!

Este artigo contém humor canadense, eh? Seu autor é um lenhador que vive em uma floresta de pinheiros. Se você vandalizar, a Polícia Montada e o Toronto Maple Leafs irão atrás de você!


Steppenwolf
Borntobewild.jpg
Único sucesso dos caras
Origem Tôtonto
País Bandeira do Canadá Canadá
Período 1967 - 1972
1974 - 1976
1980 - presente
Gênero(s) Hard rock
Heavy Metal
Azuis
Rock psicodélico
Gravadora(s) ABC Dunhill Records
Mums Records
Epic Records
MCA Records
Integrante(s) João Teclado
Danny Johnson
Maicon Leite
Ron Hurst
Ex-integrante(s)
Site oficial www.steppenwolf.com


Steppenwolf é uma banda canadense de rock formada em 1967.

O grupo foi o intérprete de um dos maiores hinos do rock'n'roll, dos motociclistas de todo o mundo, e de uma atitude durante aquele período musical "Born to be Wild", a canção de maior sucesso da banda.

Born to be Wild também recebe o crédito com a frase, "heavy metal thunder", contido no segundo verso da terceira estrofe da letra do clássico, o qual serviria mais tarde para denominar o estilo heavy metal. E graças a ela uma monte de nerds estudiosos do heavy metal dizem que a banda criou o gênero, o que é uma mentira cá entre nós.

História[editar]

Aos 4 anos de idade, John Gay fundador da banda, depois de ter fugido da Polônia com sua mãe, rumou para Alemanha (de onde surgiram os temas "Renegade" de Steppenwolf 7 e "The Wall" de Rise and Shine), se instalou com sua família em Hanóver. Em seguida, mudou-se para o Canadá em 1958.

Steppenwolf tem suas origens em uma banda de blues de Toronto chamada Jack Sparrow, formada em 1964 (em homenagem ao dito cujo) e que tocava em barzinhos vagabundos do bairro de Yorkville. Em 1967 a banda se estableceu em São Francisco, California, onde começaram a tocar música folk. Foi lá onde o cafetão produtor Gabriel Mekler, da Dunhill Records (Los Ángeles) propôs para a banda, deixar o som mais paulêra, saindo do folk a caminho do Rock duro (sem malícia) e convertendo-a para Steppenwolf. Sua formação original foi John Kay (voz e guitarra), Jerry Edmota (bateria), Michael Monarca (guitarra), Ouro McJohn (teclados) e Rushton Moreve (baixo).

Em 1968, Nick St. Nicholas, que já havia tocado com Jack Sparrow, substitui Rushton Moreve no baixo.

Seu êxito após Born to be Wild continuou com "Tapete Mágico Voador" de Steppenwolf II (1968) e "Ffuck Me" de À Sua Despedida De Solteiro (1969). En 1970, declararam que seu melhor disco lançado foi um doulb LP Steppenwolf Ao Morto. O disco foi editado entre Monstro (1969) e Steppenwolf 7 (1970), que foi o álbum mais crítico da banda, pois trazia em suas letras, muitas críticas a política e ao governo Nixon.

A banda se separou em 1971, depois de publicarem For Ladies Only, iniciando John Kay em sua carreira solo, junto a Kent Henry (guitarra), George Biondo (baixo), Hugh O'Sullivan (teclados) e Penti "Whitey" Glan (bateria), que foram substituídos por Danny Kortchmar, Lee Sklar, Mike Utley e Russ Kunkel, respectivamente. Steppenwolf se reformulou em 1974 e editaram o LP Broxando, mas voltaram a se dissolver em 1976. Durante o período compreendido entre 1977 e 1980, a banda se reuniu para uma formação fixa, desta vez sem Kay. Chegaram a gravar um disco de estúdio, Night of the Wolf em 1979, que permanece inédito. John Kay formou uma nova versão da banda no início da década de 1980, chamada João Gay e os Lobisomens com quem gravou quatro discos (Wolf Tracks, 1982; Paradox, 1984; Rock & Roll Rebels, 1987 e Rise & Shine, 1990). Em 2001 publicou um disco solo.

Membros[editar]

Membros Fundadores[editar]

Outros membros[editar]

  • Dennis Edmonton (1970): guitarra.
  • Larry Byrom (1970-1971): guitarra.
  • Kent Henry (1972): guitarra.
  • Bobby Cochran (1974-1976): guitarra.
  • Rob Black (1969): baixo.
  • Nick St. Nicholas (1969-1971): baixo.
  • George Biondo (1971-1976): baixo.
  • Jack Ryland (1976): baixo.
  • Andy Chapin (1975): teclados.
  • Wayne Cook (1976): teclados.

Discografia[editar]

  • Steppenwolf (MCA, 1968).
  • Steppenwolf the Second (MCA, 1968).
  • At Your Birthday Party (MCA, 1969).
  • Early Steppenwolf(MCA, 1969).
  • Monster (MCA, 1969).
  • Steppenwolf Live (MCA, 1970).
  • Steppenwolf 7 (MCA, 1970).
  • For Ladies Only (MCA, 1971).
  • 16 Greatest Hits (MCA, 1973). Recopilatorio.
  • Slow Flux (Mums Records/Epic, 1974).
  • Hour of the Wolf (Epic, 1975).
  • Skullduggery (Epic, 1976).
  • Wolf Tracks (1982).
  • Paradox (Black Leather Music, 1984).
  • Rock & Roll Rebels (Qwil, 1987).
  • Rise & Shine(Capitol, 1990).
  • Live at 25 (1993).
  • Feed the Fire (1996).
  • Live in Louisville (2005). DVD.