Tabapuã

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ffffffffuuuuuuu.jpg Artigo sem Imagens! FFFFFUUUUU!
Este artigo possui poucas ou nenhuma imagem o ilustrando. Adicione adicionar novas imagens se não FFFFFUUUUU...

Tabapuã é um pequeno vilarejo do tamanho de Nova Yorque, ou Novaizorque..como queira...

O nome tem origem indígena, que significa ALELUIA GLORIA A DEUS! Esse nome foi concebido a cidade uma vez que o número de igrejas evangélicas é maior que o número de habitantes. (Falarei mais a seguir).

Com uma população de aproximadamente 13.000 habitantes, Tabapuã é conhecida como Cidade Jardim, ou era, antes da chegada das igrejas.

População[editar]

Tabapuã é uma cidade extremamente conhecida no cenário nacional por possuir uma população totalmente eclética. Segue lista de alguns tipos encontrados na cidade:

- Pessoas normais - Pessoas anormais - Emos - Gays (redundância do tipo acima) - Patricinha - Muié macho - Playboys - "Bombadão" de academia - Os que pensam que são os "bombadão" - Peões - Falsos peões que nunca viram um cavalo ou um boi - Donos de saveiro - Carinhas que encostam na saveiro dos outros e fingem que são "donos de saveiro"

Dentre os citados acima, vale uma breve explicação para 3 tipos:

Os que pensam que são os "bombadão"[editar]

Por ser uma cidade pequeno, você é obrigado a frequentar o mesmo lugar de algumas figuras emblemáticas e antipáticas. Como a cidade possui apenas duas academias, a Academia do Maral e a Academia do Vagão, é mais fácil encontrarmos com essas pessoas. São muleques magros, finos, secos, nao aguentam um vento, mas se acham o Rambo, o Rocky Balboa. São, sem dúvida, parte da escória da cidade.

Falsos peões[editar]

Esses sim, com certeza, são a escória do município. É comum vermos em Tabapuã pessoas vestidas de peão, em qualquer época do ano. São muleques também que não sabem o que é um boi, quantas patas ele tem e o que come, mas se acham os PIÃO BRUTO...Na época do rodeio da cidade, que ocorre em Julho, o número de imbecis aumenta significativamente, fazendo com que a cidade fique insuportável.

Donos de saveiro[editar]

É comum vermos idiotas que andam com o som alto pelas ruas, seja no porta malas do carro ou em caçamba de pick-up. Porém em Tabapuã esse número de pessoas é altíssimo. A pessoa tem um trabalho onde ganha um salário mínimo e com 2 meses de registro corre, parcela uma saveiro G3, G4 ou G5 em 70x, vai no Danilão e coloca 150 falantes e 14 módulos, eliminando assim o restante dos neurônios que lhes restam. É claro que cada um faz o que deseja, só quis apresentar-lhes o estereótipo.

  • Vale ressaltar uma classe composta por algumas pessoas que se julgam "intelectuais".

São pessoas sem condição nenhuma de redigir um artigo, ou uma redação, e se acham os "escritores". Sem mais.


A cultura da cidade é eclética como seus moradores.


Igrejas Evangelicas[editar]

Como dito acima, a nova forma de dominação mundial chegou a Tabapuã. São as Igrejas Evangélicas.

É possível encontrá-las em qualquer canto da cidade, em qualquer rua. São, em muitos dos casos, pastores metralhadora que atiçam as pessoas contra o demonho, o tinhoso. Esses pastores, donos de um poder igualado ao Hadouken, eliminam seus males e problemas em segundos, tirando toda a tristeza de uma vida toda com o toque das mãos. Essa sim é a verdadeira Mão Santa.

Se um dia você, caro leitor, for a Tabapuã, dê uma passada em uma das igrejas. Não perca essa chance.

Turismo[editar]

Conhecida anteriormente como cidade Jardim, Tabapuã abriga várias formas de turismo. São elas:

- Praça da igreja - Biblioteca Municipal - Praça do coreto - Casa da Solange - Campão - Cambão - Lazer - Fazendo Agua Milagrosa

Destaque para o Cambão, motel a céu aberto tabapuanense.


Noite tabapuanense[editar]

A noite Tabapuanense é sem dúvida o maior atrativo dessa cidade que respira simpatia.

Os points da balada da cidade são o Bar do Custela e o Bar do Jhow.

O Bar do Custela, localizado na esquina da praça do coreto, é sem dúvida o ponto de mais movimento da cidade. É onde as "tribos" se encontram, onde a fauna tabapuanense se encontra de uma forma amigável. No bar encontramos todos os estereótipos citados mais acima, e o mais legal é que lá o viado não briga com a galinha..são todos amigos. É o lugar da cidade onde se concentra o maior número de inúteis e mal elementos por m² do planeta. Tirando os defeitos, o resto é bom. A cerveja sempre está gelada, o atendimento é bom e o Custela é gente boa.

  • Dica: Movimento maior de sexta, sabado e domingo a tarde.

O Bar do Jhow se encontra fechado na esquina da praça da Igreja (SIM, eram ambos em esquinas, pra facilitar o trabalho das senhoritas honestas e distintas). Contava com um local, alias, contava com a calçada e a praça, onde ficam as mesas. O banheiro é atrás do armário que leva a Narnia. A cerveja sempre gelada era um atrativo do lugar. As pessoas que lá frequentavam eram praticamente as mesmas que frequentam o Custela, porém em horários distintos, já chegando alteradas ao bar do Jhow. Conta com um espetacular cardápio, contendo Batata frita e Cerveja, que muitas vezes é Itaipava. Nele também, se faltasse copo, o visitante era convidado a lavar os que tem sujo. Novamente, tirando os defeitos, o resto é bom.

  • Dica: Movimento maior de sexta e sabado.

A Rancharia, que é o unico bar que sobrou, só tem 114 anos.

Outros bares (a cidade além de igreja também tem MUITOS, eu disse MUUUITOS bares) de movimento são o do Pinhati, Deise, Amaral, Posto Fortaleza, Pardal, Meleca, Meleca 2, Meleca 3, Baiano...etc...

Elite dominante[editar]

Tabapuã é uma cidade onde tem mais caminhões que cidadãos, sendo assim, a elite dominante são os donos de frotas. Tais como Carmen, Sergin, Parrinha, Tiririca (nao é o deputado), Tu, e mais uns 15.

A maior frota de caminhões é a da Carmen, como ela não disse nada, eu vou colocar como dono a Sra. Andréia, filha da tal. Por muitos anos a cidade foi dominada pela dinastia "Chubreguense", hoje, após batalhas épicas e medievais, o domínio feudal foi dividido para os outros donos de frotas.

Outra parte da elite dominante são os atuais EX-governantes da cidade, que tem como pseudo-prefeita a Doutora Felicidade, mas quem realmente manda são: João pé-de-feijão, Edmur sem pescoço, Blenner Bey-Bleidi e Guto tripa-seca. Moradores normais que tiveram a sorte grande de ganhar na eleiçao e do nada, tiveram suas vidas mudadas, por força do SENHOR ALELUIA GLORIA A DEUS, enriqueceram.

A outra parte dominante são os Pereira, que antes da dinastia Chubrega e Felicidadiana, eram os Senhores Feudais do condado tabapuanense. Perderam o trono de armas para o Sr Jammil e uma noites Seron pela segunda vez. Retomando nas últimas eleições e colocando Jammil e uma noites para cuidar das vaquinhas dele!

Conclusão[editar]

Tabapuã, sem dúvida, é o xodó do Capeta....mas, tirando as partes ruins, o resto tá bão!