Toyota Etios

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
441-IndianElephant.jpg नमस्ते!

Este artigo é indiano, tic! Anda de elefante, joga cricket, é vegano, fala um inglês horrível, trabalha em um call center e adora incenso! Se vandalizar este artigo ou for paquistanês, você será incinerado pelas chamas de Agni! E nunca toque num Dalit!

Cloudman.gif


Design atualíssimo... para 1995.

Cquote1.png Você quis dizer: Merdios Cquote2.png
Google sobre Toyota Etios
Cquote1.png Você quis dizer: Toyota Logan Cquote2.png
Google sobre Toyota Etios
Cquote1.png Você quis dizer: Tuk tuk com grife Cquote2.png
Google sobre Toyota Etios
Cquote1.png Você quis dizer: Tata Nano inflacionado Cquote2.png
Google sobre Toyota Etios
Cquote1.png Pelo menos tem quatro estrelas no LatinNCAP... Cquote2.png
dono de Etios
Cquote1.png Finalmente vou poder parcelar em 60 vezes para ter um Toyota na garagem. Cquote2.png
Fan boy da Toyota brasileiro

A Toyota contratou o designer do Logan para projetar o sedã.

O Toyota Etios é uma carroça projetado para mercados emergentes com tecnologia indiana. Foi criado pela Toyota para concorrer com carros do nível do Suzuki Maruti, do Tata Nano e até mesmo dos tuks tuks, é comercializado na Banânia como segmento premium desde outubro de 2012. Disponível também em versão sedã, na verdade um hatchback com um enxerto na traseira fazendo de porta-malas.


Versões[editar]

Sim, a Toyota fez isso...
Sim, essa pobreza aí é o interior da versão XLS, a "top de linha" segundo a Toyota.
  • Versão 1.3 sem nome (disponível apenas como hatchback):

Nesta versão, o consumidor leva um Etios cuja lista de equipamentos de série se resume a dois airbags e freio ABS (porque a lei obriga) e ar quente, ítens de série que fazem Celta e Gol G4 parecerem carros da DesLexus.

  • 1.3 X: por 33.490 Dilmas, o carro melhora do esgoto para a água: direção elétrica, desembaçador e limpador traseiro. Por R$ 36.190, você leva esta versão com ar condicionado.
  • 1.3 XS: Por 38.790 Dilmas, você acrescenta travas e vidros elétricos, mais CD player com entrada USB.
  • 1.5 XLS: O pica das galáxias da linha, vem com rodas de liga leve aro 15, chave com comando elétrico para abertura e fechamento das portas, alarme, faróis de neblina, abertura elétrica do porta-malas, friso cromado na tampa traseira (também serve como katana de decoração na versão sedã), revestimento de tecido nas portas e cromado na grade dianteira por R$ 42.790.

Itens que você NÃO encontra no Etios[editar]

O moderno velocímetro do Etios, inspirado nos witckets do cricket indiano.
Os caras da Carro Hoje acharam isso aí no porta-luvas do Etios. Nem trapaceando a Toyota consegue fazer o carro não ficar na última posição dos comparativos, sempre
Why too many tranqueiras? Because Race Car. Mas continua sendo apenas uma porra de uma merda que os indianos trouxeram pra cá como castigo por causa de uma maldita novela.
  • Pintura no cofre do motor e parte interna do capô, para economizar com funilaria
  • Proteções nas caixas de roda, para economizar com forração vagabunda
  • Dois amortecedores de sustentação na tampa do porta-malas: vendo o sucesso do banco Lulificador do Fox, a Toyota quis fazer ainda melhor, com uma tampa traseira que, em caso de falha do único amortecedor, pode potencialmente cortar as pernas do coitado consumidor
  • Iluminação interna que atualmente sirva pra alguma coisa à noite
  • Painel de instrumentos na frente do volante, para causar mais acidentes e encher o cu da Toyota de grana caso o condutor queira ver a quantos quilômetros por hora está.
  • Marcador de combustível visível a olhos nus, para que a pobre alma o motorista tenha que chamar um guincho caso essa merda de carro o veículo fique parado no meio da rua. Reza a lenda que a Toyota ganha comissão das empresas de guincho para cada Etios rebocado por falta de combustível.
  • Ajustes de altura no cinto de segurança ou no banco do motorista
  • Vitórias em comparativos de revistas: certamente nem a própria revista interna distribuída entre os colaboradores da Toyota na fábrica de Sorocaba (onde o "carro" é feito) coloca o Etios como melhor que os concorrentes da categoria
  • Transmissão automática, automatizada ou qualquer tipo de câmbio que não seja o manual de cinco marchas
  • Controle elétrico de retrovisores. Nem a versão mais fodona, a XLS, disponibiliza esse item.
  • Computador de bordo? Nem pensar! Os concorrentes fornecem esse equipamento, ao contrário desse lixo modelo da Toyota.
  • Propaganda de TV que mostra o carro por dentro. O interior dessa coisa é tão feio que eles nem se deram o trabalho de filmar por dentro na propaganda veiculada na TV.
  • Um motor que tenha mais de 100cv de potência
  • Acelerador mais duro que embreagem de "fuca"

Opcionais[editar]

O adesivo de um samurai vampiro é uma mensagem subliminar de que: 1- a Toyota sugou o sangue do consumidor mais uma vez 2 - o propriotário vai querer cometer seppuku ao descobrir que os indianos pagam 5 mil reais a menos na versão completamente completa em relação à versão pelada para os brasileiros

Pegando onda na moda de customização, o Etios oferece faixas e tranqueiras inúteis para cada proprietário poder estragar seu carro da maneira que preferir.


Ver também[editar]

Dercy Dercy Gonçalves acha que esta merda é uma porra de um esboço, puta que o pariu.
Ajude esta bosta melhorando-a, caralho!
v d e h
*Automóveis, atropelamento e fuga