Tsukuyomi

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Tsukuyomi (mitologia))
Ir para: navegação, pesquisa

Tsukuyomi é o deus japonês da Lua. Ou seja, ele é uma versão masculina e oriental da Artemis, enquanto sua irmã Amaterasu é a deusa do Sol equivalente a Apolo na mitologia grega. Pois é, japoneses gostam de travestis.

Mito[editar]

Tsukuyomi de acordo como o Google

Tsukuyomi foi a segunda criança nascida fruto de uma conjuntivite de Izanagi enquanto este se banhava para purificar-se de seus pecados. Assim, de seu olho direito saiu o tumor que foi batizado de Tsukuyomi, que significa literalmente Olhando para a noite iluminada pela Lua.

Tsukuyomi nunca foi muito bem aceito pela esposa de Izanagi, Izanami, afinal, ele e seus irmãos foram paridos pelo macho da casa e não por ela - o que, convenhamos, realmente não é algo muito normal. Portanto, algumas versões de sua história afirmam que ele é um ser surgido das trevas enquanto seu pai estava acorrentado no mundo subterrâneo e nasceu de um espelho feito de cobre branco na mão direita de Izanagi. Mas por ser uma criatura bondosa e de coração firme, Tsukuyomi recebeu a dádiva de poder subir aos céus ao lado de Amaterasu.

De acordo com os burros da Wikipédia, Tsukuyomi é o nome oficial da Lua terrestre no Japão. É mentira, pois os comedores de sushi chamam a lua simplesmente de tsuki. Tsukuyomi refere-se às fases da lua! Aprenderam, bando de wikipedistas toscos?

Hoje em dia, Tsukuyomi é casado com Artemis, e ambos tiveram uma filha chamada Sailor Moon que vive ameaçando os valentões da escola dizendo que o papai irá puni-los.

Briga[editar]

Tsukuyomi de acordo com a minha mente

Tsukuyomi e Amaterasu, apesar de serem irmãos, não se dão muito bem até se deram, pois o deus lunar já fez a irmã solar passar uma vergonha muito grande por sua causa, e desde então ambos nunca mais foram visto juntos, razão pela qual a noite e o dia não se misturam, já que Tsukuyomi é responsável por um e Amaterasu pelo outro.

Há muito tempo atrás, Uke Mochi deu uma grande festa e convidou Amaterasu. Como não podia ir, ela enviou Tsukuyomi (que era o marido dela) em seu lugar para representá-la. Chegando lá, não havia comida, o que foi prontamente resolvido quando Uke Mochi vomitou/cagou/tirou do sovaco e de outros lugares toda a comida. Ao ver aquilo, Tsukuyomi ficou tão enojado que simplesmente matou a deusa, achando que estava sendo trollado.

Quando Amaterasu soube do que aconteceu, ficou tão puta com o irmão/marido que jurou nunca mais olhar em sua cara. Tsukuyomi bem que tentou empurrar a culpa da morte para Susanoo, mas de nada adiantou. Por isso, a Lua só pode aparecer no céu depois que o Sol for embora: isso indica que Amaterasu está indo descansar e Tsukuyomi já pode sair. Nas raras vezes em que acontece eclipse, é porque Amaterasu está na seca e Tsukuyomi é o único que se dispõe a comê-la, já que Susanoo está ocupado brincando com sua cobra de estimação.