Teresa (Claymore)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mai-bo.jpg Este artigo se trata de uma Hentai Girl

Ela é gostosa, mas nón ecziste. Ela participa de algum desenho, jogo ou quadrinhos e já teve que fugir de tentáculos.

Jotaro feliz.gif 死ね! Este artigo se trata de macumba otaku
coisas assombradas de anime!

E Orochi vai lhe possuir se vandalizar o artigo.

Fatos.png
Conheça os fatos sobre Teresa (Claymore)
Teresa
Cquote1.pngTeresa do sorriso aparenteCquote2.png
Claymore teresa.jpg
Não queira a ver assim. Ela é pior que Hulk quando fica brava.
Informações inúteis
Classificação Claymore apelona
Ranking Claymore Ex-nº1
Técnicas Ler chakra youki e força desumana
Parceiros Nenhum
Status Atual Morta faz tempo
Símbolo Teresarank.png

Cquote1.png Você quis dizer: Minato Namikaze de saia Cquote2.png
Google sobre Teresa (Claymore)
Cquote1.png Teresa... Teresa... Teresa...(x200) Cquote2.png
Clare sobre Teresa.
Cquote1.png O erro dela foi ter trocado os pés pelas mãos e perdido a cabeça. Cquote2.png
Análise tática da derrota de Teresa.
Cquote1.png Eu queria ver ela lutando com toda as forças!! Cquote2.png
Otaku sobre Teresa.
Cquote1.png Se ela é tão forte assim, como morreu daquela forma?! Cquote2.png
Qualquer um sobre a morte forçada de Teresa.
Cquote1.png Morreu salvando uma criança, é nois! Cquote2.png
Aiolos de Sagitário sobre Teresa.
Cquote1.png Sei exatamente como é morrer salvando o filho e aparecer pra ele sempre! Cquote2.png
Yondaime Hokage sobre Teresa.
Cquote1.png Que linduxa, deixa eu te abraçar! Cquote2.png
Teresa para Clare, quando cedeu para o Lado Miguxo da Força.

Teresa do Sorriso Aparente e Olhos de Prata da Silva foi a guerreira mais forte, bela, inteligente, café-com-leite, foda e feroz de todos os tempos no anime/mangá Claymore. Possui esse nome porque enquanto mata seus inimigos sempre tem um olhar cínico irritante. É a Claymore mais sensual e predileta dos fãs mais normais do anime, mesmo sem nunca despertar mais que 10% de seu poder. Sua personalidade é a de uma mulher exibida e metida que esconde no fundo do coração qualidades maternas, pois brincava muito de boneca quando criança. O criador da personagem é Quentin Tarantino.

Ela supostamente foi a Claymore mais forte de toda história, mas ninguém consegue explicar como ela teve uma morte tão patética. Depois Teresa passou a aparecer na série sobre a forma de Gasparzinho, ajudando sua pupila Clare, que é a heroína principal da história.

Se tornando a Claymore número 1[editar]

Spoiler5.JPG ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que a água queima a pele dos ETs, ou que Majin Boo regenera os ferimentos.

Spoiler3.jpg
Filme em cartaz contando a sofrida e marrenta história de Teresa.

Não se sabe ao certo como Teresa começou sua vida, alguns dizem que ela é na realidade a lenda urbana Teresa Fidalgo em um universo paralelo e fez o pacto com a Organização Claymore após sua morte, para continuar assombrando todo mundo, mas dessa vez de uma maneira nobre. Isso explicaria aqueles habilidade bizarras de Gasparzinho da Teresa, já que eventuamente ela ter se tornando literalmente uma fantasma, afim de assombra os inimigos que atormentam sua pupila com fama de C&A de Pégaso.

Teresa tirando a roupa bem no meio da rua (ela sempre foi exibida mesmo). Note as expressões dos personagens ao fundo. Um espantado (virgem), outro indiferente (gay).

Durante sua vida ela sempre conseguiu fazer caridades sem despertar mais que 10% de seu poder. Ela treinou duro e disciplinadamente ao lado de grandes expoentes de condicionamento físico, os seus mestres Saitama (One-Punch Man) e Joana D'Arc da França. Esse primeiro que passou a maior parte de seu tempo praticando educação física e ownando seus inimigos ao estilo One-Hit KO sem lutar a sério, já a segunda tinha experiencia em treinamento com espadas e era o exercito de um homem só (mesmo sendo do sexo feminino). E assim, Teresa aprendeu a humilhar qualquer oponente nunca usando mais que 10% de sua força.

