O Apanhador no Campo de Centeio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de The Catcher in the Rye)
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Eu, particulamente, não, gostei, muito, Cquote2.png
José Saramago sobre O Apanhador no Campo de Centeio

The Catcher in the Rye (O Apanhador no Campo de Centeio, no Brasil, À Espera no Centeio ou Uma Agulha num Palheiro (obviamente em Portugal), ou ainda Pão de Centeio, é um romance escrito por J. D. Salinger em uma máquina de escrever idealizada por Quico durante uma aula com o Professor Lingüiça Girafales.

Por causa das precárias condições do pobre autor, foi escrito primeiro em uma revista velha, e posteriormente virou um livro de capa dura.

O Apanhador no Campo de Centeio

Originalmente publicado para adultos, visto que a revista utilizada possuía alto teor de sacanagem, logo fez sucesso entre os jovens punheteiros da sociedade. Algum tempo depois, quando as imagens já haviam perdido um pouco da graça, o conteúdo veio a tona, e por se tratar de temas corriqueiros na vida dos emos adolescentes como confusão, angústia, rebelião, restart e sakura card captors, fez sucesso outra vez. Foi traduzido inicialmente para as línguas mais importantes do mundo (internetês, miguxês e Gauchês)e posteriormente para quase tantas línguas quanto a Bíblia, e J.D Salinger chegou a se declarar mais famoso que Jesus Cristo, o que logo foi constadado que era improvável, pois só os Beatles alcançaram essa façanha. Cerca de 250 mil cópias são vendidas todo ano, com um total de vendas de mais de 8 mil. Holden Caulfield, o protagonista do livro tornou-se um ícone não se sabe onde da rebelião emo-adolescente.

O livro ganhou muita notoriedade nos EUA na época que foi lançado em sua língua e serviu de estímulo para lançamentos futuros bem sucedidos como nem Todo Mundo Odeia o Chris, RBD entre outras porcarias que passam na TV. A obra foi incluída na lista das 100 melhores novelas do século e seguidamente, logo após o futebol com Galvão Bueno, você se prepara para assistir à mais um capítulo inédito de "O Apanhador no Campo de Centeio" no vale a pena ver de novo.

Tem sido frequentemente censurado nos EUA porque eles são loucos, e em outros países por tratar do uso liberal de maconha palavrões e homossexualidade.

Sinopse[editar]

Pombopoo.jpg
ATENÇÃO! à partir de agora você vai ler(se souber ler) spoilers sobre esse livro.
Ou seja, além de você não ter o que fazer por aqui, você pode descobrir que Winston não salva o mundo em 1984
20100203221304!5 wikipedia-2-550x550.jpg


O livro narra um fim-de-semana na vida de Holden Caulfield (a vá, é memo?), um jovem de dezessete anos vindo de uma família Idiota riquinha de Nova Iorque. Holden, estudante de um internato para rapazes, o Colégio Pensei pensô errado!, volta para casa mais cedo no inverno, depois de ter recebido um cartán vermelho, tá EXPUSARRO notas vermelhas em quase todas as matérias(Ai que burro, dá zero pra ele), assim como os nativos do Maranhão e ter sido expulso da Iscola

No regresso para casa, Holden vai refletindo sobre a sua curta vida e pensando em como se livrar da sumanta de laço que vai levar, repassando sua gay peculiar visão de mundo e tentando definir alguma direção para seu futuro. Antes de enfrentar os pais, procura algumas pessoas importantes para si, como um professor, uma antiga namorada e sua irmãzinha, e, junto a eles, numa suruba que resultou na prisão do professor e num filho com sérias necessidades especias, tenta explicar e inclusive entender as altas confusões que essa turminha da pesada fazia passar pela sua cabeça.

A maior parte do romance se passa em dezembro de 1949. A história começa com Holden Caulfield descrevendo orgias que teve com os alunos e professores do Pencey Prep em Angerstown, Pênislvânia. Ele os critica por serem apenas passivos, ou, como ele diria, "putos".

