Supermodelo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
Fantastico!

Este artigo é pra lá de SUPER!
Caso você seja um fracote, leia até o fim, que voce irá ser SUPER!
Nem pense em vandalizar, senão você irá levar uma SUPER SURRA!!

Cindy Crawford caiu em uma armadilha em uma câmara pressurizada a 10 atmosferas e temperatura de 200 graus. As roupas dela entraram em combustão, mas ela nada sofreu.

Uma supermodelo é uma modelo, normalmente muito gostosa, mas algumas vezes anoréxica ou exótica, que possui superpoderes. Sacanagem, né? Você deve estar pensando: Eu sou feia, burra, pobre, mal consigo carregar minha mochila escolar, e essas sirigaitas além de ricas, famosas e gostosas ainda tem superpoderes?. Sim, a injustiça é mesmo uma merda, mas não adianta se revoltar com isso; se você está muito puta, procure tomar uma mordida de uma aranha transgênica radioativa. Supermodelos sempre existiram, mas, no passado, elas procuravam manter a sua identidade secreta. Frineia, uma supermodelo ateniense, tinha a identidade secreta de uma prostituta, mas, mesmo assim, sua fama chegou até os dias de hoje. Com a globalização e glamurização induzidas pelo Complexo Industrial-Militar-Fashion, as supermodelos saíram das sombras, mostrando-se como realmente são: ricas, famosas, gostosas (quando querem; algumas são feias pra caralho e anoréxicas) e com superpoderes; e só não dominam o mundo porque não precisam - o mundo já está aos seus pés.

Superpoderes[editar]

Segue aqui uma lista de superpoderes. Note que nem todas supermodelos exibem todos estes superpoderes; mas não podemos afirmar com certeza que uma supermodelo não possui um determinado superpoder. Às vezes, elas apenas escondem o superpoder para poder usá-lo, como arma secreta, em um momento apropriado.

Super-respiração[editar]

Laetitia Casta é capaz de sobreviver um tempo indefinido em baixo d'água, mas ela quase sempre não passa mais do que poucos segundos porque ela é francesa, e tomar banho é um crime de lesa-pátria na França

É a habilidade de continuar respirando em qualquer ambiente. É muito útil para trabalhos em baixo d'água, já que as supermodelos com este poder podem ficar um tempo indeterminado sem respirar ar. Também é útil para trabalhar no espaço sideral, em Marte ou mesmo em ambientes extremamente poluídos como vestiários de clubes de futebol da França.

Empatofotossíntese[editar]

Roberta Mancino fazendo a fotossíntese

É a habilidade que a supermodelo tem de fazer a fotossíntese, por empatia, ao tocar em uma planta. A fotossíntese, para quem não sabe, é o que a planta faz para tirar alimento a partir de água e gás carbônico, transformando em açúcares, usando como energia a luz do sol. Depois estes açúcares viram energia, gordura, proteínas, e todo o resto. A supermodelo com este poder não precisa se alimentar e, ao invés de ficar anoréxica, continua gostosa. Basta tocar uma planta por uma hora que a modelo fotossintetizará alimento suficiente para uma semana.

Supermimetismo[editar]

Veruschka von Lehndorff trocou de pele para se confundir com o ambiente. Você consegue ver que tem uma gostosa nesta foto?

É a habilidade de trocar a cor da pele para se confundir com o ambiente. Vários animais possuem mimetismo natural, como camaleões, lulas (não o presidente - mas este também tem um certo tipo de mimetismo, já quequando ele está no meio dos sindicalistas ele parece sindicalista, e quando está no meio dos empresários, parece empresário) e alguns insetos. As supermodelos com este poder poderiam ficar praticamente invisíveis, mas normalmente elas são identificadas pelos mamilos salientes.

