Steve Christy

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Deppmorte.gif
Steve Christy
é uma vítima infeliz e sem sorte!

Tava passando as férias numa casa no meio do nada


Steve Christy é um doido que, no filme Sexta-Feira 13, gastou todo o dinheiro que estava guardando há anos em seu porquinho para reformar o acampamento amaldiçoado de Crystal Lake. Quando estava quase terminando as reformas, Christy morreu, ao levar uma peixeirada no estômago de Pamela Sue Voorhees, uma doida psicopata que não estava nem um pouco feliz com a reabertura do acampamento onde seu filhinho cabeçudo e querido tinha morrido afogado há exatos 20 anos, enquanto praticava nado sincronizado.

Características[editar]

Christy como dublê de George, o Rei da Floresta.

Feio, fraco e informal. Estas são as principais características de Christy, que fazem dele um semi-homem. Além de todas essas "qualidades", ele é míope, o que o torna praticamente uma aberração da natureza. Apesar de todos estes defeitos, de acordo com a opinião feminina, Christy é um dos homens mais charmosos de Crystal Lake e proximidades. Um homem que anda de caminhonete comprada a vista jamais passa despercebido pelos olhares femininos. Christy utiliza-se de sua condição financeira privilegiada para tentar conquistar as mulheres. Primeiramente, ele tentou conquistar a degoladora de mães de seriais killers Alice Hardy. Fracassando miseravelmente nesta missão, Christy começou a apelar, e tentou conquistar uma gorda dona de boteco, deixando para ela alguns dólares na caixinha. Aparentemente, ele conquistou o coração de pedra da madame, mas nem teve tempo de aproveitar os resultados, pois naquela noite, quando chegou em seu acampamento, Christy levou uma peixeirada no estômago, morreu e foi pendurado no topo de uma árvore.

História[editar]

Christy voltando das Cataratas do Niágara, onde ficou levantando as mãos quando o guarda descia em um barril.

Após assistir um filme da série American Pie, onde adolescentes gostosinhas davam o toba em um acampamento de férias, Christy ficou com vontade de abrir o seu próprio acampamento, para ver se essas coisas também aconteciam na vida real. Então, após quebrar o seu porquinho com a Marreta do Leatherface, que tinha comprado em um leilão, ele conseguiu dinheiro o suficiente para começar as primeiras obras em Crystal Lake, um terreno que era de seu pai, e estava abandonado há mais de 20 anos, quando um pirralho cabeçudo se afogou e dois instrutores foram empalados por algum assassino que não vai com a cara de pessoas que fazem sexo em filme de terror. Depois de calcular todos os gastos, Christy tinha a certeza que, ao término das reformas, ele seria o novo galã da região, e conseguiria conquistar todas as garotas que quisesse, mesmo já tendo ultrapassado a casa dos 40 e sendo considerando um coroa.

Depois de alguns meses trabalhando como um boi, Christy finalmente terminou as reformas do acampamento. Agora, ele só precisava contratar alguns instrutores, de preferência inexperientes para pagar apenas um salário mínimo. Feitas algumas ligações, ele conseguiu formar a sua equipe, que era composta por duas garotas safadas, uma hippie, um tarado e um mané com uma camisa "88". Isso era tudo que ele precisava para reabrir o acampamento, e, além de encher os bolsos com a grana dos turistas, posar de galã, xavecando com as jovens que iam acampar. Para começar a sua carreira de conquistas, Christy flertou com Alice Hardy, a instrutora mais bonita que ele contratara, mas como a garota não era praticamente de necrofilia, ela o rejeitou, mandando-o ir plantar batata e mandioca.

Deprimido com a rejeição, Christy foi encher a cara no único boteco da região, que era comandado por uma gorda esquisita com cabelo de poodle. Após 2, 3 ou 300 cervejinhas, Christy passou a ver a gorda como a mulher mais bonita do mundo, praticamente uma Miss Universo, e jogou sobre ela as suas cantadas de pedreiro que ele aprendeu lendo a Desciclopédia. Mal-comida, já que matara o seu último marido com um golpe de machado há 15 anos, a gorda fingiu que caiu no truque, e se derreteu toda para cima de Christy. Porém, o nosso Don Juan lembrou-se que precisava voltar para Crystal Lake, pois os instrutores que ele tinha contratado provavelmente estavam fazendo altas orgias nos dormitórios.

Christy tentou voltar para o acampamento em sua caminhonete, mas como seus pneus não eram da marca Ninjesus, ela não conseguiu passar por sobre as águas que inundavam a estrada. Como não podia ficar atoladinho ali pelo resto da noite, Christy deixou sua caminhonete por lá mesmo, e pegou carona com um policial que estava passando pela região. Após bater um papo sobre rosquinhas com o puliça, o homem da lei, que acreditava em Sexta-Feira 13, Papai Noel e em duendes, foi chamado para uma região afastada, onde dois jovens tinham ido pro saco ao baterem o seu carro em um boi. Então, Christy foi deixado no meio da estrada, e teria que andar alguns quilômetros até chegar em seu acampamento. Após uma longa caminhada pela estrada barrenta, Christy finalmente chegou em seu acampamento, e foi recepcionado pela sua velha amiga Pamela Sue Voorhees. Encontrando esta beldade dos anos 10, Christy ficou todo assanhado, e foi abraçá-la, porém, Pamela tinha fumado uns baseados, e, mais doidona do que de costume, enfiou a peixeira no estômago de Christy, que morreu na hora. Depois, o corpo de Christy foi pendurado graciosamente por Pamela em uma árvore, iniciando assim um ritual que seria muito seguido por Jason Voorhees nos próximos filmes da série.