TDI

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Meu possante rebaixado tem TDI? Cquote2.png
Dono de qualquer VW

TDI é uma sigla muito usada nos motores a gasóleo da Volkswagen, Seat, Audi e companhia com tecnologia Fuscatec. Significa Todos Desejam Igual.

Usos[editar]

Um possante TDI

Em Portugal existem muitos TDIs a poluir as nossas estradas. O tipo de condutores ronda entre o street racer (o menino que pensa que TDI é força, potência e que dá muita velocidade na Ponte Vasco da Gama) e o típico condutor/condutora autoritário (aquele(a) que não gosta que os outros se metam à frente do seu poderoso TêDêÍ).

Em termos de fiabilidade e manutenção, estes motores em utilização intensiva aguentam perfeitamente 400.000 Km sem mudar o filtro do ar, o óleo ou as velas. É só meter gasóleo e está a andar.

Problemas[editar]

Mas mesmo assim, há quem tenha um TêDêÌ e que já teve problemas com:

  • MAF's estaladas ou com defeito de fabrico (Os TDI aquecem muito e partem maf's)
  • Turbos partidos (graças às reprogramações milagrosas das oficinas da esquina)
  • Queimam Juntas

Proezas mais famosas com um TêDêÍ[editar]

  • Um "street racer" que conseguiu alcançar 280km/h na Ponte Vasco da Gama com o seu Ibiza GT TDI Type-R de 2000 com asas laterais e motor reprogramado para 400 cavalos. Ele, numa entrevista para uma estação de televisão portuguesa, disse que o seu Ibiza deixava para trás Hondas, Mitsubishis, Renaults a gasóleo e outros. Infelizmente, esse Ibiza foi destruído numa corrida com um BMW 325d, acabando por voar na lomba da ponte Vasco da Gama e enterrar no Estuário do Tejo de pernas para o ar.
  • Um engenheiro português fez experiências com um motor TDI de 130 cavalos e decidiu montá-lo num Tanque de Guerra. O resultado foi espetacular: Melhores consumos, melhores arranques.