Superpoderes relacionados ao mundo animal[editar]

Empatia animal[editar]

Este elefante estava tão furioso e agressivo que foi preciso combinar os superpoderes de duas supermodelos, Isabeli Fontana e Daria Werbowy, para acalmá-lo

É a habilidade de fazer os animais sentirem empatia pela modelo. Supermodelos com esta habilidade são imunes a ataques de animais - incluindo mosquitos, bactérias e vírus - e podem fazer até mesmo seus animais atacarem outras pessoas. Para fazer o animal atacar, porém, elas devem indicar ao animal que esta outra pessoa oferece perigo a elas. Uma forma de fazer isso é gritar histericamente, apontando na direção da vítima. Elefantes são ótimos para serem usados no ataque, por causa do seu enorme órgão sexual, a pata: pisou, fudeu.

Comunicação com animais[editar]

A supermodelo pode se comunicar com os animais. Esta habilidade não é muito útil se não for combinada com a empatia animal, porque os animais mentem pra caralho, então não adianta perguntar uma coisa, se eles tem tanta chance de mentir quanto de dizer a verdade.

Controle de animais[editar]

Aida Yespica controlando e instruindo uma cobra, para que esta cumpra uma missão ultra-secreta

É uma habilidade mais forte que a empatia animal. Enquanto a empatia é uma habilidade apenas passiva, no controle animal a supermodelo tem o controle total sobre os animais. Por exemplo, se na empatia animal a modelo deve ser histérica para que o animal ataque, com o controle animal ela pode conduzir sua missão de forma discreta, e à distância. Basta chamar o animal em um cantinho e dar suas instruções, que ele irá cumpri-las.

Superforça[editar]

Missy Rayder puxando um superpetroleiro encalhado no Golfo do México

Acho que todo mundo sabe o que é superforça, né? Só que, como tudo que se relaciona às supermodelos, quando elas tem superforça, tem de forma exagerada pra caralho. Levantar tanques, arrastar superpetroleiros ou segurar aviões que estão decolando são brincadeira de criança para as supermodelos. Elas conseguem separar placas continentais, alterar a órbita de planetas ou mesmo comprimir estrelas até que elas entrem em colapso gravitacional e virem buracos negros. A superforça de uma supermodelo humilha até mesmo o superhomem!

Crioimunidade[editar]

Se você já não se sente confortável de ficar nua quando a temperatura chega aos 40 graus positivos, veja que Margerita Waldmann fica nua aos 40 graus negativos

É a habilidade de resistir e ignorar qualquer temperatura fria. Aqui não estamos falando do frio das manhãs de cidades brasileiras, ou mesmo o frio das estações de esqui. Não, até mesmo o frio da Antártica é fichinha para estas modelos: elas resistem a qualquer temperatura. até mesmo o zero absoluto. Esta habilidade, porém, é uma bênção e uma maldição ao mesmo tempo, porque o calor interno gerado pelo corpo da modelo é tão intenso que queima qualquer roupa que entra em contato com sua pele, assim ela fica impedida de participar de desfiles de moda, só podendo participar das atividades de modelo em revistas de mulher pelada.

Transmorfismo[editar]

É a habilidade de mudar de forma. Tá, pensará você, porque, tendo um corpo perfeito e maravilhoso, a supermodelo vai querer mudar? Esse é um grande mistério, mas já vimos supermodelos usarem e abusarem desta habilidade - normalmente mudando de um corpo maravilhoso para outro corpo totalmente diferente, mas igualmente maravilhoso. É, menina, ser super é superfoda. Vejam abaixo a supermodelo Monique Evans abusando deste superpoder, só para humilhar as pobres mortais:

Eletrogênese[editar]

Iselin Steiro eletrificando uma cadeia de lâmpadas

É a habilidade de gerar e controlar correntes elétricas. A supermodelo com este poder pode fazer funcionar objetos eletrônicos que estão desligados da tomada, além de acender lâmpadas elétricas. Uma forma mais avançada permite à supermodelo enviar descargas elétricas ou, como Zeus, fulminar seus inimigos com raios. Supermodelos também podem usar estes raios de formas que nem Zeus sonhava, provocando tempestades magnéticas solares ou desviando cometas de suas órbitas.