A partir disso Teresa passou a lutar contra os youmas, até o dia em que veio a se tornar a número 1 quando Rosemary, uma invejosa e antiga número 1, se transformou em devoradora voraz para desafiar Teresa. É lógico que Teresa nem toma reconhecimento da mocréia e termina o serviço sem despertar mais que 10% de seu poder. Assim Teresa se tornou a Claymore mais forte jamais já vista. Nenhuma conclusão de missão sua é mostrada, mas todos afirmam que ela consegue vencer qualquer youma sem despertar mais que 10% de seu poder.

Alguém se esqueceu de mencionar que ela utiliza no máximo apenas 10% de seu poder?

Adoção de Clare[editar]

Teresa, uma mulher de boas qualidades...

Em uma de suas missões rotineiras de paladina fria e cruel, Teresa salva uma piveta das garras de um youma nojento (youkais no universo de Claymore), e lógicamente sem esquecer de espalhar muito sangue rosa pelas ruas da cidade medieval e na própria piveta (Sim! Os monstros tem sangue rosa), tudo isso sem usar mais que 10% de sua força. A garotinha que foi salva começa a importunar Teresa, que inicialmente recusou-se a oferecer esmola e inclusive deu uns chutes na pobre coitada, mas com o tempo Teresa foi sendo cativada por aquela frágil e desmiolada menina que pulou em buracos por ela, e seus instintos maternais começaram a aflorar pois afinal ela nunca imaginou ter uma filha. Então, depois de notar a perseverança (ie, retardadice) daquela pobre, indefesa e fofinha garota, Teresa a decide adotá-la e lhe dá o nome de Clare, que vem de clara (de ovo), o seu prato predileto.

Teresa deu-lhe roupas, comida, banho, educação, amor, carinho, peito, dicas de combate e vários ensinamentos pertinentes para sobrevivência em ambientes medievais como saber falar, fazer cara de má, cara de fome, cara sensual, etc.; o que explica a qualidade de Clare em artes cênicas.

Teresa (que nunca teve lá grande inteligência, para ela antes de Clare era só matar os youmas e pronto) aprendeu várias coisas com sua nova filhota também. Aprendeu que humanos podem ser mortos e que não é uma boa se deixar abusar por bandidos fedorentos. Teresa passou a dar aulas de artes marciais para sua filha até o dia que precisou matar alguns renegados do Bando do Falcão outrora liderados pelo Griffith (o mesmo do anime Berserk) sem despertar mais que 10% de seu poder total.

A hipocrisia[editar]

Teresa ao final de uma batalha.
Teresa no início do combate. Como sempre, marrenta.

Depois de servir a organização Claymore por séculos, Teresa consegue uma licença maternidade para educar sua nova filha adotiva, mas como a organização Claymore é por natureza hipócrita e inconsequente, coloca a cabeça de Teresa a prêmio só porque ela parou de trabalhar um pouco, e matou alguns poucos humanos que não vão fazer falta a ninguém.

Teresa aparece no anime durante um flashback para o autor explicar os traumas de infância de Clare. Teresa fica durante um episódio inteiro de abraços e meiguices com Clare para as duas estreitarem laços.

Um dia, Teresa se defronta com Irene, Sophia, Papai Noel e Priscilla, as 4 mais fortes Claymore depois dela. A luta épica começa e Teresa consegue lutar de igual para igual sem despertar mais que 10% de seu poder. Quanto a Noel e Sophia, que apenas fazem número ali, Teresa não tem dificuldades; já Irene, que luta igual aos cavaleiros de ouro, dá mais dificuldade, mas é derrotada facilmente quando Teresa desperta 3% de seu poder. Já Priscilla, uma novata histérica, traumatizada e guria retardada; é quem mais imprime dificuldade e inicialmente precisa fazer com que Teresa desperte 6% de seu poder. Como Teresa tem um débito com Clare de ter derramado sangue em cima dela da última vez, sujando a sua roupa favorita, ela decide poupar a vida das 4 claymores que há estavam seguindo. Irene, Sophia e Noel que são mais normais desistem da perseguição, já Priscilla que é uma doida varrida decide apanhar mais um pouco.