Depois de ser expulso por Arnaldo Cesar Coelho da escola por seu mau desempenho acadêmico e porque a regra é clara, Holden arruma suas coisas e deixa a escola no meio da noite, depois de um sexo bem pegado com seu colega de quarto, Ward Stradlater. Ele toma um trem para a cidade de Nova Iorque, mas ainda não quer voltar para sua família, e resolve ficar no puteiro Edmont.

Lá, ele passa uma noite regada a muito sexo drogas e rock'n'roll com três jovens turistas, tendo, posteriormente, um desajeitado encontro com uma jovem prostituta, ladra e fedorenta chamada Sunny. Ele broxa no minuto em que ela entra no quarto, pelo fato de ela parecer o Casagrande e ter a mesma idade dele. Por isso, Holden se torna desconfortável com a situação, e nunca tinha cheirado tanto, e quando ele diz a ela que tudo o que quer é conversar, ela se irrita com ele e decide ir embora. Entretanto, ele faz questão de pagá-la pelo seu boquete tempo. Sunny e Maurice, seu cafetão, voltam ao quarto de Holden, mais tarde, para exigir mais dinheiro do que foi inicialmente acordado. Apesar do fato de Sunny levar cinco dólares da carteira de Holden, Maurice dá-lhe um chute nas bolas.

Holden, então, como todo homem rejeitado procura por uma antiga foda, Sally Hayes, convidando-a para ir a um motel. Sally aceita o convite bastante molhada, e então eles se reúnem para o programa. Depois do motel, Holden e Sally vão patinar no gelo; enquanto tomavam café-da-manhã, Holden subitamente convida Sally para fazer um anal, mas ela recusa. A resposta dela esvazia o saco humor de Holden, que rapidamente faz o comentário: “Você é uma vadia, se quer saber a verdade.”, ele diz a ela, arrependendo-se imediatamente. Sally vai embora enquanto Holden a segue, implorando para que ela libere de uma vez. Mas ele desiste e ela vai embora.

Holden passa o total de três dias se masturbando na cidade, e seu tempo é largamente caracterizado por grande bebedeira e solidão. Em certo ponto ele acaba em um museu, pulando em cima de uma estátua da cleópatra. De até onde ele se recorda, as estátuas nunca mudaram. Eventualmente, ele foge para o apartamento de seus pais enquanto estes estão traindo um ao outro fora para visitar sua irmã mais nova, Phoebe, a mesma que fez Friends depois, que é a única pessoa com a qual Holden parece ser capaz de se comunicar sem pensar em orgias. Holden compartilha uma fantasia na qual ele pensa: ele se vê como o único guardião de inúmeras crianças correndo e brincando em um vasto campo de centeio na beira de um precipício. Seu trabalho é pegar as crianças se elas vagarem perto da beira e as arremessar ainda mais longe – ele é o “apanhador no campo de centeio”. Por causa dessa má interpretação, Holden acredita que ser um “apanhador no campo de centeio” significa salvar as crianças da Xuxa.

Curiosidades[editar]

Broom icon.svg
Tua mãe desencoraja seções de curiosidades, mas nós não ligamos a mínima! Sob as políticas da Desciclopédia
Mas bem que esta seção pode ser aproveitada integrando-se piadas decentes às seções mais adequadas.
Cada curiosidade pode render uns bons parágrafos, então faça direito!


  • Stevie Wonder não leu ele. *Esta praga de livro foi o grande percussor para assassinato de John Lennon, Mark David Chapman, carregava este livro e algumas DORGAS quando foi pego depois de ter assassinado John Lennon.
  • Numa resenha na FSP alguém rebatizou o livro de APANHADOR NO CAMPO DE PENTELHOS o que, tomando como metáfora que o "apanhador" poderia ser o leitor verdadeiramente culto e consciente sendo assediado com essas citações maníacas, cai como uma luva para seu público disléxico, blefador e débil mental.

Ver também[editar]