Pseudoantropogênese[editar]

Eniko Mihalik animando um manequim

É a habilidade de dar vida a um objeto artificial construído em forma humana. A supermodelo com este superpoder pode escolher qualquer simulacro humano (estátuas, esculturas de areia, manequins, bonecas barbie) e transformar em um ser humano praticamente completo - o ser humano nascerá sem nenhuma memória exceto a memória coletiva da cultura na qual ele foi criado, e uma paixão total pela supermodelo que o animou. Não é recomendável animar-se um simulacro humano masculino, a menos que ele seja enviado em uma missão suicida, porque a paixão é ciumenta e pode trazer problemas. Sabemos de um caso de uma supermodelo que criou vários simulacros masculinos e depois teve a tristeza de vê-los se matarem pelo privilégio de ficar com ela. Simulacros femininos são mais flexíveis e, desde que a modelo regularmente dê atenções sexuais ao simulacro, ficará feliz se sua paixão tiver outros parceiros.

Levitação[editar]

Una Healy usando a levitação para escapar do assédio de um tarado

É a habilidade de levitar, ou seja, ignorar a lei da Gravidade. Uma forma mais avançada desta habilidade é o poder de voar, mas não sabemos de nenhuma supermodelo que tenha usado este poder, porque elas preferem sempre viajar de avião - afinal, uma viagem de avião é uma excelente oportunidade para dar uma trepada. Especula-se que esta habilidade também pode ser usada para levitar objetos, e há suspeitas de modelos que tenham usado este poder para levantar até mesmo objetos caídos há muito tempo, como órgãos de velhos milionários aposentados.

Projeção astral[editar]

Enquanto os paparazzi se distraíam com esta imagem falsa da Carla Bruni, ela estava usando outros superpoderes para controlar Nicolas Sarkozy e manter a França sob controle da liga das supermodelos

É a habilidade da supermodelo de criar uma imagem falsa e projetá-la em alguma praia paradisíaca ou em um iate localizado no meio do mar, de forma a atrair a atenção dos paparazzi. A imagem projetada tem todas as características da modelo gostosa, inclusive emitindo sons, cheiros e iteragindo com objetos materiais. Mas é apenas uma simulação holográfica. Assim, enquanto os tarados ficam tirando fotos e divulgando, elas podem executar suas tarefas secretas para manter a dominação mundial.

Indução transpreferencial[editar]

Poucas modelos possuem este supersuperpoder; o único caso documentado de seu uso foi pela supersupermodelo Luiza Brunet, que transformou 10 milhões de brasileiros em heterossexuais convictos

Alguém se lembra do que aconteceu em 1992? O povo brasileiro, usualmente uma corja submissa e passiva, saiu em massa às ruas para derrubar um presidente - e conseguiu. Foi o maior (e talvez o único) ato de macheza dos brasileiros - e não estamos desmerecendo a bravura das meninas gostosas que saíram de minissaia, minitop e cara-pintada - mas este evento singular tem uma razão lógica. Foi tudo um subproduto de um trabalho de uma supermodelo, que mudou a sociedade brasileira durante os anos 1980, através de sua habilidade singular - a indução transpreferencial. Esta é a habilidade mais rara, que apenas as supersupermodelos conseguem ter. São a epítome da raça humana, os expoentes máximos da humanidade. Se podemos dizer que as supermodelos são semi-deusas, então as que tem esta habilidade são realmente deusas, e o mundo atual só não tem templos dedicados à elas, onde são realizados sacrifícios humanos diários, porque o mundo está tomado pelo ateísmo e a falta de fé. Esta é a habilidade de imediatamente e definitivamente converter um emo, metrossexual, gay ou bissexual em um heterossexual convicto.