O fim de um carreira de sucesso sem usar mais que 10% de seu poder total.

No segundo episódio dessa batalha, Priscilla toma de uma vez todos os seus anabolizantes, ficando parecida com um sapo musculoso e obrigando Teresa a despertar 10% de seu poder total e ficar com os olhos amarelos (hepatite crônica). Teresa sofreu com uma combinação de fatores desfavoráveis, que foram o ataque de hepatite, o despertar de Priscilla que fica incrivelmente forte (superando os musculos até de Edinanci Silva e Rebeca Gusmão juntas), o fato de Teresa não gostar de despertar mais do que 10% de seu poder por ser vaidosa e não querer ficar com cara de sapo e dentes de cão chupando manga, o fato de Priscilla não fazer cerimônia comum aos vilões que qualquer heroína de anime está acostumada, e também por Teresa ter ficado distraída olhando a paisagem enquanto perdia a cabeça (literalmente). Teresa morreu sem despertar mais que 10% de seu poder.

A cena aonde Teresa perdeu a sua cabeça ficou gravada na memória de Clare e sendo repetida a partir dali 5 vezes em cada episódio, de todos os ângulos, para aumentar mais ainda o trauma de Clare que perdeu sua mãe. A garotinha usou a cabeça de Teresa para se transformar em Claymore.

Forma Despertada[editar]

Teresa mostrando sua forma desperta para Priscilla no finalzinho do mangá (a Clare tem as celulas dela em seu corpo).

Teresa nunca precisou despertar mais que 10% de seu poder, sendo que ela tira onda igual o Toguro Ototo (Yu Yu Hakusho) exibindo quantos por cento da força ela está despertando e deixando seus inimigos cheios de raiva e humilhados. Foi por causa dessa marrentice em excesso que Teresa morreu tão facilmente. Alguns analistas de artes marciais como o Anderson Silva afirmam que se Teresa tivesse tomado os anabolizantes comuns a todas Claymore, ela poderia ter vencido a Priscilla. O fato é que Teresa nunca gostou de tomar os tradicionais anabolizantes que toda Claymore tem, e por isso nunca foi vista cheia de músculos, grotesca, e por isso é a mais adorada pelo público masculino, já que ela não esconde nenhuma face de cruz-credo. O máximo que ela já teve que fazer foi colocar algumas lentes de contato coloridas quando precisa nas raras oportunidades de despertar 10% de seu poder.

Porém, diferente do anime que terminou no mesmo estilo de The Lost Canvas, foi possível vê pela primeira vez a forma despertada da Teresa. Que para surpresa dos Otaku, ela é extremamente incomum em comparação com as formas das outras Claymore que tomam bomba, pois a forma dela é quase idêntica à sua forma humana, tirando o fato de que as coxas e pernas têm músculos expostos, dando a impressão que a Teresa foi escarnezida. Teresa simplesmente hostenta vários pares de asas, tomando a forma de um Lucemon modo Anjo Caído (já que a Clare digivolvia para o SlashAngemon). As asas de Teresa são uma reminiscência da representação tradicional das deusas gêmeas Clare e Teresa (da mitologia preguiçosa escrita nesse mangá). A Galatea inclusive descreve a forma desperta da Teresa como a própria forma das deusas gêmeas (mas só segundo a opinião dela mesmo).

Técnicas de combate[editar]

  • Acute Yoki Sensing: Teresa pode sentir os diminutos fluxos de Yoki em seu oponente, permitindo-lhe prever com precisão seus movimentos.
  • Golpes de Espada Grande pra Caralho: são uma variação de técnicas que Teresa usa para ownar seus inimigos, normalmente ao estilo One-Hit KO se os mesmos forem meros Youmas. Você não vê Teresa botando muito esforço para mover sua espada escocesa porque ela sempre usa 10% de seu poder de luta.
  • A Garota Fantasma Gasparzinha Palmito: desde que Teresa foi pro saco, ela se tornou uma fantasma ao estilo Teresa Fidalgo que adora assombrar os outros. Porém, dês de que Clare resseus as celulas de seu cadaver em seu corpo, a Claymore mais foderosa da história esta eternamente presa no corpo da protagonista do anime (igual a raposa Kurama no Naruto Uzumaki).
Death99.png Teresa (Claymore) já morreu!

Viajar num avião da TAM dá nisso...

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno