Thomas Hobbes

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
John Locke confused.jpg Thomas Hobbes é LIBERAL!

Ele(a) é a favor das liberdades dos gays, da laicidade do Estado, da liberdade econômica, da liberação do aborto, de armas e drogas, mas fala em luta de classes pra você ver...

Nossa bandeira jamais será vermelha!

Hobbes em um nítido caso de pedofilia

Cquote1.png "Sempre gostei de poesia alemã!" Cquote2.png
Carla Perez sobre Thomas Hobbes

Cquote1.png "Meu modelo de vida" Cquote2.png
Ermitão isolado no Acre sobre Thomas Hobbes

Cquote1.png "Thomás todas é meu Hobbes!" Cquote2.png
Jeremias José sobre Thomas Hobbes

Cquote1.png "Você é cruel! Você é....Frio!" Cquote2.png
Jean Jacques Rousseau sobre Thomas Hobbes

Cquote1.png "Leviatã....It can't be!" Cquote2.png
Solid Snake sobre "O Leviatã"

Cquote1.png "Blegruegehhe!" Cquote2.png
Tazmania sobre Thomas Hobbes

Thomas Hobbes foi matemático, marceneiro, técnico, comentarista de futebol e filósofo inglês nascido em 1588. Comandando o Birmingnham, conquistou o único campeonato inglês deste clube, até receber uma proposta vantajosa do Atlético de Bilbao da Espanha. Desiludido com a intervenção de cartolas na escalação do clube (Preferia um implacável formação 3-5-2 do que um retrancado 5-4-1, estilo consagrado), além de ter sofrido preconceito com seu estilo sisudo. A não ser quando por comentários esporádicos em emissoras locais, largou de vez o futebol, dedicando-se à ciência política. Morreu em 1679, ao esboçar o único sorriso da sua vida.

Infância[editar]

Capa de "Leviatã". O Rei, formado por funcionários públicos vadios. A espada representa o poder militar e o pau o poder religioso. Nos tempos de hoje, o pau anda bem brocha.

Morou na sua cidade natal, Harddick Hall, até os quinze anos. "Tom", para os íntimos, era um garoto muito levado: quando não estava jogando futebol no campinho, realizava pequenos furtos, linchamentos e bebedeiras junto com seus amiguinhos da "Gangue do Leviatã" (uma turminha da pesada formada por Hobbes, Francis Bacon, Descartes e Jean Bodin, esses últimos, franceses abestalhados). Depois, influenciado por Robinson Crusoé (outro francês abestalhado sodomizado por um índio chamado Sexta-Feira, cuja história é plágio do filme "Náufrago"), entregou-se ao vício do cheiramento de gatinhos. Como o pequeno Tom já tinha predisposição a ser marginal, seu comportamento ficou descontrolado, tornando sua gangue mais violenta ainda. Incêndio de lojas, assaltos e apedrejamento de prédios públicos eram atividades comuns da gangue.

Ao começar a utilizar drogas pesadas do Novo Mundo e do Extremo Oriente, misturando gatinhos com guaximas-roxas e haxixe, torrou os neurônios do cérebro ligados à sensibilidade. Nisto, seus pais o mandaram para um colégio interno, por onde ficou até os vinte dois anos.

Ideias[editar]

Defensor do absolutismo estatal do Rei (desde que o mesmo seja sexualmente atraente), Thomas Hobbes criou uma teoria que fundamenta a necessidade de um Estado Soberano como forma de manter a paz civil para proteger seu orifício anal.

Em sua construção hipotética partiu do contrário, ou seja, iniciou sua teoria a partir dos homens convivendo sem Estado, para depois justificar a necessidade dele. Esse estágio do convívio humano sem autoridade, onde tudo era de todos, recebe o nome de estado natural, no qual todos viviam pelados com os peitos de fora. Segundo Hobbinho (seu outro apelido no futebol), o homem é lobo do homem, ou seja, o lobo come o seu semelhante (outro lobo) quando está com fome ou está disputando território e/ou uma fêmea e o homem come o homem quando também se encontra nessas situações.

A consequência deste estado natural é a ameaça da manutenção da humanidade, que leva os homens a pactuarem entre si, transferindo o direito de autodefesa de seus orifícios anais para o Estado, que garante a efetividade do contrato. Assim, para evitar uma carnificina e a destruição total da espécie humana (ou talvez uma grande orgia dionísica), o homem cede a essas liberdades individuais para conviver pacificamente em sociedade.

Além da sua inteligente construção teórica que justifica a necessidade do Estado Soberano, Thomas Hobbes inovou em diversos pontos da política, a serem analisados no decorrer deste trabalho. Este trabalho é dedicado ao estudo da filosofia de Thomas Hobbes, uma filosofia feita sobretudo à política.

Ao longo deste trabalho, tentamos desmistificar interpretações equivocadas feitas por alguns autores da filosofia de Hobbes.


Pensador trabalhando.jpg Thomas Hobbes é um filósofo
Portanto também é um deficiente mental...

Este é mais um desocupado que não tinha porra nenhuma pra fazer além de contemplar a empolgante vida sexual dos caramujos-de-jardim. Se você é uma pessoa provida de um pouco de sanidade mental, vá procurar algo melhor para ler, como uma bula de remédio!