Tabatinga (Amazonas)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Essa cidade é desconhecida Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Tabatinga
Cquote1.png Eu nunca vou querer morar nessa cidade Cquote2.png
Qualquer um sobre Tabatinga
Cquote1.png Ainda bem que eu fui pra Acapulco Cquote2.png
Chaves sobre Tabatinga
Cquote1.png Vamos a Disneylândia com Chapolin Colorado Cquote2.png
Chapolin Colorado sobre Tabatinga

Tabatinga é só uma cidade desconhecida do Amazonas cuja importância desconhecida é apenas a de defender a fronteira do Brasil, pois por ali há um "rabinho" de território colombiano tentando invadir a selva.

História[editar]

Uma galera da bocada estava sem espaço para plantar seus pés de maconha na região e processar o pó que nos morros do Rio já não conseguiam mais, devido, claro, às UPPs e a concorrência desleal das milícias, então acabaram descobrindo uma merda de coisa nenhuma, chamada de território, que hoje é Tabatinga, e começaram um negocio que deu muito lucro e até hoje eles continuam vendendo até que a polícia, que se caga de medo dos narco da Colômbia e dos matadores de aluguel do Peru, não prenderam ninguém e preferem fazer vista grossa e não acabarem com as drogas.

Os homens brancos acabaram invadindo esse território onde os índios viviam às custas da FUNAI e das bolsas-esmola que um certo governo populista brasileiro implantou. Tomando cachaça, bebendo cerveja e pondo um monte de infelizes indiozinhos no mundo, eles acabaram dominando a parada e resolveram colocar o nome dessa área de Tabatinga sabe-lá porque colocaram essa merda com esse nome porque dizem que em língua indígena significa merda "terra branca" em homenagem ao pó branco e às pedras brancas tão abundantes na região.

Geografia[editar]

Uma das maiores casas de Tabatinga, por acaso, a prefeitura

Tabatinga situa-se em lugar nenhum, no meio do Acre, aonde qual se tem várias coisas pra fazer como por exemplo nada mais que merda de cidade é essa

Economia[editar]

Essa cidade com certeza não tem futuro e não vai sair do lugar. Se você quer ser uma pessoa que não quer nada com a vida, seja bem vindo, a cidade irá lhe receber de braços abertos e armas nas mãos pra te encher de bala.

População[editar]

Tabatinga tem uma população em que 50% das pessoas são idiotas, e 1% são gays.

Ali a população é muito compreensiva, do tipo "me encosta que eu te encho de bala seu desgraçado" ou então "me dá essa merda se não tu morre", enfim, a cidade é muito hospitaleira e você irá gostar muito do seu caixão da cidade.

Comunicações[editar]

Se você é nerd daquelas pessoas que ficam antenada nas novidades e não conseguem viver sem Facebook internet, por favor, não venha pra Tabatinga então, porque senão você vai morrerrrr.

Mas se você é uma pessoa do campo e gosta de estar junto a natureza com certeza você é maluco não venha pra Tabatinga também, senão você vai se lascar, porque além de não ter merda nenhuma de natureza, ali só tem gente pobre (ainda mais se você for uma patricinha de merda).

Gastronomia[editar]

A cidade conta com um completo Mercadão, onde você poderá encontrar os mais variados tipos de peixes, carnes e frangos, acrescidas de inúmeros parasitas.

A padaria é padrão de mau atendimento, além de lá se conseguir observar fenômenos raros, como gatos dormindo em cima da farinha de fazer pão, o que ocasiona o recorde nacional de 50 pelos por pão. 

Lazer[editar]

Tabatinga é uma ótima cidade se você quiser morrer antes da hora para se viver calma e tranquilamente. Fazendo fronteira com dois países em que só tem maconheiro e traficante, Tabatinga não é tão diferente das duas cidades que fazem fronteira em que a cada dois metros que você anda pode ser encontrada uma boca de fumo para você aproveitar o momento na paz denunciar pra polícia.

Como aqui não se tem nada pra fazer, todos podem simplesmente pegar uma arma ou faca e por fim a própria vida, ou também podem criar um artigo na Desciclopédia ou vandalizar os artigos da Wikipédia dos outros que tanto tempo demoraram pra terminar aquele trabalho e você ir lá simplesmente acabar com com aquela merda.

Na avenida (a única da cidade) tem uma pista de skate com menos de cinco metros de largura e a rampa tem menos de dois metros de comprimento, ou seja, essa cidade é uma merda a qual tua mãe não iria querer vir e muito menos você.

A única boate desse lugarejo é abafada e cheia de maconheiros, putas, gente feia, e muitos índios.

Turismo[editar]

Se você quiser morrer mais cedo, seja bem vindo a Tabatinga, ali há vários tipos de morte disponíveis. Se o turista quiser uma morte lenta e sofrida, você pode morrer de tédio porque não tem nada, mas é nada mesmo pra fazer. Porém, se o turista quiser morrer de forma rápida e indolor basta denunciar uma boca de fumo para a polícia que os traficantes (ou a própria polícia corrupta) cuidarão de tudo para você. A última opção de morte é aproveitando o momento, tornando-se um membro das bocas de fumo (mais conhecidas popularmente por bocadas) e morrer heroicamente durante algum conflito de facções.

A cidade também conta com um excelente turismo sexual com excelentes putas baratas pagas (ou não) de toda variedade. Mas se você prefere uma puta razoável e limpa, visite Las Conejitas, pagando apenas R$150,00 o minuto.