Super Street Fighter IV: Arcade Edition

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Super Street Fighter IV: Arcade Edition é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, Nemesis esta matando algum S.T.A.R.S.

Street Fighter IV III: Super Arcade Edition
Super Street Fighter IV Arcade Edition cover.jpg
Informações
Desenvolvedor Capcom
Publicador Capcom
Ano 2010
Gênero Luta de rua
Plataformas Bando de console
Avaliação Indefinido
Idade para jogar Livre

Super Street Fighter IV: Arcade Edition é só mais uma versão já esperada de Street Fighter IV e que, como esperado também, não traz nada de realmente novo que faça valer a pena comprá-lo, tratando-se claramente apenas da Capcom espremendo sua franquia até não poder mais. O motivo desse nome ninguém entendeu ainda até hoje, já que Arcade é justamente a versão menos popular desse game, existindo ele para Micro PolyStation 3, Xbox 360, Xbox 720 e PC.

A ideia de criar mais um Street Fighter sem precisar de qualquer criatividade ou algo realmente novo foi algo bem criativo por parte da Capcom que apareceu com a desculpinha fodida de que estava apenas adaptando a jogabilidade mais balanceada da versão dos Arcades para os consoles, só acreditando nisso os fanboys mais alienados.

É até hoje considerado o patch de DLC de melhoria mais bem vendido da história, mas isso porque a Capcom fez de conta que era um jogo novo, e não apenas um patch do Super Street Fighter trazendo melhor balanceamento.

"Novidades"[editar]

[[Arquivo:Street Fighter Team.jpg|thumb|left|A mesma coisa

Esta versão muda praticamente nada em relação ao Super Street Fighter IV, na verdade se você entregar um Super Street Fighter IV e um Supe Street Fighter IV: Arcade Edition para alguém você vai estar fazendo uma puta sacanagem ao dar o mesmo jogo para uma mesma pessoa. Quanto ao fã que comprou Street Fighter IV, depois comprou Super Street Fighter IV ele simplesmente se fodeu, vai ter que comprar esse jogo que poderia simplesmente ser um patch de DLC.

A única diferença realmente notável foi terem colocado mais quatro manés para lutarem: Os gêmeos paga-paus do Fei Long, o tal do Yun e o Yang, que na verdade são um a mesma coisa do outro, então já dá para considerar que eles contam como apenas 1 personagem "novo", e ainda a presença do Evil Ryu e Oni Akuma, que são meramente as versões puta da vida do Ryu e do Akuma depois de terem feito pacto com o Diabo. Na prática percebe-se que houve a adição de apenas 1 personagem, e um que ninguém nunca escolhe.

Ou seja, não mudaram praticamente nada e ainda fizeram os jogadores comprarem mais uma versão do jogo. E como a cara-de-pau da Capcom não tem limites, ainda vão repetir isso mais duas vezes, com os posteriores anúncios de Super Street Fighter IV: 3D Edition e Ultra Street Fighter IV.