Super Mario Land

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Virtualgame.jpg Super Mario Land é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, Flandre Scarlet destrói mais um sol em Touhou 6

Smb-nes mario walk.gif
Super Mario Land é da época da Velha Guarda dos Games

Porra! Aqui sim que é jogo bodybuilder, caralho!


Terra do Super Mario
Super Mario Land cover.png

De colorido, o jogo só tem a capa

Informações
Desenvolvedor Nintendo
Publicador Nintendo
Ano 1989
Gênero plataforma
Plataformas Game Boy
Avaliação 20%
Idade para jogar 10 anos (invasão alienígena)

Cquote1.svg Prefiro Pokémon!! Cquote2.svg
Louco que tem um Game Boy sobre Super Mario Land

Super Mario Land é o primeiro jogo da série Super Mario lançado para um portátil, no caso, o Game Boy fuleiro bicolor sendo um jogo bem tosco que foi lançado basicamente apenas para encher linguiça e o Game Boy ter alguma coisa que não fosse só Pokémon.

Desenvolvimento[editar]

O ano é 1989, nessa época o dono da Nintendo, Shigeru Miyamoto, estava trancafiado no porão de sua casa escrevendo o roteiro de The Legend of Zelda: Ocarina of Time e ele não acompanhou o desenvolvimento de Super Mario Land. Miyamoto deixou o pepino de fazer um jogo de ½ bit para seu fiel escudeiro fazer, o sombra e puxa-saco Gunpei Yokoi. O resultado foi um protótipo do que viria a ser futuramente o Cat Mario, um jogo que tosco onde parece que o Mario está com torcicolo e por isso não consegue se mover precisamente nos toscos cenários em 3D.

Jogabilidade[editar]

O jogo oferece várias dicas de onde realmente fica o Reino Cogumelo. Nas proximidades da Ilha de Páscoa, talvez.

O jogador deve guiar um encanador italiano e bigodudo que tem um estranho fetiche sexual por armários através de 12 fases cheias de inimigos com nomes japoneses, usando apenas como armas cogumelos, flores, pulos e muita força de vontade para conseguir passar tanta fase mal feita.

Como era de se esperar de qualquer jogo de 1989, Super Mario Land não tem como salvar, então o jogador precisa zerá-lo num mesmo dia e antes que a bateria do Game Boy acabe, por isso apesar de toda tosqueira do jogo não existe nenhuma fase difícil ou complexa, é tudo sobre pular em tijolos e pular por cima de buracos.

Enredo[editar]

O jogo conta a história de um encanador chamado Mario que estava puto da vida com os diversos calotes que vinha sofrendo em sua terra natal e que foi tirar umas férias no reino vizinho Sarasaland ("Reino da Cachaça" na tradução em português). Mario fica surpreendido quando descobre que a princesa local Daisy foi raptada por um alien anão e tarado chamado Tatanga. Como Mario é acostumado a ficar resgatando vagabundas de sequestros, ele decide que vai resgatar essa princesa e descobrir se ela gosta de armários.

Luigi e Bowser não aparecem nesse jogo, provavelmente estão se fartando com a Princesa Bitch (que também não aparece em Super Mario Land), sendo este o segundo jogo onde Luigi não é mencionado e não recebe salário, não havendo portanto a menção "Bros." no título do jogo.

Recepção[editar]

Como só crianças catarrentas jogaram essa porcaria em 1989, nunca houve nenhuma crítica especializada sobre esse jogo. Mas um estudo concluiu que jogar Super Mario Land por períodos prolongados pode causar miopia, estrabismo ou epilepsia devido à telinha minúscula e à falta de cor e brilho do Game Boy. Com cores em preto e branco com um leve chamuscado esverdeado, sem contar com a tela minúscula do Game Boy, Super Mario Land exibe um dos piores gráficos dentre todos os jogos da Nintendo, sendo agressivo aos olhos sensíveis, é pior até que o Mario Bros. lançado para TRS-80 Color Computer.

O jogo vendeu incríveis 18 milhões de cópias, mas esse número é longe de ser qualquer vantagem do game, essas vendas ocorreram porque Super Mario Land era praticamente o único jogo decente (sem ser Pokémon) existente para Game Boy, e como a Nintendo fez um marketing agressivo na venda do Game Boy, ameaçando as crianças até de morte as vezes, o portátil que todos descobriram ser uma bosta, só servia para jogar Kirby, Pokémon e esse Mario foleiro mesmo...