Tucunaré

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Teucudáré
Tucunaré em processo de acasalamento com uma fêmea
Tucunaré em processo de acasalamento com uma fêmea
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Acordados
Superclasse: Aquáticos
Classe: Peixes com espinha
Ordem: Forma de Peixe
Família: Chiliquentos
Gênero: Chinchila
Espécie: Teu cu dá ré
Chinchila teucudaresis

Tucunaré (do tupi-guarani: Teu cu dá ré), mais conhecido como "O Mito" ou "A Lenda", é um peixe que pode ser encontrado apenas em águas razas, médias e profundas.

Características[editar]

Seu corpo de coloração indefinida permite que possa ter uma vida também indefinida. O tucunaré é encontrado em inúmeras regiões do planeta, sua pesca traz consequências brutais para a espécie (o que não vemos nenhum problema).

O tucunaré possuí muitas escamas resistentes a praticamente tudo. Á mais ou menos 250 anos atrás foram encontrados registros que uma tribo indígena usava as escamas na produção de escudos e armas, hoje em dia essa tribo é mais conhecida como Al-Qaeda.

A Pesca[editar]

A pesca de tucunaré é legalizada em praticamente todos pontos em que o animal pode ser encontrado. Os primeiros grupos de pesca foram derivados de apenas um cacique oriundo da África. Esse cacique (também conhecido como Jesus Negão), conseguiu expandir sua cultura por meio de 4 discípulos e, hoje em dia, com mais de 14 anos cada discípulo espalha sua sabedoria a todos cantos do mundo.

Sua pesca baseia-se em perfurar o tucunaré com uma vara de pesca (ou metade dela) e tentar tirar da água. Para isso você precisará de: uma gôndola (em outras palavras uma canoa) de proporções exatas, uma vara (ou metade) com ponta (de preferência)e também de um remo (a não ser que você pretenda ficar a mercê da água, isso é muito arriscado porém é como os antigos uaiuai faziam). Todo esse procedimento exige uma posição, uma técnica e acima de tudo habilidade.

O tucunaré Mor[editar]

A um bom tempo atrás no mar do Japão foram encontrados vestígios de um tucunaré gigante, medindo de 30 a 300 metros de comprimento e 10 á 50 de largura, podendo pesar em torno de 8.000 toneladas, esse tucunaré é relatado em histórias do Robinson Crusoé, Moisés do Egito, e também pelo famoso Shakespeare.

O tucunaré mor (ou tucunaré pai, ou tucunaré mãe) é que dá origem aos outros do mundo inteiro, podendo produzir de 100 á 1.000 filhotes por hora.