Super Mario Bros. 2

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Super Mario Bros. 2 é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, Gilbert mata um cara de cabelo verde.

Megaman-nes megaman run.gif
Super Mario Bros. 2 é da época da Velha Guarda dos Games

certamente tem gráficos horríveis e uma dificuldade alta pra cacete


Doki Doki Panic pirateado
Super Mario Bros 2 cover.png

Capa do jogo

Informações
Desenvolvedor Nintendo
Publicador Nintendo
Ano 1988
Gênero plataforma
Plataformas Super Nintendo
Avaliação 7/10
Idade para jogar Proibido para Maiores de 10 anos (produz dependência química)

Super Mario Bros. 2 é um jogo da série Doki Doki Panic que foi hackeada pelo Shigeru Miyamoto para virar um jogo de Super Mario. Lançado em 1988 para Nintendinho e conhecido no Japão como Yume Kōjō: Doki Doki Panic é o jogo de "Mario" mais bizarro já conhecido e uma versão infantilizada do inferno que é o verdadeiro Super Mario Bros. 2.

Desenvolvimento[editar]

O que no ocidente chamam de "Super Mario Bros. 2" na verdade nada mais é que um hack que fizeram do jogo Doki Doki Panic. Com o sucesso de Speedy Gonzales: Los Gatos Bandidos que foi hackeado pela SEGA para virar um jogo do Sonic para o SNES, a Nintendo decidiu fazer o mesmo e reaproveitar um de seus jogos foleiros pra botar a skin dos personagens e elementos da série Super Mario por cima num trabalho altamente porco. O motivo dessa tapeação é que os japoneses acreditavam que o Super Mario Bros. 2 original, que era tipo um Cat Mario, era difícil demais para os jogadores ocidentais que sempre precisaram de um easy mode em seus joguinhos nada desafiadores, então pegaram um jogo infantil e boboca e transformaram no Mario 2 para o ocidente, assim todos ficariam felizes.

Jogabilidade[editar]

Luigi consegue com sucesso produzir metanfetamina a partir dos ingredientes naturais oferecidos pelo cenário. Um dos mecanismos do jogo.

Super Mario Bros. 2 é o único jogo da série Super Mario no qual você não mata os inimigos pisando na cabeça deles e também não morre ao pisar na cabeça dos inimigos. Ao fazer isso eles apenas continuam suas vidas normais carregando você em cima da cabeça deles. Para derrotar esses inimigos é necessário coletar nabos espalhados pelo cenário e arremessar na fuça desses infelizes. Apesar de tantas diferenças em relação ao estilo de jogo típico da série, uma coisa que se mantém á o total descompromisso com as leis da física, pois quando alguém atira ovos contra o Mario, você pode não apenas simplesmente subir em cima desses ovos em plena trajetória de voo, como seguir em cima desses ovos, pegá-los no ar e arremessá-los de volta no chefão da fase. Em outras palavras, este jogo pode ser consumido como se fosse uma droga alucinógena.

São quatro os personagens disponíveis para serem escolhidos. O Mario é o personagem com os movimentos mais balanceados e aquele que tem a habilidade de conseguir te foder atrás do armário, o Luigi é aquele que anda escorregando parecendo um bêbado e cai em todos os abismos por causa disso, enquanto o Toad é o inútil do grupo porque é um anão que não pula longe, e por último a Princesa Peach vem como personagem jogável pela primeira vez depois de beber Red Bull e poder sair levitando, um poder bem apelativo para se livrar de certos buracos.

Enredo[editar]

Mario, Luigi, Toad, e Courtney Love unem-se para derrotar um sapo gigante. A história do jogo é baseada na vívida trip de LSD frequentemente retratada na série Super Mario com sua apologia ao consumo de substâncias de efeitos psicotrópicos na mente das pessoas neste mundo louco onde princesas, encanadores e cogumelos ambulantes devem usar vegetais (sobretudo nabos) para exterminar espécies protegidas pelo Ibama como tartarugas, tucanos, fantasmas e dinossauros. Mario e seus amigos devem viajar através das selvas brasileiras em busca de heroína e eventualmente derrotar dinossauros e inimigos que se jogam nos abismos.

No final de cada fase, o jogador deve derrotar inimigos terríveis, que podem ser um alien bizarro que cospe ovos ou um rato que ataca usando peidos e CC, e depois de adquirir seu suprimento de heroína, entrar na boca de uma águia e ser digerido para a próxima fase, e assim sucessivamente. Os mundos a serem explorados serão basicamente jardins, desertos com cobras, calotas polares e nuvens.

Mario nesta aventura louca terá que viajar por 7 mundos com 3 níveis cada, exceto o mundo 7 que por preguiça dos programadores tem apenas dois níveis. Em cada nível você terá que avançar horizontalmente ou verticalmente coletando todo tipo de drogas e vegetais para suprir a larica, descobrindo portas secretas, atalhos, plantas alucinógenas e os itens para chegar ao final do nível, para então lutar contra Birdo, um dinossauro travesti que vomita ovos, e para matá-lo, você joga nele os mesmos ovos que ele tacou em você, até que do nada surge uma bola de cristal que é a chave para um falcão gigante comer você e levá-lo para o próximo nível.

E tudo isso é apenas um delírio da cabeça drogada de Mario que apenas sonhou com tudo.

Inimigos[editar]

  • Shy-guy - Não há goombas ou tartarugas nesse jogo, então estes bichos serão os que você mais encontrará durante o jogo. São anões encapuzados com máscaras anônimas que fazem pouco mais do que andar pra lá e pra cá, exceto uns que usam máscaras anti-radiação que atiram bolinhas de gude.
  • Phanto - Máscaras africanas que guardam as chaves, se você pegar a chave elas o perseguirão como hackers no Counter-Strike, atravessar qualquer parede apenas para matá-lo, por isso atirar algo nelas nunca será bom.
  • Birdo - O chefe de cada fase é um dinossauro rosa que tem uma cloaca onde deveria ser a boca e cospe ovos a partir dali. Embora a Nintendo negue, por não desejar falar de sexualidade em seus jogos de criança, Birdo claramente é um travesti.
  • Mouser - Primo terrorista do Mickey Mouse que se converteu a uma certa religião do Oriente Médio e se tornou um fanático por bombas.
  • Tryclyde - Uma cobra de Chernobyl que tem três cabeças e cospe fogo como se fosse a Piranha Plant.
  • Wart - O chefão final é um grande sapo obeso que não tem qualquer ligação com o Bowser. Ele vomitará pelotas gigantes para tentar matar Mario e seus amigos, mas através de trombetas surgem vegetais no campo de batalha com os quais é possível matar Wart, pois ele é fã de churrasco e alérgico a alimentação saudável (ele realmente morre, não é brincadeira).