Rei Tarso I da Südregion - O Peremptório

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Maluf tn.jpg Tarso Genro é mais um dos
POLÍTICO$ DO BRA$IL

E se aposenta em 4 anos ou menos.



Comunista2.jpg ATENÇÃO, CAMARADA

Este artigo é comunista, e portanto, foi escrito por um Comunista, ou por um torcedor do Liverpool, ou do Manchester United, ou de qualquer torcedor de um time vermelho ou ainda, por fãs da Ferrari.
Se você alienar a marcha revolucionária, levará uma picaretada.

Judeu0.jpg Cadê o moedinha?

Este artigo é judeu! Ele odeia alemães, foi escolhido por Javé e não come camarão porque é caro e anti-kosher. O autor deste artigo provavelmente é contador e deve estar cuidando da lujinha.

Tarso Genro
Tarso-genro.jpg
Tarsus Olivius Genrus
37.º Presidente de Südregion
No cargo
1 de Janeiro de 2011
31 de dezembro de 2014
Vice-presidente Beto Albuquerque Grill
Primeira-dama Cesare Battisti
Antecessor Yeda Crusius
Sucessor José Ivo Sartori
Pessoal
Nascimento 6 de março de 1947
São Borja
Morte Tomara que seja logo !
Profissão Advogado TrabalhistaVulgo picareta
Partido Petralha

Cquote1.png Você quis dizer: Olívio Dutra? Cquote2.png
Google sobre Tarso Genro
Cquote1.png Você quis dizer: Rei da Venezuela? Cquote2.png
Google sobre Tarso Genro
Cquote1.png Você quis dizer: Furtador? Cquote2.png
Google sobre Tarso Genro
Cquote1.png Você quis dizer: Ned Flanders Cquote2.png
Google sobre Tarso Genro
Cquote1.png Você quis dizer: Velhaco Assaltante Estripador de Gente? Cquote2.png
Google sobre Tarso Genro
Cquote1.png Experimente também: Revolver de Aço Cquote2.png
Sugestão do Google para Tarso Genro
Cquote1.png Desgraçado! Cquote2.png
Yeda Crusius sobre Tarso
Cquote1.png Tarso está a séculos sem pagar o piso! Cquote2.png
CPERS sobre Tarso
Cquote1.png Quero ser Imperador Cquote2.png
Tarso Genro sobre Tarso Genro
Cquote1.png Como o cara pode ser judeu mesmo sendo agnóstico? Cquote2.png
Alguém sobre Tarso Genro
Cquote1.png Dá mesma forma que o pai do Marxismo era de família judaica e posteriormente um misoteísta Cquote2.png
Historiador sobre citação acima

Tarso Fernando Hitler Herz Genro (Bagdá, 6 de março de 1939) Foi prefeito de Porto Alegre, cobrou uma barda de imposto, matou motoqueiros, quebrou todas as boates da cidade matou quase todos os cidadãos da cidade, implantou o comunismo, fez morrer todo o Rio Grande do Sul.

Enfim, o político ladrão afiliado ao PT que foi eleito governador para seguir os passos de seu mestre Luís Inácio Lula da Silva e mandar a fábrica da General Motors para a Bahia, dar poder ao MST, criar 3.085965 novas secretarias para acomodar todos seus cumpanheiros de partido.

Biografia[editar]

Tarso Genro e seu Quipá (postado por um direitista que depois saiu correndo!).

Tarso nasceu em São Borja e começou a carreira política na República de Santa Maria. Ingressou na política se baseando em Leonid Brejnev, e Joséf Stálin. Após uma carreira exitosa no MDB, enchendo a paciência dos militares e dos militante do próprio partido (praticamente um apêndice do clã genro, já que seu pai, sua mãe e seu irmão Adelmo faziam parte) ingressou no PCB, e depois resolveu mudar para o PT, para se tornar ministro e defender o bandido italiano, Cesare Battisti, no governo Lula. Agora ele apoia Dilma Rousseff. Foi também, o braço direito esquerdo de Joseph Goebbels, quando atuava no Partido Nacional-socialista dos Trabalhadores, sendo indicado para dominar o Rio Grande do Sul.

A primeira cruzada[editar]

Em sua primeira tentativa de ser Governador, Tarso perdeu a vaga para Alceu Collares, que concorreu através do sistema de cotas.

A segunda cruzada: A Cólera[editar]

Tarso Genro ao encontrar Bolsonaro na sinagoga de Satanás.

Tarso acusou o grupo midiático e mafioso RBS de ser responsável por Tarso ter sofrido a maior derrota que um político pode sofrer: perder uma eleição para Germano Rigotto, que não ganha nem do Barrichelo. Tarso, então, juro vingança contra a RBS.

Tarso então, se exilou em Brasília e começou a montar seu terrível plano de vingança. A oportunidade apareceu quando o grupo RBS ficou à beira da falência, sendo necessário para evitar a quebradeira, o dinheiro da publicidade do Governo Federal (ministérios e estatais). Mas para ser socorrida, a RBS teve que se dobrar a tarso, sendo que sua mucama, Rosane de Oliveira, tornou-se a editora de Política do tal Grupo.

A segunda etapa veio quando Genro tomou conta do Ministério da Justiça, e por consequência, da Gestapo Polícia federal, que foi incumbida de produzir factoides provas contra seus adversários, que em seguida, eram repassadas a Rosane para horrorizar o Rio Grande todo.

A terceira cruzada: A Vitória[editar]

Assim, em 2010 Tarso foi coroado Rei Tarso I da Südregion.

Eleição[editar]

Tarso foi eleito prefeito de Porto Alegre. Em sua gestão criou a Gestapo em Porto Alegre, depois (agora) que se candidatar a governador do RS.

Apoiadores[editar]

Precedido por
Olívio Dutra
Raul Pont
Itatiba bandeira.jpg Prefeito de Porto Alegre
1 de janeiro de 1993 - 1 de janeiro de 1997
1 de janeiro de 2001 - 4 de abril de 2002
Sucedido por
Raul Pont
João Verle