The King of Fighters EX 2: Howling Blood

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg The King of Fighters EX 2: Howling Blood é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, Herobrine assusta outro player de Minecraft


The King of Fighters EX 2: Howling Blood
The King of Fighters EX2 Howling Blood cover.png

KOF no Game Boy Advance

Informações
Desenvolvedor SNK
Publicador Marvelous, Atlus
Ano 2003
Gênero Luta
Plataformas GBA
Avaliação 50/100
Idade para jogar Não recomendado para pessoas com dedos gordos

Cquote1.png Pô, cadê o secretão? Cquote2.png
Fã de KOF sobre The King of Fighters EX 2: Howling Blood
Cquote1.png Ai merda, o Goenitz voltou... Cquote2.png
Você sobre Mestre Final
Cquote1.png Ooohhhh!! Róooooo!! Róoooo! Cquote2.png
Sinobu sobre spamando tornados na luta final

The King of Fighters EX 2: Howling Blood é um caça-níquel oficial da SNK, a versão do jogo de luta para os azarados felizardos que possuem um Game Boy Advance e que desejavam algum jogo diferente de "Pokémon Alguma Coisa" ou alguma besteira infantilizada da Nintendo. Trata-se de um patch corrigido e atualizado de The King of Fighters EX: Neo Blood e uma versão desatualizada e piorada de The King of Fighters 2000.

Jogabilidade[editar]

O jogo mantém o espírito da jogabilidade do KOF, permitindo que o jogador escolha trios predeterminados e completamente desbalanceados entre si no qual quem escolher o trio do Psycho Soldier ganha e quem escolher o trio do Art of Fighting perde. O jogo seria nota 4 se não fosse a insistência em manter os Strikers, fazendo qualquer resquício de boa jogabilidade cair pra nota 1.

Se você possui dedos gordos então nem se incomode em tentar jogar isso num GBA, executar os movimentos complexos de KOF é quase impossível naquele direcional de 2 centímetros.

Enredo[editar]

Você que acompanha a saga desde 1994 já conhece: Armaram um novo torneio para de novo roubar os poderes de luta dos caras e usar para reviver algum vilão. O que sempre muda é qual vilão estão tentando ressuscitar, e dessa vez querem reviver o Goenitz. Sim, esse esquema de novo, e sim cara, ele pode voltar pra te infernizar e pegar suas fichas igual fez em 1996, por isso você deve impedir isso! Mas por outro lado, esse jogo é no GBA, você não precisa se preocupar com fichas... E por isso mesmo esse jogo fico podre, você pode tentar quantas vezes quiser sem ficar falido.

A história então gira em torno desse velho puto chamado Gustav Munchausen que decidiu renascer os Dez Tesouros, que são os dez manos Orochis usando dez criancinhas (que baita comunista). Agora vamos contar: Chris, Yashiro Nanakase, Shermie, Orochi, Goenitz (aquele que tentam pelo menos imitar) e... e mais uma porrada...

O chefão final é um moleque chamado Sinobu Amou que comparado ao Goenitz é um baita dum cocô mole.

Personagens[editar]

Bom, no geral nada mudou:

  • Kyo Team
    • Kyo Kusanagi - Churrasqueiro profissional que se aproveita que é quase impossível ficar dando meia-lua e especiais com o controle do GBA para se tornar o personagem mais apelão por ter os melhores golpes feacos. Participa do torneio com dois completos desconhecidos só para abandoná-los no final e poder bancar o herói de novo e sair do time de forma cool.
    • Moe Habana - Uma guria retardada que foi chamada por Kyo por engando quando foi confundida com a Blue Mary. Ela aceitou entrar nessa história de Orochi por causa da... Ah, dane-se, ela só foi pela treta.
    • Reiji Oogami - Um manezão zé-ruela que ninguém nunca tinha ouvido mas é o irmão desconhecido da Chizuru Kagura, a sua completa falta de carisma impediu que ele fosse usado em qualquer outro KOF, mesmo que Reiji use muitos clichês, como o fato de andar por aí com uma menininha muito parecida com a Maki Kagura.
  • Fatal Fury Team
    • Terry Bogard - Usuário do famoso Seu Almeida, é outro personagem que ficou bom nessa versão mais porque os outros bonecos quase não usam especial.
    • Andy Bogard - Nunca sai da sombra do irmão, tipo Luigi do Fatal Fury, que faz todos o colocarem por último.
    • Mai Shiranui - Sua presença no jogo é essencial para provar que o Game Boy Advance consegue implementar realismo na física de seios balançantes.
  • Ikari Warriors Team
    • Leona Heidern - Brazuca que embora utilize facas, como o GBA é para maricas não arranca sangue de ninguém. Faz porra nenhuma mas aparece no final onde fica desconfiada por causa dessa história toda... Até parece que The King of Fighters EX 3 sairia mesmo.
    • Ralf e Clark - Os gêmeos diferentes, ficam assistindo o renascimento do Orochi, e no final decidem tirar umas férias numa na ilha de Marajó, (será?)
  • Korea Team
    • Kim Kaphwan - O cara 100% Tae-kwon-do que resolve ganhar o novo torneio de KOF em homenagem ao amigo Jhun Hoon que quebrou a perna, lembra? Ele derrota o último chefão Sinobu (o novo Goenitz) e quando vai falar com o amigo sobre a vitória encontra Jhun ocupado se masturbando apreciando os DVDs da Athena. Não ele não estava vendo Cavaleiros do Zodíaco.
    • Choi - Mini-mim do Freddy Kruegger.
    • Chang Koehan - o gordão que só serve de Striker.
  • Annoying Kids Psycho Soldiers Team
    • Athena Asamiya - A menina que troca de roupa toda hora, está sem o Chin Gentsai.
    • Sie Kensou - Moleque chato que até agora tenta comer a Athena.
    • Bao - Moleque do Super-Adugão que fecha o trio mais apelão do jogo.
  • Art of Fighting Team
    • Ryo Sakazaki Caramba, essa SNK não muda, não? Esse é só uma cópia do Ryu.
    • Yuri Sakazaki - Outra cópia do Ryu, só que menina.
    • Takuma Sakazaki - Enfim alguém que sabia do Goenitz! Nesse caso o Robert falou de um boato mas ninguém deu moral... Mas no final Takuma decide treinar as criancinhas para se virarem. Ou seja, mais pirralhos pro novo KOF de Playstation 3 com gráficos de 2D High Definition (ou não).
  • Rivals Team
    • Iori Yagami - Nem o próprio Iori sabe o que está fazendo ali, muito menos quem são as duas novas putas que o estão acompanhando dessa vez. Ele estava tão chapado nas drogas que achou que eram a Mature e a Vice, tanto que no final, quando dá por si, abandona as duas vadias.
    • Jun Kagami - Já tem o Jhun, aí inventam uma puta chamada "Jun", a SNK não tem jeito mesmo. Jun é a única personagem da SNK que é uma prostituta assumida e se veste como tal, talvez por isso ela não aparece em outros jogos, por ser algo ousado demais.
    • Miu Kurosaki - Mais uma estudante colegial dona de poderes sombrios.