Trentino-Alto Ádige

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mafiapre.jpg PORCA GIUSTIZIA!!

Questo articolo è 100% made in Italia ed è sotto il controllo di Cosa Nostra! Perciò sta' bene attento a dove metti le tue manacce zozze o i nostri amici verranno a casa tua per spezzarti le gambine!


Freud e charuto.jpg IOD-LEI-HI-HIII...

Este artigo é da ÁUSTRIA! Ele fala alemão e pensa como alemão, mas NÃO É ALEMÃO! O autor dança valsa, bebe Red Bull, pratica esqui alpino e é fã do Gerhard Berger, além de visitar Viena todos os dias. Se você vandalizar, Arnold Schwarzenegger vai voltar...

Localização de Trentino-Alto Ádige. Na Itália

Cquote1.png Você quis dizer: Zona de conflitos Cquote2.png
Google sobre Trentino-Alto Ádige

Cquote1.png Nós serr melhorr que vocês. Cquote2.png
Habitante de Alto Ádige/Südtirol discutindo com um de Trento

Cquote1.png No, Io parlo que nós somos melhor que voi. Cquote2.png
Habitante de Trento respondendo a um de Alto Ádige/Südtirol

Trentino-Alto Ádige, também conhecida como Trentino-Südtirol, é uma região da Áustria Itália, bem, que tecnicamente (e no que se refere aos altos impostos) pertence a Itália, porém a Áustria tem um bom domínio sobre a mesma (com apoio da população local).

História[editar]

A história de Trentino-Alto Ádige/Südtirol é remetida a tempos remotos, quando o homo sapiens sapiens começou a povoar a Europa. Suspeita-se que a área onde fica localizada esta região foi o palco do início da batalha que exterminou os homo neandertalis.

Hotel de Trentino-Alto Ádige

O choque cultural entre o homo neandertalis e o homo sapiens sapiens foi tão grande, que ambos resolveram que o outro deveria ser dizimado. O resultado, como já é de conhecimento de todos, é o de que os homo sapiens sapiens homo neandertalis foram extintos.

Outro grande evento de conflito que teve início nesta região, é a batalha entre os bárbaros e os romanos, resultando na famosa Queda do Império Romano do Ocidente.

Típica casa de Südtirol

Em termos de guerras religiosas, esta área assistiu à famosa "Guerra" entre o Luteranismo e o Catolicismo, sendo que a batalha de marketing de ambos foi imensuravelmente acirrada.

Antes da Segunda Guerra Mundial, o Império Austro-Húngaro era proprietário da região tirolesa. A Itália roubou essa região austríaca e Mussolini botou literalmente pra quebrar.

A cultura do Alto Ádige, ou Südtirol, é basicamente austríaca. Südtirol significa Tirol do Sul (ou seja, uma ironia dos austríacos, já que a região ficava no sul da Áustria, mas fica atualmente no norte da Itália.

Trento tem uma cultura tipicamente italiana até a segunda página. Ela é considerada uma das partes mais italianas da Itália (pelos italianos) e uma das mais austríacas (pelos trentinos). A população trentina fala o italiano, mas evite chamá-los de "italianos", a não ser que você goste de ser chamado com algum adjetivo composto com a palavra "porco" (porco bèstia, porco ladro, porco schifoso).

Na italianíssima Trient todos os habitantes tem orgulho de plantar repolho no jardim ao invés de flores. Com repolho eles fazem chucrute, comem com polenta e salsichão e são por isso italianíssimos. Depois comem Strudel como sobremesa. Ecco, mein Herr!

Quintal de Trento

Cquote1.png É. Por acaso eu vou ficar comendo florzinha? O jardim foi feito pra plantar o que se come e não para deixar a casa mais bonita. Terreno é dinheiro e tem que se aproveitar cada milímetro quadrado de terra para fazê-lo. Cquote2.png
Tirolês de Trento discordando da ideia de plantar flores no jardim, cultura dos países de língua germânica

Todos os anos ocorre uma verdadeira guerra entre as festas "alemãs" e as festas "italianas", com fito a trazer mais visitantes. Ultimamente, as festas têm tido um número bastante próximo de visitantes, o que torna difícil determinar o estado atual da disputa. Há suspeitas, porém, de que vários habitantes locais estejam levando bonecos infláveis para aumentar o "agito" de suas festas.

O maior desgosto da região (ao menos de Trento) foi ser palco da derrota italiana para os argentinos nos Pênaltis na copa de 1990. Os tiroleses de Bolzano até que vibraram com isto, pois estavam na verdade torcendo para a Alemanha, a qual foi campeã, porém dizem que foi um golpe duro para os habitantes de Trento, que foram chorar as mágoas em cervejarias, todos em trajes tiroleses.

Geografia[editar]

A região de Trentino-Alto Ádige/Südtirol fica localizada, atualmente, no norte da Itália, embora Südtirol se considere austríaca e Trentino um baluarte do Império Austro-húngaro ainda vivo. O território é repleto de montanhas, caracterizando bem a Áustria, as casas são bastante floridas e a organização inveja muitos países. Trento é o maior plantador de repolho (pra fazer chucrute), polenta (pra comer com o chucrute) e trigo (pra fazer a cerveja, que se bebe quando se come polenta e chucrute).

No Südtirol afirma-se que para ser tirolês é preciso falar alemão. Por isso eles seriam verdadeiros tiroleses, porque só falam um germaníssimo alemão (que um alemão da Alemanha não é capaz de entender) e mal sabem falar o italiano. Em Trento afirma-se que para ser tirolês é preciso saber falar o italiano e o alemão, assim como eles, mas verdade é que em Trento eles mal sabem falar o alemão (e há quem diga que mal sabem falar o italiano também, por causa de seu italianíssimo dialeto). Para ambos, porém, se você mostrar a foto de um barbudo revolucionário chamado Andreas Hofer (que não é o Che Guevara e se parece com um bandeirante), todos concordarão de que se trata de um herói tirolês. A parte norte dirá que ele falava mais o alemão; em Trento dirão que era um exímio falante do italiano.

Desde 2008 tramita no congresso austríaco um projeto de lei que permite aos habitantes da italianíssima região Trentino-Südtirol-Italiano-é-a-mãe a obtenção da cidadania austríaca, para que os habitantes do extremo norte da Itália se tornem os habitantes do extremo sul da Áustria, que - há quem diga - é Alemanha, embora plantem repolhos ao invés de flores.